Tecnologia jato de tinta permite injeção sem dor

Você que estremece só com a idéia de ter que tomar uma picada logo poderá suspirar tranquilo: a tecnologia de cartuchos de tinta pode ser utilizada para injetar medicamentos sem dor através da pele com um adesivo no braço. O dispositivo utiliza um sistema patenteado pela HP para enviar as drogas por minúsculas agulhas que não vão profundamente o suficiente para acionar os receptores de dor.

O adesivo de microagulhas pode potencialmente ser utilizado para muitas drogas atualmente injetáveis ou tomadas diariamente. No entanto um especialista disse que ainda são necessárias provas de que as pessoas que as utilizarem não ficarão mais vulneráveis a infecções.

Possivelmente levará três anos até a invenção estar disponível no mercado. As substâncias que contém grandes moléculas não podem ser absorvidas pela pele, como a nicotina, por exemplo.

Camada dura

A camada mais exterior de nossa pele chamada de stratum corneum é uma barreira contra infecções. Essa camada tem a espessura de uma fração de milímetro, mas as agulhas convencionais passam muito além dela até a derme que contém nervos e envia mensagens de dor quando é perturbada.

Estes receptores se encontram a aproximadamente ¾ de milímetro abaixo da superfície da pele, mas as microagulhas apenas alcançam meio milímetro no máximo, atravessando o stratum corneum sem encostar na derme.

Há 150 microagulhas em um adesivo e a HP diz que a dose e até o horário do dia da injeção de um medicamento pode ser controlado utilizando um microchip. John O’Dea, da HP, disse que outra vantagem do produto da HP é que ele possui a habilidade de carregar mais de uma substância ao mesmo tempo.

“Nós pensamos que é possível carregar insulina e glucagon (que combate os efeitos da insulina) o que seria um grande benefício para os diabéticos, já que um dos maiores riscos com os quais eles vivem é overdose de insulina”, disse ele.

Preocupação com infecção

O professor Brian Barry da Universidade de Bradford é um líder na pesquisa de novas formas de injetar drogas. Ele disse que ter as microagulhas aplicadas na própria pele deveria ser como uma “lambida de gato”, mas não doloroso.

No entanto ele disse que “O stratum corneum é o que mantém as entranhas para dentro e o resto do mundo para fora, e foi perfeitamente ‘projetada’ para isso. Os fabricantes teriam que demonstrar que muitos pequenos buracos na pele não permitiram que bactérias ou vírus causariam infecção.”

Talvez o professor não tenha lido sobre A arma definitiva contra Infecção Hospitalar que tem um grande potencial para resolver este problema, porém ele fez outra importante resalva: “As microagulhas tem muito potencial, mas nós também refletimos se não acabaria custando muito caro para injetar algo que hoje custa centavos.”

Deixe um comentário, mas lembre-se que ele precisa ser aprovado para aparecer.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s