Mães que bebem estão prejudicando seu sistema imunológico e os cérebros dos filhos

LEVANTA-TE E ANDA: Fóssil ganha exoesqueleto para cientistas estudarem seus movimentos
Seguidor de Allah mata criança que não era muçulmana escocesa

Se encher de álcool já não é uma coisa saudável. Se encher de gravidez durante o álcool, digo, se encher de álcool durante a gravidez não só ferra com a saúde da mãe, como da criança também, pelo que se sabia até agora. Agora se sabe que é bem pior, pois uma pesquisa mostrou que mamães pés-de-cana acabam tendo seus sistemas imunológicos afetados. Não apenas isso, com esse tipo de dado dá para ter um vislumbre de como será o desenvolvimento dos neurônios dos seus filhos. E o prognostico não é nada muito legal, também.

A drª Joanne Weinberg é pesquisadora do Departamento de Ciência Celular e Fisiológica da Universidade de British Columbia e seu trabalho é focado na investigação de como as primeiras experiências da vida alteram o desenvolvimento cerebral e biológico.

Sua mais recente pesquisa estuda as mudanças específicas no sistema imunológico de uma futura mamãe, principalmente quando mamãe mete o pé na jaca e o focinho na cachaça. Os testes mostram até o inverso. Estudando o sistema imunológico da mãe, dá para se ter noção do tanto de manguaça que a distinta gestante ingeriu. Bad momma.

O problema é que já se sabia que álcool afeta a saúde do bebê, mas a pesquisa de Weinberg estudou como se dá o desenvolvimento neuronal dos fetos. Bem, tenho péssimas notícias para vocês. Os efeitos mais pronunciados da exposição pré-natal ao álcool são os danos cerebrais e os prejuízos resultantes no funcionamento comportamental e cognitivo. Em outras palavras, os filhos terão probleminhas. Esses déficits podem contribuir para deficiências de aprendizado, problemas para manter um emprego e habilidades sociais precárias ao longo da vida de uma pessoa. E não, você não será o House por causa disso. só será um cuzão como o House, mas sem a genialidade médica dele. Dependendo da quantidade de álcool que mamãe vbeba, se você conseguir amarrar os sapatos estará com sorte.

A Iniciativa Colaborativa sobre Desordens do Espectro Alcoólico Fetal (uma iniciativa que colabora com gente que perde a noção geral e bebe feito um gambá) descobriu recentemente que o consumo de álcool interrompeu os níveis de oito citocinas maternas que podem influenciar o risco de Desordens do Espectro Alcoólico Fetal (DESAF). A pesquisa de Weinberg ampliou este trabalho ao determinar que as citocinas não agem individualmente, mas fazem parte de redes funcionais que envolvem muitos outros tipos de moléculas.

Tá, ok. Mas o que são citocinas?

Muito boa pergunta! “Citocina” é o nome genérico de vários polipeptídeos ou glicoproteínas produzidas por diversos tipos celulares e capazes de modular a resposta celular de diversas células, incluindo dela própria. Como são moléculas hidrossolúveis e de tamanho variado, elas podem ser facilmente dissolvidas em água, mas seu transporte, dado ao tamanho variável, nem sempre se dá às mil maravilhas. As citocinas são…

CHEGAAAAAAAAAAAA! Fala como gente!

Citocinas são substâncias que se dissolvem em água. Seu tamanho pode ser grande ou pequeno, e isso vai determinar sua ação dentro de você. Essas substâncias são umas das que ajudam a ativar seu sistema imunológico, e quando elas estão com problemas, seu sistema imunológico está ferrado e você fica doente. Consumo de álcool em demasia afeta as citocinas e dependendo do grau, você:

A pesquisa foi publicada no periódico Hormones and Behavior, e nele Weinberg estuda como prever que seu lindo bebezinho possa ter ocorrências de esquizofrenia e até mesmo autismo. Então, manéra aí com a bebida durante a gravidez. Aliás, dá uma maneirada com a bebida durante toda a vida.

LEVANTA-TE E ANDA: Fóssil ganha exoesqueleto para cientistas estudarem seus movimentos
Seguidor de Allah mata criança que não era muçulmana escocesa

Sobre André Carvalho

και γνωσεσθε την αληθειαν και η αληθεια ελευθερωσει υμας

Quer opinar? Ótimo! Mas leia primeiro a nossa Polí­tica de Comentários, para não reclamar depois. Todos os comentários necessitam aprovação para aparecerem. Não gostou? Só lamento!