Jesus morreu. Calma que é mentira

Sim, Jesus morreu, mesmo. Essa parte é verdade e ele não volta, lamento. Quem morreu há pouco tempo foi o “falso Jesus”, que para ser honesto nunca se apresentou assim. Michael Job era um pregador e ator americano que se apresentava nos cultos vestido de Jesus lá pela África. Ele até fazia um certo sucesso. Era tipo o Inri Cristo, mas sem ser tão insano, nem jogar sinuca ou andar cercado de beatinhas sexies.

Infelizmente, Miguel Jó não está mais com a gente. Longe de seguir os passos do Nazareno, Miguelzão partiu dessa pra melhor. Que a terra lhe seja leve!


Prepare-se para encrenca.
Encrenca em dobro!

Michael foi convidado a pregar e converter almas e corações lá no Quênia. Não passou bem e acabou indo parar no hospital. O destino de Miguel não foi lá muito bom. Ele pensou que ia viver um bocado, mas Jeová tinha outros planos e mandou um pneumococo malvadão dar cabo dele. Sim, o destino de Miguel foi acabar com uma pneumonia. Ele salvava e curava todo mundo, mas não curou a si mesmo.


Jesus pregadão, depois de muita pregação.

Michael, tal qual Jesus, foi sepultado. Tal qual Jesus, não sairá de lá. Foi uma figura e tanto pela forma que ia fazer as suas pregações e eu não o censurarei ou direi algo contra ele, pois eu não o conheci nem sabia de sua existência. É mais pela noticia inusitada.

Descanse em paz, Miguelzão. Talvez, quem sabe você bata um papinho com o verdadeiro Jesus. Ou não. Não serei o juiz disso.


Fonte: The South African

Deixe um comentário, mas lembre-se que ele precisa ser aprovado para aparecer.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s