A Ida do Homem à Lua – Resposta aos idiotas

Ontem foi um dia muito legal. Num papo no twitter, resolvemos acabar com estas besteiras de que alegam ser “questionamentos”!, mas que não passa de diarreia mental, criticando a ida do Homem à Lua. Normalmente, aquelas xaropadas de sempre, que estamos cansados de rebater. Não porque realmente queremos explicar a estes retardados, mas para falar com pessoas que buscam informação. Então, o Sérgio do Space Today, o Lito do Aviões e Música, o Cardoso do Contraditorium e o Junior Miranda, do Homem do Espaço resolveram fazer uma live para conversar sobre o assunto.

Ah, sim. Algum psicopata achou que estes cavalheiros precisavam de alguém manso e puro de coração. Como não encontraram, chamaram a mim, que cheguei dizendo que eu ia falar mal dos imbecis. Perdeu a live? Não final, você poderá vê-la agora.

Continuar lendo “A Ida do Homem à Lua – Resposta aos idiotas”

NASA pesquisa como dar um jeito na radiação marciana antes de levar astronautas pra lá

Uma das bobagens mais densamente replicadas é que o Homem não pôde ir à Lua por causa do Cinturão de Van Allen, já que a radiação lá tostaria qualquer um. Obviamente, isso é de uma estupidez galopante e eu explico isso em meu vídeo. Claro, a radiação está lá, mas cientistas são um pouquinho mais espertos que um idiota que cursou um tosco Ensino Médio em colégio público de periferia, mas que se acha esperto porque viu um vídeo no YouTube. E se um vídeo no YouTube prova alguma coisa, o meu também serve como parâmetro e terá que ser aceito.

De qualquer forma, indo para Marte haverá bem mais radiação. Sendo assim, o que a NASA busca é minimizar (ou anular completamente, de preferência) os seus efeitos. Continuar lendo “NASA pesquisa como dar um jeito na radiação marciana antes de levar astronautas pra lá”

Os 50 anos de uma tragédia da Era Espacial

“Era uma vez um homem que teve um sonho: Ir até alua, colocar os pés lá e voltar em segurança”. Isso até podia ser início de algum seriado dos anos 80 (bem, quase isso), mas foi Kennedy, não por amor à Ciência ou ao espírito aventureiro, mas para mostrar pros soviéticos que se eles podiam mandar o Homem à Lua, eles podiam meter um ICBM no meio do Kremlin quando quisesse.

Assim começou o Projeto Apollo, mas nada é como nos filmes. Ninguém tem um insight genial que salva tudo de uma hora para outra. Às vezes merdas acontecem, e a tribulação da Apollo 1 foi testemunha disso.

Continuar lendo “Os 50 anos de uma tragédia da Era Espacial”

Pesquisa aponta que astronautas também sofrem com sérios problemas de coluna

O Espaço Sideral é maravilhoso. Ou seria, se não fosse a falta de oxigênio e pressão atmosférica, microgravidade, temperaturas próximas ao zero absoluto ou muito quentes, dependendo se você está virado pro Sol ou não, raios cósmicos que farão muita coisa com o seu DNA, menos lhe dar poderes fantásticos, meteoritos do tamanho de um grão de areia “voando” a 30 mil km/h… enfim, o Espaço te odeia e fará tudo para acabar com o seu dia. Podiam chamar de “Sogra Sideral” que seria a mesma coisa.

Se desgraça pouca é bobagem e queijo, em francês, é fromage, pesquisadores mostram como astronautas são extremamente sujeitos a terem problemas de coluna. Show, né?

Continuar lendo “Pesquisa aponta que astronautas também sofrem com sérios problemas de coluna”

Meu mundo visto de dentro de uma bolha

A GoPro é a câmera preferida do pessoal que faz filmagem de esportes radicais. Pendura-se no peito, no capacete, na lateral de um carro e é só partir pra filmagem. Lindo, mas que tal explorarmos nossos sentidos, ver o mundo de outra maneira, que nossos olhos não possam ver? Que tal o mundo visto de dentro de uma bolha de água?

Como tem coisas que só astronautas, missões espaciais e microgravidade podem fazer por você, bem, é isso o que você pode ter!

Continuar lendo “Meu mundo visto de dentro de uma bolha”

Marte é o primeiro Cybertron

Na noite da última terça-feira (23/09), a Índia conseguiu DE PRIMEIRA colocar uma sonda em órbita de Marte. A Índia, com todos os seus problemas sociais (na maioria das vezes causados pelos seus sistemas de castas e sua religião meio esquisitona) consegue algo fantástico. O Brasil? Infelizmente, não conseguimos construir um foguete (coisa que a Alemanha fez na década de 1940) nem colocar um satélite em órbita (coisa que a URSS fez em 1958).

