Primeira Ministra da Austrália diz que não vai fingir ser religiosa pra agradar

Senadora norte-americana diz que estupro é ato planejado por Deus
No mundo das imagens científicas

julia-gillard.jpgO que mais se vê por aí é político virando religioso de uma hora pra outra. Fernando Henrique Cardoso é um perfeito exemplo: ateu de carteirinha, mudou de prosa e até disse, quando em campanha em Mauá e Jundiaí, que era “mulatinho”. O Banco de Dados da Folha não me deixa mentir. Diz-se que ele preferiu ter essa postura pois, em 1985, na eleição para a prefeitura de São Paulo, FHC não disse se acreditava em Deus ou não. Resultado: apareceu “milagrosamente” no dia seguinte uma série de panfletos contendo uma cruz e a inscrição “Cristão vota em Jânio”. Atualmente, é fácil ver esta raça espúria chamada “políticos” firmarem alianças com a bancada católica, bancada evangélica e a bancada dos sem-vergonhas, que compreende a totalidade da Câmara.

Isso é muito comum no Brasil: se filiar à bancada evangelica, pois os pastores exercem o seu direito de dominar mentes idiotas e conduzindo as Ovelhinhas do Senhor a votarem neste ou naquele candidato. Entretanto, o mesmo não pode ser dito na Austrália, pelo menos no que concerne à Primeira Ministra Julia Gillard, eleita este ano como Manda-Chuva Mor da terra dos cangurus. Ela deixou claro que não vai fingir que acredita em Deus ou tem alguma religião só para agradar, só faltando terminar com “I am the LAW!”

Milady Gillard tem 48 anos, solteira e dona de belíssimos e chamativos cabelos ruivos. Não tem filhos e já teve a vida esmiuçada por conta disso tudo, já que político nunca jogou limpo e começaram os ataques sem-noção, alegando que ela não seria uma boa Primeira Ministra, pois não é casada nem tem filhos, chegando a ser ridicularizada em 2007 pelo senador liberal Bill Heffernanque afirmou que “uma mulher ‘deliberadamente estéril’ não podia conduzir os destinos do país e que ter filhos a ajudaria a compreender melhor as necessidades dos australianos”. Informações do jornal Público.

Sendo feminista ou não, sendo casada ou não (ela vive com um cabeleireiro chamado Tim Mathieson), Gillard subiu ao topo do Parlamento australiano e só não mostrou o dedo médio, porque é uma dama. Assim, Gillard mostra-se acima de ofensas e não tem medo de dizer que não só não tem religião, não tem uma crença num deus qualquer e não faz questão de se fazer de santinha para ganhar voto.Enquanto o ex-primeiro-ministro Kevin Rudd ia regularmente em cultos da Igreja Canberra, e o líder da oposição Tony Abbott é conhecido como sendo um católico devoto, Gillard não dá a menor bola para isso, o que deve explicar porque a oposição fica enchendo o saco dela.

Ela diz com firmeza que não vai através de rituais religiosos por causa da aparência e que não ia fingir uma fé não sente, e alfineta que ela é o que é e as pessoas que julguem isso se quiserem.

“Para as pessoas de fé, eu acho que o maior elogio que eu poderia pagar a eles é respeitar suas crenças genuinamente”, afirmou a Primeira Ministra. Ainda segundo ela “eu cresci na igreja cristã, uma formação cristã. Ganhei prêmios para a catequese, para ser capaz de lembrar de versículos da Bíblia. Estou mergulhada na tradição, mas eu tomei decisões na minha vida adulta sobre a minha própria opinião.(…) Estou preocupada com o interesse nacional. Sobre fazer a coisa certa pelos australianos. E eu vou permitir que as pessoas tenham suas próprias opiniões sobre o que vai conduzir os seus pontos de vista.”

Nunca confiei muito em políticos. Normalmente, eu não os acho dignos de confiança, mas pelo menos ela teve coragem de jogar na cara que não se sente na obrigação de ficar de fingimento só para angariar eleitores. Ela provou que não precisa disso, e se ela é honesta e competente para o cargo, não será sua crença (ou falta dela) que medirá isso. Afinal, deputado crente ladrão é o que não falta por aqui.


Fonte: ABC News

Senadora norte-americana diz que estupro é ato planejado por Deus
No mundo das imagens científicas

Sobre André Carvalho

και γνωσεσθε την αληθειαν και η αληθεια ελευθερωσει υμας

Quer opinar? Ótimo! Mas leia primeiro a nossa Polí­tica de Comentários, para não reclamar depois. Todos os comentários necessitam aprovação para aparecerem. Não gostou? Só lamento!

  • Breno Bernardes

    Uma mulher de PEITO!

  • librarian

    exemplo de honestidade para com suas ideias, parabens.
    desculpe colocar isso aqui mas não pude deixar de lado:

    http://www1.folha.uol.com.br/mundo/759420-papa-cria-orgao-de-combate-a-secularizacao.shtml

    Administrador André respondeu:

    E vc acha que a Congregação para a Doutrina da Fé era o que? Não vi nenhuma novidade.

  • Abbadon

    Politico religioso é nota 10 na escala de politicos em quem NAO CONFIAR.

    Icarus respondeu:

    @Abbadon,

    Impressão minha ou você não vai votar na Marina Silva? :mrgreen:

    hehehe

  • Enquanto isso, aqui no Brasil, o careca conseguiu a proeza de comparar quem não acredita em Deus com quem fuma (http://ateusdobrasil.com.br/1651/). E isso porque ele foi ministro da saúde.

    E em relação ao sociólogo, é tanta merda que ele fez na vida dele, que uma a mais ou uma a menos não faz diferença.

    Joseph K respondeu:

    @Lucho,
    O “careca” não disse isso, foi um “erro” da agência de notícias:
    http://oglobo.globo.com/pais/mat/2010/05/03/correcao-serra-nao-comparou-fumantes-ateus-diz-agencia-rbs-916485902.asp
    http://www.dgabc.com.br/News/5808653/correcao-discurso-de-jose-serra-nao-relaciona-ateus-a-fumantes.aspx

    É interessante como, mesmo depois de explicado, o caso ainda renda comentários na net: mais um exemplo do poder da contra-informação.

    Administrador André respondeu:

    Falar mal do adversário e inventar fofocas é coisa comum entre políticos desde o tempo de Marco Túlio Cícero.

    Rafael respondeu:

    @Lucho, Nem deu tempo de postar os esclarecimentos que os amigos deram acima. Realmente o político que teria dito isso teria sido o Serra, mas a informação foi retificada horas depois.
    Como dizem, a internet é mesmo terra sem lei. Uma vez que a informação se alastra é difícil segurar a onda. Até parece o boato desses dias de que a Fátima Bernardes teria sido barrada pelo Dunga no momento de ir fazer uma exclusiva com a Seleção. Tal fato nunca aconteceu, foi desmentido pela própria!

  • Filho de Belial

    Falando em bancada evangélica que engana os trouxas, quem ouviu falar dos profetas do orkut, que investigam a vida da crentalhada no orkut, para depois fingir adivinhações milagrosas, para impressionar suas preciosas ovelhinhas 😯

    Administrador André respondeu:

    Pronto, começou o desvio de assunto.

  • Lilian Berta

    Minha “ídola” :mrgreen: :mrgreen: :mrgreen: