No Irã, divisão pré-crime já fica de olho se a mulher engravida. Vai que queira abortar!

Texas Irã podem andar de mãozinhas dadas. Não tanto por causa da religião, mas por ambos detestarem abortos. Mas há algumas diferenças. Primeiro, no Texas o aborto é proibido mas não tem pena de morte (ainda), enquanto no Irã não é tão bonzinho assim. Em segundo lugar, no Texas esperam acontecer primeiro para depois processar. No Irã, a “Justiça” é um pouquinho mais rápida e denunciam mulheres grávidas antes de qualquer coisa, já para prevenir que elas sequer tenham a ideia de fazer um aborto.

Sabendo que há coisas que só o Fundamentalismo religioso pode proporcionar, esta é a sua SEXTA INSANA! Continuar lendo “No Irã, divisão pré-crime já fica de olho se a mulher engravida. Vai que queira abortar!”

Grandes ideias idiotas: Colocaram “Deus abençoe os abortos” numa estátua de Jesus

Eureka! Não, não significa “descobri”, Eureka Springs é o nome de uma cidadeca no Arkansas, com população de 1991 habitantes (isso, mesmo. Menos de 2 mil. Praticamente o condomínio onde moro).

Um grupo de ativistas desocupados (tem outro tipo?) assumiu a responsabilidade de pendurar uma placa com os dizeres “Deus abençoe os abortos” numa estátua feia de Jesus e estão se achando o máximo por causa disso.

Fingindo-me de estátua para ver se pessoal me erra, esta é a sua SEXTA INSANA! Continuar lendo “Grandes ideias idiotas: Colocaram “Deus abençoe os abortos” numa estátua de Jesus”

Vaticano diz que vacina baseada em fetos tá liberado. Pena que não foi isso que disse

O cheiro do puro, lindo e burilado cristal do jornaleirismo faz com que se prime pela manchete para gerar aplausos e rage ao mesmo tempo. Eu já falei que a função dos veículos de informação não é informação e sim gerar lucro pros donos e o investidores dos veículos de informação. Ainda tem os leitores de títulos que já correram pra achar um absurdo a Folha falar uma coisa dessas. Se tivessem lido a reportagem, teriam visto duas coisas.

Continuar lendo “Vaticano diz que vacina baseada em fetos tá liberado. Pena que não foi isso que disse”

Católicas que não querem seguir todo o catolicismo querem ter direito ao aborto. You funny, responde ICAR

Eu não sou contra uma pessoa ter uma religião. Quer seguir alguma? Siga! Desde que não viole leis vigentes, eu estou pouco me lixando. Claro, essa pessoa tem um certo problema: ao se dizer seguidor de uma determinada religião, clicou no I AGREE da EULA e vai ter que seguir. Por exemplo, quer ser judeu? Ótimo, mas já sabe que nada de bacon, né? Para seguir o Cristianismo, mesma coisa. Jesus é Deus e talz. O problema é a vertente cristã. Você quer ser protestante? Vai ter que ser contra a figura papal. É meio como um pré-requisito. Se quer ser católico romano, vai ter que seguir os preceitos impostos pelo Papa, que goza de infalibilidade papal ao fazer seus pronunciamentos oficiais no tocante à Igreja. Até aí nos entendemos? Ótimo! Continuar lendo “Católicas que não querem seguir todo o catolicismo querem ter direito ao aborto. You funny, responde ICAR”

Cuidado com o que pedem: Ministra mulher quer criminalização total do aborto

Eu vivo num mundo em que se preza pela liberdade de pensamento e opinião, mas isso quando seu pensamento e opinião coaduna com o status quo. Isso vale para todos os espectros, e o político não seria diferente. As pessoas comuns, entretanto, vivem num mundinho fantasioso. Acham que tudo está bem e basta escolher certas pessoas para certos cargos, sem examinar detidamente as consequências. Queriam tanto que tivesse mais mulheres no governo, já que competência – segundo este pessoal – é determinada pelo que se tem entre as pernas, mas joelhos falham às vezes.

Bem, cuidado com o que se pede ou pode vir a conseguir. E o que conseguiram foi a Damares Alves, futura ministra dos Direitos Humanos. Parabéns. Conseguiram uma fundamentalista religiosa que defende que aborto seja tipificado como crime hediondo.

