Ecossexuais: Lhe ajudando a ver que você não e tão tosco assim

O mundo é maluco e você sabe muito bem disso. Não adianta querer tampar o Sol com a peneira, nem tentar suavizar. Çaporra de mundo degringolou de vez, e nem foi por causa da sua tatatataravó gulosa esquizofrênica que dava conversa para cobras falantes.

Pessoal anda tão entrosado com essas maluquices ecochatas que radicalizaram de vez, e não estou falando daqueles hippies loucões que vão pro interior de São Tomé das Letras ver baseado disco voador. Tem gente realmente tentando conhecer o planeta biblicamente.

Achando que transar com um punhado de terra é uma grande sacanagem, esta é a sua SEXTA INSANA!

Continuar lendo “Ecossexuais: Lhe ajudando a ver que você não e tão tosco assim”

Facepalm do dia 2, a missão: Trio elétrico será movido a urina

Estava eu aqui, na paz de Hades, lendo idiotas escrevendo besteira e depois me xingando muito no Twitter enquanto contemplo meus planos de dominação mundial (e checando se meu salário foi depositado), eu recebo dos meus espiões uma notícia deliciosa (é figura de linguagem. Agora eu tenho que ficar explicando isso) do ponto de vista da insanidade ecochata: trio elétrico movido a mijo.

Este é mais um facepalm que eu não resisti de postar logo ao invés de esperar a Sexta Insana.

Continuar lendo “Facepalm do dia 2, a missão: Trio elétrico será movido a urina”

Em São Paulo, sacola biodegradável ofende a Natureza

Paulistas e paulistanos não têm agora pra onde correr. Até hoje os supermercados podiam dar a famosa sacolinha amiga para que os pobres mortais possam levar para casa todas as suas compras. A partir de amanhã, quarta-feira 4 do 4, nada feito. Ema, Ema, Ema, cada um com seu pobrema. Nisso, um acordo foi firmado entre o Ministério Público e os supermercados, que dava 2 meses a todo mundo se enquadrar, e o consumidor que se ralasse. Ninguém consulta a nós, povão. Isso gerou até uma certa doideira, já que nem sacola biodegradável pode ser usada.

Sim, eu sei o que você está pensando: alguém tá levando muita vantagem com isso.

Continuar lendo “Em São Paulo, sacola biodegradável ofende a Natureza”

Escola Eco-Chata será inaugurada no Rio

O que acontece quando se junta políticos e pedagogos? Bem, de início sai o MEC, mas sempre há coisa pior, apesar de nossas preces endereçadas a Minerva. A mania eco-chata diz que tudo tem que ser verde: grama, gafanhoto, o Hulk e, por último, uma escola no Rio de Janeiro, que é pioneira em idiotice ecológica (eu ia falar só "idiotice", mas isso já é mais do que corriqueiro no sistema educacional brasileiro). Lá, os alunos sequer usarão cadernos e sim pendrives. Chics, pero non molto.

Esta é a sua SEXTA INSANA!

Continuar lendo “Escola Eco-Chata será inaugurada no Rio”

26 de março e a Hora da Vergonha Alheia

O mundo é repleto das mais variadas categorias religiosas. Junto com as religiões confessionais e não-confessionais, o mundo pós-moderno nos trouxe outras pragas: o Politicamente Correto, o Veganismo e a onda Eco-Chata. Juntos, eles estão destruindo o mundo (ironia, não?) e nos levarão para o Inferno, onde apenas beberemos águas mágicas, nos vestiremos de branco e economizaremos luz, além de nos matar de trabalhar em prol do próximo, não teremos nada em troca e sem ganhar um centavo por isso. Resumindo, nós iremos morar em Nosso Lar.

26 de março é o dia em que os ativistas de sofá, com seus dedinhos mágicos no interruptor de luz, mostrarão que a humanidade está cada dia mais idiota. Outro dedo estará no c… bem, no computador, soltando suas pérolas de como são foda em economizar luz, enquanto usa baterias que são danosas ao meio ambiente. Está declarada a SEXTA INSANA!

Continuar lendo “26 de março e a Hora da Vergonha Alheia”

Biolamp: A ideia mais estúpida já inventada

Costumo dizer que jornalista falando de Ciência é a mesma coisa que tartaruga tentando costurar. Entretanto, tem algo pior que isso: designers. Eles não só falam besteira, como desenham besteiras e o mundo de idiotas replicam o monte de merda que estes imbecis inventam. Um perfeito exemplo é a tal “Biolamp” (não confundir com sua homônima), inventada por um dizáiner húngaro, que promete revolucionar tudo o que sabemos sobre poluição atmosférica e nos dar ares mais limpos.

Obviamente, eu não tenho nada contra sistemas anti-poluição, mas devemos ter cuidado com as inovações. Uma das frases que eu mais gosto é a do Marcelo Gleiser, que diz “Se sua teoria vai de encontro a todas as leis da Física, você pode estar certo. Se sua teoria viola apenas a Segunda Lei da Termodinâmica, ela estará invariavelmente errada”.

Continuar lendo “Biolamp: A ideia mais estúpida já inventada”

A era do politicamente correto cria histórias para idiotizar crianças

lobo_ovelha.jpgEra uma vez, num reino muito distante, uma série de pessoas imbecis com um plano malévolo: Idiotizar todos os seres da face da Terra. Seu objetivo tinha um modus operandi muito fácil. Bastava acabar com a literatura, trazendo “consciência” às crianças, alterando a realidade de forma tão absurda que faria a propaganda de Goebbels (Godwin? PRESENTE!) parecer fichinha perto das artimanhas diabólicas dessa classe de criaturinhas pérfidas de eco-chatos ensandecidos e vegans estupidificados.

Não me entendam mal (caso entenderem assim, é culpa da capacidade cognitiva de quem está lendo). Eu sei que existe vegans E vegans. Então, não venham encher meu sacrossanto saco com xingamentos. No máximo, ganharão um tópico com o selo “Voz dos Alienados”. Agora nada, NADA, justifica o que alguns débeis mentais andam fazendo, recontando velhas histórias infantis,mas com um arroubo politicamente correto, onde animais carnívoros acabam se tornando dóceis e comendo cenouras! For the sake of Hades, foi só eu sair de viagem um pouco, para o mundo perder o rumo e descarrilar. Este é seu Domingo Insano!

Continuar lendo “A era do politicamente correto cria histórias para idiotizar crianças”

Google ecológico? Onde?

As pessoas acreditam em quaisquer bobagens. E hoje, há a demanda para tudo ser ecológico, sequestrar carbono (isso vale pra carvão e diamantes?), proteger bebês-foca e evitar o buraco na cueca camada de ozônio, mesmo que não haja nenhum buraco lá. A mania eco-chata está de tão modo irritante que aparecem em e-mail, chat(ice), notícias, Orcútes da vida etc e tal. Agora, temos nada mais nada menos que um serviço de busca ecológico, que jura de pés juntinhos que estão melhorando o mundo, cada vez que você faz uma busca na internet. Continuar lendo “Google ecológico? Onde?”