Os segredos escondidos nos dentões dos conodontes

Você tem todo o direito de achar a Natureza linda, ética e maravilhosa, assim como os vegans, que pulam por jardins verdejantes ao lado de teletubies. Infelizmente, a Natureza está pouco se lixando pro que você acha ou deixa de achar. Sim, claro, todo mundo acha que seres humanos são predadores malvados, só que há 480 milhões de anos havia outro predador malvado, um perfeito psicopata, que saía comendo geral: o conodonte.

Conodontes eram verdadeiros assassinos, com uma estrutura digna de um predador, e com comportamento similar. Análises fósseis nos trazem um vislumbre mais detalhado daqueles dentões malvados, destruidores de bichinhos fofos (ou nem tão fofos asim) nos mares de antigamente.

Continuar lendo “Os segredos escondidos nos dentões dos conodontes”

Raposas dão balé em Darwin usando perfume de pumas

A luta pela vida não é apenas em devorar o mais rápido possível, mas também em não ser jantar pelo maior tempo possível até conseguir gerar descendentes. Evolução é uma corrida da Rainha Vermelha, com o predador evoluindo para ser mais eficiente em matar e a presa evoluindo para ser a mais eficiente em ralar peito na primeira oportunidade.

Um exemplo disso são algumas raposas cinzentas que moram nas montanhas da Califórnia. Elas foram vistas sendo espertinhas o suficiente para se esfregar nas pegadas deixadas por pumas. Para que? Para pegar o cheirinho bão das patas e passarem com uma camuflagem odorífica, de forma a dar um balão nos predadores e sair dali rápido sem serem detectadas.

Continuar lendo “Raposas dão balé em Darwin usando perfume de pumas”

Caracol malvadão parte pra cima do predador e contra-ataca

O processo evolutivo é uma eterna corrida de dois sentidos. Por um lado, o predador mais adaptado em catar seu almoço pega melhor o almoço, fica fortinho e continua vivendo. Já a presa tenta de todo modo dar um jeito de escapar, não virar almoço, e viver mais. Nesse meio-termo, existem as presas que contra-atacam, partindo pra ofensiva em cima dos predadores. Divertido, não? Pois, é, foi isso que pesquisadores notaram com relação a alguns caracóis.

Aqueles cascudos (os caracóis e não os pesquisadores) desenvolveram uma técnica em que balançam suas próprias conchas para atacar seus predadores, que devem ficar com o maior sinal de interrogação na cabeça por causa disso.

Continuar lendo “Caracol malvadão parte pra cima do predador e contra-ataca”

Pesquisa mostra sistema predador-presa em protocélulas

Você deve achar o ser-humano um pulha por ser um predador sádico, que caça suas presas de forma louca e descontrolada. Pensando assim, no mínimo, você nunca saiu de casa e só vê Disney Channel. Predadores e presas existem desde que o mundo é mundo e a primeira molécula começou a competir por recursos.

Interações predador-presa são estudadas até em sistemas celulares, e pesquisadores olham para quando as primeiras protocélulas começaram a apresentar comportamento predatório.

Continuar lendo “Pesquisa mostra sistema predador-presa em protocélulas”

Predadores em perigo, e nem é só por causa de caçadores

Vamos ser honestos: larga maioria das pessoas não gostam de predadores no mundo animal. Costumam vê-los como seres ruins, vilões de desenho animado, criaturas maléficas que devoram bichinhos bonitinhos como o Bambi. Isso levou a uma caçada sem precedentes de lobos, pumas, leões etc. habitats foram destruídos e muitas dessas espécies “malvadinhas” correm risco de extinção.

Uma pesquisa da Universidade do Oregon, EUA, fez um levantamento de como está essa marcha, e a descoberta nada legal é que 24 espécies de predadores estão em declínio, e 17 delas foram confinadas a menos de metade de seus nichos originais. E não, isso ainda não é o pior.

Continuar lendo “Predadores em perigo, e nem é só por causa de caçadores”

Aranhas atacando peixes são mais comuns do que pensam

O bizarro mundo de Hades não cansa de nos surpreender. Algumas pessoas acham que tudo é certinho e ordenado, que as espécies vivem harmoniosamente entre si que nem no desenho do Madagascar. A realidade é que todas as espécies saem na porrada. Há o caso até de aranhas atacando peixes (sim, peixes!), em que já foram observados mais de 80 casos de predação de peixes por aranhas semi-aquáticas.

