Governo Lula. Real ou Ilusão?

Infelizmente muitos dos nossos Brasileiros ainda não percebeu, não teve consciência ou finge que não vê o que realmente acontece com nosso Brasil, são iludidos pela farsa do Governo Lula e pela farsa das bolsas e sentem a falsa sensação de que nosso atual presidente salvou o Brasil sozinho dos terríveis governos de direita.

A verdade é que o nosso atual presidente não fez quase nada pelo Brasil, apenas continuou o legado de FHC com uma grande quantidade de Marketing.

A SORTE ECONÔMICA:

Como céticos vocês não devem acreditar em sorte, mas é ela a responsável pelo grande sucesso de Lula na economia.

Com a economia em processo de estabilização desde 1994, o Brasil sofreu muito com as crises durante o governo FHC, afinal, qualquer economia que esteja enfrentando esse processo está sujeita a instabilidade.

Talvez Deus esteja do lado do nosso presidente. Vejam o quadro das crises mundiais desde 1990:

Efeito Tequila 1994, uma Crise no México causou reflexos na economia de toda a américa latina

A Crise Asiática de 1997 atingiu o Brasil em cheio. Quem não lembra da tal Crise nos tigres asiáticos?

Em 1998, a Crise da Rússia e do Brasil (ainda afetado pela de 1997) forçou o FHC a pedir socorro para o FMI e a privatizar metade do Brasil. Melhor do que tirar a grana da poupança dos Brasileiros? Sim, afinal, a gente já conhecia o Plano Collor e seus resultados.

Em 1999 o Estouro da Bolha da Internet causou um efeito dominó entre as bolsas de todo o mundo. Na época NASDAQ caiu quase 10% e a BOVESPA 4,5%.

Em 2001, mais precisamente em 11/09, os ataques terroristas derrubaram as bolsas de todo o mundo começando pelos Estados Unidos e para piorar, o chamado Efeito Tango na Argentina também afetou o Brasil.

Em 2002, O Brasil ainda sentia os efeitos da crise, quando o Governo Lula começou, mas, como eu já disse, alguém lá em cima gosta muito dele e permitiu que ele governasse até 2007 sem nenhuma crise econômica.

Em 2009 tivemos a grande crise econômica mundial, lá nos EUA, que quase não afetou o Brasil. Os motivos? Simples: O Governo tinha reservas suficientes para bancar a crise,graças aos altos impostos que nós pagamos.

Como o Governo conteve a Crise? Simples! Baixou UM dos impostos (no caso o IPI) para segurar o Brasil nos trilhos. Como em todos os produtos a alíquota do IPI é relativamente alta o preço final ao consumidor caiu feito a equipe técnica do Flamengo e com o preço lá em baixo, o consumo aumentou e o Brasil quase não sentiu os efeitos da crise.

O negócio é que não houve mérito nenhum do nosso governo na atual condição econômica do Brasil. Pelo contrário! Se ao invés de fazer bolsa família com o couro da classe média o Governo Lula tivesse abaixado gradualmente nossos impostos, hoje talvez não fosse necessária a aplicação de tal programa social.

Escândalos e a Política do EU NÃO SABIA:

Entre 2003 e 2007 o Governo Lula protagonizou 105 escândalos dos mais variados gêneros (confira lista aqui). Nenhum protagonizando o presidente, mas sempre pegando pessoas próximas ao Presidente, como a Ministra da Casa Civil Erenice Guerra (auxiliar de Dilma) entre outros. A Veja inclusive elaborou um infográfico com eles.

Dentre eles eu destaco:

“Mil cairão ao teu lado, e dez mil à tua direita, mas não chegará a ti.”

Salmo 91, Versículo 7

Durante o Governo FHC houveram 45 escândalos que marcaram o Governo, só para uma base de comparação.

Direita ou esquerda – A Coerência?

Quando Lula foi eleito, o eleitor dele esperava uma revolução política no Brasil. Era a vez do povo estar no poder, mas ao invés disso foi mais fácil se “corromper” aos poderes da Direita.

É muito fácil dar uma de Plínio Arruda e falar que vai fazer tudo para melhorar o Brasil. Levy Fidelix quer implantar o Aero trem, e o Lula queria trazer o povo para o Poder, mas isso aconteceu?

