Grandes Nomes da Ciência: Herakleides

O jovem fechou os olhos. Deu seu último suspiro. Seus anos chegam ao fim e aí preparou-se a sua jornada ao outro mundo. Seguindo suas instruções, ele foi bem preparado, bem de acordo com sua classe social, mas com requintes de uma religião que para ele já era antiga.

Passados 2 mil anos, olhamos para o que sobrou desse outrora jovem e podemos entender o que ele queria e como foi feito. Esta é a história da Múmia de Herakleides.

Continuar lendo “Grandes Nomes da Ciência: Herakleides”

Pesquisadores estudam o DNA de antigos egípcios

O Egito é tão fascinante quanto dinossauros. O motivo é o mesmo: eles existiram (exceto se você for fundamentalista). Assim como dinossauros são monstros que efetivamente existiram, egípcios são aquela civilização fodona digna do Conan que existiu e ainda é respeitada até hoje. Sim, mesmo com assírios e babilônios, egípcios são “OS CARAS”.

Claro, por muito que se aprenda sobre o Egito, mais falta a aprender. Por isso, uma equipe internacional resolveu saber mais sobre o segredo escondidos em suas múmias. Eles recuperaram e analisaram o DNA de múmias egípcias que datam de aproximadamente 1400 A.E.C. a 400 E.C.

Continuar lendo “Pesquisadores estudam o DNA de antigos egípcios”

Encontrados machados de 3000 anos na Noruega

Os guerreiros caminham pelo terreno encharcado de sangue do inimigo. Eles deram uma lição àqueles torpes biltres, que ousaram invadir suas terras. Os guerreiros chegam em casa e algo acontece. O que? Não sabemos… Ainda!

Na Noruega foram encontrados num local próximo a uma aldeiazinha vários machados datando mais de 3000 anos, quando homens e dinossauros caminhavam juntos sobre a Terra (pergunte ao seu fundamentalista de estimação). De onde veio aquilo?

Continuar lendo “Encontrados machados de 3000 anos na Noruega”

Descobertas tatuagens escondidas no Homem do Gelo

Otzi é um cara para lá de legal. Ou era, já que morreu faz um bocado de tempo. Pessoal adora cavucar as entranhas dele, ainda mais depois que encontraram bactérias. O mistério do Homem do Gelo vai sendo aos poucos desvendado. Já faz um tempo que encontraram algo muito interessante nele: tatuagens. Não que ele tenha sido de alguma banda heavy metal. Na época dele não tinha essas coisas. As tatuagens tinham outros fins, a maioria deles, religiosos. O que é interessante é que estas podem ser as tatuagens mais velhas que se tem notícia.

Continuar lendo “Descobertas tatuagens escondidas no Homem do Gelo”

Banhos públicos não livraram antigos romanos de parasitas

O grande diferencial do Império Romano para outros reinos, como Cartago – em quem Cipião, o Africano, sugeria que lhe passasse o cerol – foi a vida social dos cidadãos. Grandes banhos públicos garantia que você, pobretão, tomasse banho ao lado de um tribuno. Isso garantia que todo mundo ficava de olho em todo mundo. Eles tinham até privadas públicas, literalmente públicas, com um “troninho” ao lado do outro. Homens e mulheres em papo animado enquanto faziam o número 2.

O problema é que pesquisas recentes mostram que nos banhos públicos se compartilhava de ideias, fofocas e até parasitas.

Continuar lendo “Banhos públicos não livraram antigos romanos de parasitas”

Borobudur: Um passeio pelo centro do Universo budista

Om. Ooooooooooom. Shanti Om. Shaaaaaaanti Shanti Ooooooooooom.

O mistério cerca Borobudur (não confundir com Barad-Ûr). Ninguém sabe com certeza detalhes particulares de sua construção. O que se sabe é que Borobudur, um dos maiores templos budistas do mundo e fascina pela sua imponência, serenidade, espiritualidade e cultura de um povo que já não mais existe, uma cultura de séculos no passado que muito se perdeu nas brumas do tempo.

Eu sei que você está cansado de ir pra Disney, Orlando e Miguel Pereira. Já pensou em Borobudur?

Continuar lendo “Borobudur: Um passeio pelo centro do Universo budista”

As misteriosas luvas-garras peruanas

Há muita coisa que nós não sabemos. Arqueólogos precisam montar cada pecinha de cerâmica mais velha que a sua avozinha para saber o que ela representa (a cerâmica, não a sua avozinha). Cada osso, cada fragmento de madeira, cada pedaço de tecido podem nos dizem muito sobre a civilização local, mas, por vezes, damos de cara com uma parece misteriosa. Algo que nunca se viu antes e tem um formato estranho, jamais visto. Esse é o caso de misteriosas luvas que parecem garras de um urso, encontradas no Peru e datam de 1500 anos. Um pouquinho mais velhas que a sua avozinha.

Continuar lendo “As misteriosas luvas-garras peruanas”

Descobertos vestígios de antiga civilização em Atacama

O deserto de Atacama é um dos lugares mais secos da Terra. Ele está na América do Sul e seu território passa pelo Peru, Bolívia, Argentina e Chile. Normalmente, as pessoas, logo que ouvem "Peru", pensam em Macchu Picchu, aves galiformes ou anatomia masculina. Não é um país rico e, por causa disso, a vida lá é dura; entretanto, a arqueologia lá encontra coisas maravilhosas e não estamos falando dos edifícios, mas de outra civilização. Uma comunidade agrícola parece ter vivido lá pelas bandas do Atacama, entre os séculos IV e VII da Era Comum.

Quem eram e o que faziam por ali? É o que cientistas procuram entender.

Continuar lendo “Descobertos vestígios de antiga civilização em Atacama”

Testes apontam que crânio cabeçudo era de ET. Senta lá, Elliot

O problema de conspiracionistas ensandecidos é terem problemas de ordem genômica, como se faltando alguns cromossomos. Junte-se isso ao público médio do Facebook e temos a receita do desastre.

Agora, um exame de DNA mitocondrial mostrou que os crânios alongados encontrados em Paracas, no Peru, não são deste mundo. São alienígenas, neflins e o fantasma da sua sogra. Isso prova que não estamos sós? Que alienígenas estão entre nós? ET Bilu latino? O Coringa matará a dupla dinâmica? Não percam as sensacionais revelações a partir do próximo bat-parágrafo!

Continuar lendo “Testes apontam que crânio cabeçudo era de ET. Senta lá, Elliot”