Há algo inusitado nisso (não o fato do Brasil não fazer nada. Lembrem-se: o brasileiro médio odeia Ciência). Mas o fato de Marte ser o primeiro planeta inteiramente povoado por robôs. Marte é Cybertron.

Continuar lendo “Marte é o primeiro Cybertron”

Como melhorar as caminhadas espaciais?

Uma das maiores conquistas da humanidade foi, sem dúvida, a nossa chegada em outro mundo. Quando saímos de nossa querida Mãe-Terra e chegamos na Prima-Lua, nós ultrapassamos todas as fronteiras e inauguramos novas, e uma delas é a que nos separar do restante do Universo, mediante nossa ridícula existência em termos de morfologia e fisiologia. Não podemos viver no espaço sem ajuda. Fim.

Quando chegamos lá, vimos o quanto somos desajeitados em um ambiente diferente do nosso. Nossas limitações já não eram muito limitadas e com os trajes espaciais limitaram-nos mais ainda, ampliando as limitações que acabaram se mostrando ilimitadas. Agora, a NASA estuda como é o movimento dos astronautas na Lua e, claro, como melhorar isso.

Continuar lendo “Como melhorar as caminhadas espaciais?”

Como é o sono dos astronautas?

Eu diria que deve se uma bela porcaria, mas não sou profissional dessa área, então, minhas opiniões têm pouca relevância. Como eu não sou médico nem trabalho em Harvard, só posso trazer o trabalho de pesquisadores que apontam que astronautas vivem em alto stress e possuem graves níveis de privação de sono, o que fatalmente pode ser fatal, ou bem desagradável, colocando a vida de todos os tripulantes em perigo.

Em resumo, o sono dos astronautas é uma bela porcaria!

Continuar lendo “Como é o sono dos astronautas?”

Como voar sem gravidade (ou quase nada de gravidade)

Um dos artigos que mais gostei (dentre uma saraivada deles), é o da Kate Upton em microgravidade. Aliás, não foi só eu. Muita gente adorou o artigo, ao ponto até de "se inspirar" nele. O voo parabólico é uma das coisas mais maneiras que existem e não é coisa recente. Ele sempre foi usado para o treinamento de astronautas, mesmo quando ainda não havia efetivamente astronautas, mas sem ele não haveriam astronautas.

Imaginem o seguinte: se hoje o treinamento para um astronauta é rígido, como seria o treinamento para o início dos anos 1960, quando Kennedy lançou a corrida espacial (que, DE FATO, os EUA chegaram atrasados em tudo, e só foram primeiro à Lua, porque a URSS nunca teve intenção de mandar ninguém pra lá). Entre testes de paraquedas, quedas e ações centrífugas, como seria o comportamento de seres vivos em ambientes com microgravidade (NÃO É GRAVIDADE ZERO!!!!!)?

Só o LIVRO DOS PORQUÊS para nos explicar.

Continuar lendo “Como voar sem gravidade (ou quase nada de gravidade)”

Substância promete fazer astronautas hibernarem em viagens longas

Não conheço um autor de ficção científica que não use o método de hibernação para astronautas em suas histórias. Desde Alien – o 8º Passageiro até Eclipse Mortal, passando pelo Fim da Infância, de Arthur Clarke, entre muitas outras obras, usam esse artifício. Mas por quê?

O Universo é vasto, muito vasto. Uma nave espacial não teria como cruzá-lo. Buracos de Verme são apenas uma suposição, ou seja, aqueles “atalhos” que ligam diferentes partes do Universo. Naves, como nós concebemos HOJE (frisem bem esse “hoje”), não podem viajar em velocidade Warp me Einstein é implacável nisso: NADA pode viajar à velocidade da luz, a não ser a própria luz. Sendo assim, para uma possível colonização espacial, a Ciência caminha lado-a-lado com a Ficção (ou será vice-versa?).

Cientistas estão testando se seria possível colocar astronautas em animação suspensa, de modo que “acordem” quando chegarem ao seu destino. Maluquice? Pode er. Assim como um navio andando debaixo d’água era algo inconcebíbel no tempo de Leonardo DaVinci ou o homem sair da Terra, caminhar na lua e voltar para contar a história… Continuar lendo “Substância promete fazer astronautas hibernarem em viagens longas”