Tentando provar que é imortal, médium faz ritual com espada. Ele não era

Há comportamentos tolos, comportamentos burros, comportamentos idiotas, comportamentos estúpidos, comportamentos absurdamente retardados e há o comportamento religioso. O pior do religioso não é quando ele inventa umas maluquices para fazer os outros acreditarem. O pior é mesmo é quando o cara é burro o suficiente para ele mesmo acreditar nas suas próprias insânias, como foi o caso de um médium que realmente achou que era imortal, esfaqueou assim mesmo e…

Bem, acho que precisaremos de um outro médium!

Theprit Palee morava em Chiang Mai, Tailândia, e era um inútil de 25 anos. Ele era médium e tentava convencer a todos em volta que era imortal. Eu não sei se muita gente acreditou nele, mas a principal pessoa que NÃO DEVERIA acreditar nesta bobagem era ele mesmo. Infelizmente, ele acreditou e, durante um ritual popular que é tido como para honrar os fantasmas dos antepassados, estava dançando com uma espada.

Eu já acho que brincar com instrumentos cortantes maiores que uma tesoura de unha não é uma atitude que eu tenha como inteligente, mas Palee estava fazendo seu ritual com uma espadona de cerca de um metro. Em determinado momento, ele tinha que ficar pressionando a espada contra o peito, mas algo deu errado… ou os ancestrais não gostaram da apresentação. Sei lá. O que eu sei é que a espada quebrou e ele acabou enfiando a lâmina no peito, dando mostras de como ele era realmente incompetente no que fazia.

Sabem outra coisa que ficou demonstrado durante essa apresentação? Bem, ele não era de fato imortal, mas acho que vocês já tinham deduzido isso.

De acordo com relatos locais, esta tradição imbecil acontece todos os anos; a espada normalmente quebra, o que mostra o quanto era seguro. Até agora, nunca aconteceu nada, mas para tudo tem uma primeira vez.

Para terminar, pedimos a Evil Darwin uma posição sobre o caso.


Fonte: Metro.

7 comentários em “Tentando provar que é imortal, médium faz ritual com espada. Ele não era

      1. Arthur Conan Doyle era um que achava que ele tinha poderes reais mesmo Houdini negando e dizendo que eram truques.

        1. Se não me engano, Conan Doyle se aventurou por esses assuntos nos anos finais da vida dele. Uma ironia considerando que sua maior criação é um detetive e químico que preza pelo raciocínio lógico e analítico.

  1. Tem vídeo do José Arroela se espetando com a espada, mas dá vontade de usar a mesma contra o cameraman, pq tá tenebrosamente filmado, na hora que devia mostrar ele corta a imagem pro chão…

Deixe um comentário, mas lembre-se que ele precisa ser aprovado para aparecer.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s