Processo de dessalinização da água sequestra o sal e pede resgate

Pense na quantidade de pessoas precisando de água. Pensem que 75% da superfície do planeta é coberta de água. Pensem que a larga maioria dessa água é imprópria para consumo por ser água salgada. Processos de dessalinização da água do mar nem é novidade, só é caro. Alguns pensaram em trazer Nurembergs, digo, Rosembergs… não… Zuckerbergs! Sim, isso. Zuckerbergs! O problema de trazer os Udenbergs é que sai caro, bem caro. Então, melhor investir em sistemas de dessalinização, mesmo.

Entretanto, químicos não se contentam com isso. Se algo está ótimo, pode ser melhorado. Dessa vez com o auxílio de nanotecnologia, obviamente. Tudo fica legal com nanotecnologia.

Continuar lendo “Processo de dessalinização da água sequestra o sal e pede resgate”

Geosmina é pra fracos, diz São Paulo. Lá é agrotóxico, mesmo!

São Paulo tem vários problemas. Um deles é ser São Paulo, o outro é olhar pro Rio de Janeiro e pensar “que merda que eles estão fazendo que eu possa fazer bem pior?”. Depois de proibir canudo, sacola e copinho plástico, paulistenses olharam de novo pros riojaneirenses e perguntou “o que diabo tu tá fazendo aí, mano?”. Então, riojaneirenses respondem: “tamo servindo água com cocô e detergente, tá ligado?”. Paulistenses riem e dizem “Rá, nós vai fazê pior!”

Fazendo um brinde à insânia com um copo com água que passarinho não bebe, porque ele prefere cachaça, ESTA É A SUA QUINTA INSANA! (sim, antecipei. Me processe!)
Continuar lendo “Geosmina é pra fracos, diz São Paulo. Lá é agrotóxico, mesmo!”

Quer águinha limpinha? Químicos fazem melhor que a Natureza (in da face, Darwin!)

Um dos grandes problemas do discurso “está acabando a água” é que a água não está acabando. Qualquer um que sabe ciclo da água sabe disso. O problema é deixar a água existente própria para ser consumida, e o tratamento de água está ficando caro, porque remover imundície sai caro. Apesar de dessalinizar água estar ficando cada vez mais barato, o problema é quando se está longe do mar e tem uma água péssima para consumo, em que uma simples filtragem é difícil.

Pediram para um grupo de sociólogos resolverem isso, mas eles estavam ocupados dando aula de Sociologia para dizer que Sociologia serve para algo que eles não sabem bem o quê. Então, pediram para engenheiros resolverem o problema. A solução seria ver o que se tem de melhor produzido nos últimos 3 bilhões de anos. Bem, acharam: proteínas.

Continuar lendo “Quer águinha limpinha? Químicos fazem melhor que a Natureza (in da face, Darwin!)”

Giárdias secretam proteínas semelhantes ao do hospedeiro só para infectar melhor. Mas a Natureza é linda

Giárdias, como todo bom parasita, é um bicho sacana. E sim, mulinhas, eu sei que ele não é um animal, mas um protozoário fidamãe que fica no intestino dos mamíferos, inclusive de seres humanos e cães, podendo levar estes últimos à morte; em que nos seres humanos, as giárdias do inferno preferem se alojar no intestino delgado. Esta cria de Satã flagelada vive tranquilamente sem necessitar de hospedeiro, dando um rolé por riachos e lagos, podendo ficar lá por bastante tempo, até achar algum bicho idiota para poderem viver felizes da vida parasitando o sistema digestivo desse bicho. Eu sugiro que vocês fervam as águas que coletarem em rios e lagos antes de beber.

O problema é que os cientistas não estavam bem certos do por que a giárdia do inferno conseguia ser tão bem sucedida, já que o sistema imunológico não manda pra vala de uma vez e continuar infectando as pessoas sem dó. E isso porque esta fidamãe conseguiu a incrível façanha de mimetizar células humanas.

Continuar lendo “Giárdias secretam proteínas semelhantes ao do hospedeiro só para infectar melhor. Mas a Natureza é linda”

Sabe seu café? Pode estar cheio de cloro

Café parece uma tara nacional. Em minha opinião, chega até mesmo nas raias da dependência química (o que não deixa de ser verdade, já que cafeína também é um alcaloide). Muitas pessoas não se dão conta da dependência, mesmo quando falam que sem café não são ninguém, estão com dor de cabeça entre outros sintomas de crise de abstinência.