Continuar lendo “Cuidado com o que pedem: Ministra mulher quer criminalização total do aborto”

Papa compara aborto com contratar um assassino

O Papa Chicão é um cara bem legal, pena que não gosta dem… de pecado. Sim, isso mesmo. Nada de pecado. Pecado é coisa feia. Daí, por causa dos processos abertos contra pedófiulo, algumas almas idiotas acharam que Chicão, the First é o cara antenado com todas as causas lacradoras e talz. Essa ideia imbecil ignora 2000 anos de Igreja Católica, que não está esse tempo todo em atividade jogando seus preceitos mais básicos no lixo. Uma coisa é Chicão soltar que temos que amar ateus e tal, porque eles são melhores que falsos cristãos. Isso é uma pérola ou outra jogada a esmo, sem ser um pronunciamento oficial urbe et orbi.

Agora, num instantinho Pope Big Francis vai deixar de ser mencionado pelas alas lacradoras, já que ele fez o que qualquer papa falaria: aborto se assemelha à contratação de um assassino para “tirar uma vida humana para resolver um problema”.

Para vocês que acham que Papa Chico etá atenado com suaagendinha, esta é a suia SEXTA INSANA!

Continuar lendo “Papa compara aborto com contratar um assassino”

Político pró-vida quer pena de morte para mulheres que abortaram ou Minha hipocrisia será a sua herança

Políticos têm alta tendência a agir como idiotas. Vide o Lindbergh Farias mudando seu nome parlamentar para Lindbergh Lula Farias. Gleisi Hoffman, também. Sim, eles representam bem parte de uma população retardada e ignorante. Mas bom mesmo é a doce hipocrisia dos chamados “pro-life” (pró-vida), como é o caso do ilustre senador Robert Nonini (ou Bob Nonini), candidato a vice-governo do estado de Idaho, EUA. Segundo ele, um republicano católico pró-vida rígido, mulheres que sejam acusadas de aborto, deveriam ser condenadas à pena de morte.

Continuar lendo “Político pró-vida quer pena de morte para mulheres que abortaram ou Minha hipocrisia será a sua herança”

Descriminalização de aborto de anencéfalos causa frisson entre acéfalos

O Supremo Tribunal Federal, no uso de suas atribuições, resolveu cutucar o vespeiro. Isso porque começou-se a votação para se decidir pela descriminalização de abortos em condições específicas, em especial o caso de bebês anencéfalos. Entretanto, a bancada religiosa não gosta nada disso, já que isso enfraqueceria seu poder junto às ovelhinhas ao seu eleitorado.

Por todas as terras assoladas pelo poder de Sauron (aka, redes sociais), o pessoal chato e mimizento destila toda a sua brutal ignorância e desinformação, meio que pensando que o governo decretou obrigatoriedade do aborto. Pena que isso não é verdade para gestantes de gente idiota.

Continuar lendo “Descriminalização de aborto de anencéfalos causa frisson entre acéfalos”

Quando um relógio quebrado fala sobre o aborto

Eu costumo dizer que até mesmo um relógio quebrado marca a hora certa, nem que seja duas vezes por dia. Eu não mudo minha opinião sobre a IURD e tudo o que ela representa. Entretanto, não posso fingir que não vi o artigo do Edir Macedo sobre o aborto. Isso não significa que eu deixei de achar tudo o que sempre pensei dele, mas a clareza da argumentação dele merece atenção. Entendendo a profundidade do texto, entenderemos muitas coisas.

Continuar lendo “Quando um relógio quebrado fala sobre o aborto”

Quando se aborta a racionalidade em prol da política

Eu poderia começar a escrever contando uma pequena e brevíssima história sobre a Política. Isso demandaria meses ou anos e não estou com saco para tal. Platão, Aristóteles, Epicuro, Cícero, Tácito e tantos outros desocupados filósofos se empreenderam a tal. O melhor, ao meu ver, é o Commentariolum petitionis consulatus, de Quintus Tullius Cicero, o qual você poderá ler na boa flor do Lácio AQUI. Como eu sei que ler em latim é um saco, demanda conhecimento, tempo e perde-se algumas nuances se não prestar bem atenção, você poderá baixar a versão em espanhol (não encontrei em português e não tenho tempo para traduzir).

Um dos trechos é: “Você deve constituir amizades de todos os tipos: nomes ilustres, os quais conferem prestígio ao candidato; magistrados, para garantir a proteção da lei. (…) Isso requer conhecer as pessoas de nome, usar de certa bajulação.”. Você já ouviu isso antes? Quem sabe durante o horário eleitoral gratuito? Pois, é, algumas coisas não mudam com o passar dos séculos, e isso estamos vendo agora, quando da disputa presidencial, o foco dos ataques é algo tão idiota que serve para distrair o populacho para algo totalmente irrelevante; como o aborto, por exemplo.

Continuar lendo “Quando se aborta a racionalidade em prol da política”