O país maravilhoso

Imagine um país maravilhoso onde existem belas praias, belas mulheres, montanhas, a Amazônia e recursos naturais de darem inveja a qualquer outro país do mundo. Some isso a ausência de terremotos, furacões e tsunamis e com um clima quente.

Não, não descrevo o jardim do Éden nem uma planície de algum planeta distante no sistema solar de Zartax II. Falo de um país bem pertinho de você: o Brasil.

Num país como esse é de se surpreender que exista sofrimento, desigualdade social e a grande dependência de outros países no mundo, mas surpreendentemente isso acontece.

Diz a lenda que quando Deus estava criando os países, um anjo questionou sobre as verdadeiras intenções Dele ao criar o Brasil. O anjo perguntara se o povo que ali viveria não teria capacidade de monopolizar o mundo, já que esses recursos naturais poderiam ser muito bem explorados pelo povo.

Deus, por sua vez sorriu e disse para o anjo que não se preocupasse, pois iria colocar um povo tão ímpar que jamais iria conseguir dominar o mundo.  – Outra lenda diz que Deus estaria tentando provar que Darwin estava errado e que a evolução era uma piada, mostrando que os brasileiros, um dia, evoluiriam para uma civilização de educados e simpáticos macacos.

Sinceramente acho que os brasileiros descendem de  Leopold von Sacher-Masoch e analisando os governantes que os Brasileiros escolhem não é de se surpreender com essa afirmação. Ou então o povo é burro mesmo.

Claro que muitas pessoas vão querer argumentar com tais afirmações, mas vamos ver como é que estamos no Brasil em 2012.

Até agora já arrecadamos quase 100 bilhões de reais. Isso dá pra pagar o salário mínimo para quase todos os brasileiros vivos – e olha que nem chegamos no fim de Janeiro. Dá pra construir 2 mil hospitais com 31 mil metros quadrados de área construída ou ainda fornecer quase 75 milhões de bolsas-família. Pra você ter uma ideia, cada habitante do Brasil pagou R$ 515,00 reais em impostos.  Até o fim do mês esse valor pode chegar a 800 reais (exatamente a renda média do Brasileiro: R$ 800,00 na maior parte do país).

Claro que o governo tem muitos gastos, por exemplo, um salário de um Ministro no Superior Tribunal Federal é de R$ 26.700,00 e é pouco. O governo precisa aumentar em 20% esse salário para cobrir as perdas dos ministros. Dá pra comprar um Chevrolet Celta por mês e se os impostos fossem menores, dava pra comprar um VW Golf, mas se você não quiser um Celta, pode comprar uma moto Honda CG 125 por mês  – e jogar fora quando você enjoa dela; dá até pra comprar um iPhone 4s na Apple Brasil.

O teto de um salário significa que o máximo que um determinado órgão pode pagar e isso é definido naquele livrão que dá um monte de conselhos pro povo, mas que ninguém entende e interpreta errado: A Constituição. (achou que era a bíblia?).

A constituição define que o salário máximo de um servidor público deve ser igual ao salário dos ministros, mas acontece que nosso desgoverno pagava para quase 500 servidores um salário ainda maior e só essa sobra custa aos cofres uns R$ 3.000.000 por ano – isso foi só no Senado.

A um salário de R$ 1.000,00 – que é pouco –  daria pra se contratar 3.000 professores só com a grana que era desperdiçada com esse pequeno errinho de calculo.

Quando eu falo dos nossos impostos, geralmente eu cometo o erro de falar que nós somos mais ricos do que os americanos, comparando preços de coisas desnecessárias: Carros, Computadores, Video Games e outras coisas. Bem, você pode viver sem carro, sem computador ou sem vídeo game, mas você sabe quanto a gente paga de impostos na comida?

Viva sem comida!

Mas Guz, isso é culpa dos políticos, não é minha! Eu sou um cidadão de classe-média!

Pois é, eu sei. Mas você é quem banca tudo isso. E o pior: você causa tudo isso!

Veja bem, você é aquele cara que estaciona em vagas para deficientes. Você é o cara que dá um jeitinho pra burlar a Lei Seca; Você dá uma graninha pro guarda não te multar; Você rouba bala nas lojas americanas.

O pobre líder comunitário que vive na favela, na primeira oportunidade tenta levar vantagem nas costas dos próprios moradores da favela, vendendo as casas doadas/vendidas pelo Governo Brasileiro. E ao invés de distribuir a grana para o pessoal da favela, o cara comprou uma casinha de 350 mil reais e vários carros.

Claro, a culpa não é do PT. A culpa é sua, caro amigo, que senta a bunda na cadeira, reclama da vida e hipocritamente fica chocado cada vez que uma notícia sobre corrupção é publicada.

Certa está a Luiza, que desistiu do Brasil e foi lá pro Canadá.

4 comentários em “O país maravilhoso

  1. Fazer o que, o povo acha política é inútil e vota em qualquer imbecil que aparece e foda-se o que ele fizer depois

  2. Fiz uma conta besta e que deve facilmente ser refutada:

    O benefício máximo do Bolsa Família é (ou era) de R$ 240,00.

    Cada família, que tenha uma renda de R$ 1.000,00, paga em impostos diretos em seu consumo até 30% de sua renda (Estou sendo generoso e falando na cesta básica).

    Ou seja, quem sustenta o Bolsa Família são os próprios beneficiados, apenas recebendo de volta o imposto que pagaram ao consumir.

Deixe um comentário, mas lembre-se que ele precisa ser aprovado para aparecer.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s