Outra coisa que as pessoas não sabem é que café e chá são ingeridos com outra coisinha: compostos clorados. e não adianta culpar as empresas que vendem o cafézinho de todo o dia.

Continuar lendo “Sabe seu café? Pode estar cheio de cloro”

Compre a sua água do ar da Amazônia. Incluso terreno na Lua

Ainda ontem eu disse que se tem gente imbecil o suficiente achando que o Facebook vai dar 700 contos só por usar aquela bosta de rede social, o cara tem mais que se ferrar mesmo. Fui criticado, como sempre, mas ainda defendo que pior que gente burra é gente burra que se acha esperta. Isso inclui um bando de idiotas hipsters (desculpem o pleonasmo) que vai gastar uma boa grana comprando "água gourmet". Os enganadores, digo, os engenheiros que a criaram juram de pés juntinhos e mãos postas que é uma água condensada dos céus amigos da Amazônia. Como assim isso não pode ser verdade?

Continuar lendo “Compre a sua água do ar da Amazônia. Incluso terreno na Lua”

O caso do lago que virou geleia (ou quase isso)

A chamada do título intrigou algumas pessoas. Então, vieram me perguntar se é verdade. Quimicamente, não fazia muito sentido (e continua não fazendo), mas eu sei a tendência do pessoal que não sabe nada sobre Química de minimizar muito o significado, tornando o fato em si em algo absurdo, por pura falta de capacidade de interpretação do fato em si.

De fato, o lago parece meio com geleia, mas ele não está virando uma geleia. Simplesmente, é o desequilíbrio ecológico pregando suas peças e as leis da Química fazendo o que sempre procuraram fazer (nada, a bem da verdade, pois Leis da Química é apenas uma explicação científica do ocorrido). Então, temos muita coisa a aprender hoje, pois mesmo sábado é dia em que não devemos ficar na ignorância. Primeiro de tudo: onde ocorreu o fenômeno?

Continuar lendo “O caso do lago que virou geleia (ou quase isso)”

Por causa de um sonho, moradores na seca cavam um buraco e acham água

São Paulo continua com falta de água nos mananciais e de vergonha na cara dos políticos. Nosso governador Big Foot também já mandou uma letra dizendo que se o Rio de Janeiro não economizar, poderemos ter racionamento, também (quero nem saber. Continuarei desperdiçando água!).

Mas o bom, justo e misericordioso deus Jeová contornou os problemas de seus filhos. Fez aparecer água em rios caudalosos? Não. Encheu até em cima a Cantareira? Também não. Baixou o preço da garrafinha da água-água-água-água mineral, para você ficar legal? Nem pensar! Ele fez uma tiazinha sonhar e a mesma foi convencer todo mundo a cavar um poço.

Cavando aqui para encontrar algum cérebro pensante, esta é a segunda edição da sua SEXTA INSANA!

Continuar lendo “Por causa de um sonho, moradores na seca cavam um buraco e acham água”

Fundação Ororo Coral diz pra São Paulo: Eu te avisei

A Fundação Cacique Cobra Coral é velha conhecida da gente. Eles dizem que conseguem, controlar o tempo, mas se você mora aqui no Rio de Janeiro, sabe que é muito fácil impedir a chuva quando não é época de chuvas, mas a médium com pão e manteiga não conseguiu impedir a região serrana de ser arrasada por chuvas torrenciais, colocando a culpa na prefeitura.

Agora, a FCCC repetiu a dose, dizendo que a culpa por São Paulo ter virado praticamente um deserto de Atacama é do próprio governo. Mesmo porque, você é um estúpido por não ter pensado nisso.

Desperdiçando água aqui, só para deixar todo mundo irritado, esta é a sua SEXTA INSANA!

Continuar lendo “Fundação Ororo Coral diz pra São Paulo: Eu te avisei”

Sistema purifica água, remove sujeira e manda vírus pra vala

Lembram quando eu critiquei aquela palhaçada do WarkaWater? Aquela porcaria promete captar a umidade atmosférica e foi experimentada em Veneza, um lugar tão seco quanto o deserto de Atacama. E uma iniciativa idiota, criada por um designer e um arquiteto. Só podia dar naquilo, mesmo. Quando engenheiros de verdade entram em cena, sai um sistema que usa energia fotovoltaica e energia solar para filtragem e produzir água potável de alta qualidade a partir de uma água  imunda dos cafundós da Tanzânia.

Continuar lendo “Sistema purifica água, remove sujeira e manda vírus pra vala”