Agora, pesquisas indicam que isso não é um fenômeno localizado, pelo contrário! Nas margens de fontes de água doce superficial (como rios, lagos, lagoas, pântanos e mangues), há inúmeras evidências de uma grande distribuição geográfica, apresentando ocorrências em todos os continentes, exceto na Antártida, por motivos óbvios.

Continuar lendo “Aranhas atacando peixes são mais comuns do que pensam”

Encontrado fóssil da primeira criatura capaz de enrolar-se em uma pequena bola

Eu gosto de tatus-bola (que pertencem a duas espécies: Tolypeutes tricinctus e Tolypeutes matacus), apesar de preferir as cabritas, já que estas alimentam os seus descendentes. Há muito tempo, cientistas vinham buscando quando começou este lance, mermão, de catar bicho que se enrola, tá ligado? Agora, pelo visto, descobriram qual o mais antigo animal a ter esta capacidade. É um trilobita!

Trilobitas são uma pérola evolutiva. Eles nos trouxeram muitas informações do longínquo período Cambriano. Não que de fato tenha havido alguma explosão de vida, pelo contrário. O problema estava que, tendo corpo mole, sem carapaças, larga maioria dos animais não deixou vestígio de sua passagem.  Com os trilobitas, foi diferente, e não pense que eram pequenos seres cascudos. Já teve até trilobita graúdo, como os que foram encontrados em terras d’além mar.

Continuar lendo “Encontrado fóssil da primeira criatura capaz de enrolar-se em uma pequena bola”

Genética confirma o que todos sabiam: Tigres são máquinas de matar

Tigres são lindos, maravilhosos e praticamente um Exterminador vivendo na selva. Aquela coisa foi feita para duas coisas: 1) Matar; 2) Devorar o que matou. Disso, todo mundo sabe, inclusive quem viu de perto, mas teve pouca chance de explicar às pessoas em maiores detalhes, já que fragmentos de ossos, músculos e demais tecidos não falam.

Pela primeira vez, foi sequenciado genoma do tigre, e mostra como os grandes felinos evoluíram para matar. com extrema eficiência e nem mesmo Sarah Connors conseguiria escapar.

Continuar lendo “Genética confirma o que todos sabiam: Tigres são máquinas de matar”

Estudo comprova que peixe bêbado não tem medo de nada

Eu gosto da Ciência e vocês estão carecas de saber isso. Mas o que eu gosto mesmo é como algumas pesquisas parecem ser bem doidas. Por exemplo, pesquisadoras de Nova York estudam como peixes reagem frente a predadores. Ok, não se espera outra coisa além de saírem correndo. Mas uma coisa causou um diferencial: quando deixavam os peixes encachaçados, eles ficavam mais poderosos.

Não é um primor de pesquisa?

Continuar lendo “Estudo comprova que peixe bêbado não tem medo de nada”

Mundo Ético: Peixe kickboxer ataca e devora pombo

Todos nós sabemos que o mundo é lindo e ético. Vemos a beleza da Mãe Natureza dando mostras de como as espécies vivem em perfeita harmonia. Leões sendo amigos de zebras. Girafas se dando bem com hipopótamos e pinguins unidos em… errr, desculpem; eu me distraí e comecei descrevendo o filme Madagascar. A verdade é que a Natureza não é mãe e sim uma madrasta.

O mundo é tão maluco que o que o ser humano faz por aí é fichinha. Destruir o ambiente? Outras espécies fazem isso tão bem ou melhor que os seres humanos. O melhor é que algumas de nossas concepções (idiotas) vão por água abaixo quando nos deparamos com o fator realidade. Por exemplo, peixes, salvo tubarões e piranhas, normalmente só servem para ir para a panela e morrem silenciosamente como vítimas passivas que são. Alguns pombos parecem não concordar muito com isso.

Continuar lendo “Mundo Ético: Peixe kickboxer ataca e devora pombo”