Jeová condena Igreja Universal

Pois é. O M.M. juiz Jeová Sardinha de Moraes (você não pensou que eu tava falando de Deus, né?) bateu o martelo (antes fosse na cabeça dos pastores) e condenou a Igreja Universal do Roubo Reino de Deus a indenizar uma viúva, pressionada a doar um carro para as “obras” da igreja, em troca de receber em dobro, com juros e correções celestiais, como relata a Folha Online.

O juiz Jeová Sardinha de Moraes, da 7ª Vara Cível de Goiânia, condenou a Igreja Universal do Reino de Deus a indenizar em R$ 10 mil uma viúva que disse ter sido pressionada a doar seu carro à instituição e que depois, ao se arrepender, foi agredida e humilhada. Cabe recurso.

Segundo o TJ (Tribunal de Justiça) de Goiás, no processo, a viúva disse que a filha começou a freqüentar da igreja em 2005, após a morte do pai, e que logo passou a ser pressionada a fazer “doações exacerbadas”, “sob a promessa de retribuição em dobro”.

De acordo com a viúva, a moça chegou a vender utensílios domésticos e móveis –inclusive a cama em que dormia– para doar mais dinheiro à igreja e que, em meio a isso, doou também o carro da mãe. Segundo a viúva, ela a convenceu a assinar um documento de transferência em branco sob o argumento de que iria vendê-lo.

Depois de perceber o golpe, a viúva foi à igreja reivindicar o carro, mas acabou “maltratada, agredida fisicamente e exposta à humilhação”, ainda segundo o TJ.

Em sua decisão, Moraes considerou que a má-fé da Universal é incontestável, pois aceitou um carro de quem não era proprietária. Na sentença, ele ressalta que a filha disse ter sido pressionada pelos pastores a convencer a mãe a assinar o documento em branco. Para ele, a viúva tem direito à indenização por danos morais ainda mais pela reação dos integrantes da Universal ao pedido de devolução do carro.

Outro lado

Por meio de nota a Igreja Universal do Reino de Deus informou que não irá se manifestar sobre o assunto, porém, informou que vai recorrer da sentença.


Fonte: Folha Online.

12 comentários em “Jeová condena Igreja Universal

  1. É impressionante… mas o pior é saber que mais cedo ou mais tarde essa mulher acabará se apegando a outra igreja qualquer que de igual maneira tratará de, por meio do dízimo, promover a extorção. Por isso que acredito que se procurarmos o denominador comum para todos os problemas, acabamos sempre por chegar na nossa precária educação.

  2. É nisso que dá a nossa constituição cristã. Permite que quadrilhas se organizem em nome de deus para roubar, assaltar, traficar drogas e enganar os cegos, ignorantes e desesperados.

  3. eaiaehuheaiuhiaeuiuaeiuaheiu

    horas, o carro não foi pro céu?

    enquanto isso, tome dinheiro para a igreja universal!

  4. Todos nós devemos nos responsabilizar por nossas atitudes(pelo menos os maiores de 18 anos) e depois não procurar algo ou alguém para culpá-los de algo que é de toda responsabilidade nossa.Devemos sim aprender a pensar bem antes de fazermos algo para não nos arrempedermos depois.Duvido que alguma igreja ameace alguém de morte caso não page alguma quantia estimulada,essa sim seria uma justificativa pausivel para que alguem diga que foi forçada à algo.
    Aqui deixo minha humilde opinião sobre esse caso tão polêmico.Espero que ao menos seja respeitada!
    Obrigada!

  5. Se eu fosse processar todo tempo em que fiquei numa igreja evangélica (8 anos) ficaria RICO!!!

    Hoje sou ateu e livre desses pastores bandidos e de suas malditas supertições!!!

    abraço

  6. Interessante que o Dizimo para a nação de Israel era de três em três anos. Isso, os Pastores não mostra. Alguns ensinam para não lerem o antigo Testamento, mas é nele que se pedia o Dízimo inclusive outras 613 leis. Quem se vêr na obrigação de pagar o Dizimo tem que cumprir as outras 613 leis de Moisés inclusive apedrejamento. Jesús foi o único que conseguiu cumprir a lei Mosaica(Mateus 5:17). Hoje toda a humanidade está isenta de cumprir com os requizitos da Lei Mosaica por que Cristo a transformou na lei do amor. (Colossenses 3:13,14) Vamos abrir nossos olhos?

    1. Você é uma piada:

      Não cuideis que vim destruir a lei ou os profetas: não vim abrogar, mas cumprir.
      Mateus 5:17

      https://www.google.com.br/search?q=abrogar&oq=abrogar&aqs=chrome..69i57&sourceid=chrome&ie=UTF-8

      Se Jesus disse que não veio abolir Lei nenhuma, como explicitado no próprio versículo, como que Paulo veio dizer que ele disse que mandou abolir? (Notou o telefone sem fio?)

      Contradição mais óbvia impossível!

Deixe um comentário, mas lembre-se que ele precisa ser aprovado para aparecer.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s