NÃO.

O que acontece é que o Governo Lula deu uma nova roupagem ao Governo Fernando Henrique Cardoso. FHC + MARKETING + ESCÂNDALOS = GOVERNO LULA.

Lembram o que Lula prometeu, ainda em 2002?

  1. FIM DA CPMF.
  2. crescimento econômico de 5% a 7% ao Ano, mas segundo o FMI, a média foi de 3,3% nos últimos 10 anos.
  3. Fome Zero. What? Ainda vemos muita pobreza no Brasil. Fome Zero não serviu pra muita coisa
  4. Reforma Agrária.

Falando em Promessas, preste atenção no que ele fala sobre os impostos no vídeo abaixo:

E em 2010, o que ele fala sobre os nossos impostos:

image

Coerência?

E enquanto isso, o povo brasileiro vai votando com o Slogan:

87 comentários em “Governo Lula. Real ou Ilusão?

  1. Boa noite!

    Um texto muito bem escrito, mas é uma pena que seja tão simplório.

    Primeiramente vamos falar de economia – Eu não sabia se ria ou se ou lamentava quando li algo escrito como:

    “Como céticos vocês não devem acreditar em sorte, mas é ela a responsável pelo grande sucesso de Lula na economia.”

    Bom, sem desviar o assunto falando dessa tal “SORTE” (que na verdade não passa de uma superstição tola e uma desculpa para fracassados), neste trecho você mesmo admitiu o sucesso economico do governo Lula.
    Frente a isto considero dispensável qualquer comentário.

    Então vamos falar de assistencialismo – Creio que este não seja um assunto que você tenha muito conhecimento (pra não dizer que você não sabe nada a respeito), portanto vou tentar ser breve e claro analisando seu comentário quanto ao Programa Bolsa Familia:

    “Pelo contrário! Se ao invés de fazer bolsa família com o couro da classe média o Governo Lula tivesse abaixado gradualmente nossos impostos, hoje talvez não fosse necessária a aplicação de tal programa social.”

    Me diga: como você mataria a fome de familias abaixo da linha da pobreza, sem instrução profissional e sem renda alguma abaixando gradualmente os impostos e sem a aplicação de algum Programa Social (em 8 anos)?
    Como você daria apenas Educação e Saneamento Básico a essa familias, enquanto elas não tem nada o que comer? De que vale essas propostas que só são eficientes a longo prazo se a fome está presente em nosso pais aqui e agora?
    São perguntas das quais ainda não obtive respostas convincentes, e creio que não as terei tão cedo.
    É fato que o investimento em Educação, Saúde, Segurança, Saneamento, etc. é muito importante para o desenvolvimento de nosso pais, porém devemos nos concientizar de que existem problemas maiores que necessitam de prioridade dentro de qualquer processo de desenvolvimento, que é o caso da fome e da miséria.
    O Brasil precisa melhorar em muitos aspectos, e sempre vai precisar, independente do governo (quanto mais crescemos, mais almejamos crescer). Mas não vou entrar em outros méritos relacionados ao governo Lula, (que comprovadamente fez nosso país crescer, e muito) apenas foquei alguns equivocos cometidos no texto acima.

    Abraço

    André Moraes

    1. Bom, sem desviar o assunto falando dessa tal “SORTE” (que na verdade não passa de uma superstição tola e uma desculpa para fracassados), neste trecho você mesmo admitiu o sucesso economico do governo Lula.
      Frente a isto considero dispensável qualquer comentário.

      Uma pergunta: Quando vc fala em sucesso ecoonômio, fala de redução de impostos e exclusão de taxações não mais necessárias, de forma que o governo está com as contas equilibradas e pune com rigor sonegadores?

      Me diga: como você mataria a fome de familias abaixo da linha da pobreza, sem instrução profissional e sem renda alguma abaixando gradualmente os impostos e sem a aplicação de algum Programa Social (em 8 anos)?

      Melhorando a educação e qualificação profissional, dando condições de higiene e saneamento básico, o que geraria empregos e postos de trabalho, sem deixar de investir em escolas de ensino fundamental e médio. O Bolsa Família não resolveu o problema de ninguém. fato. E eu te desafio a mostrar dados do IBGE que mostrem que eu estou errado.

      Como você daria apenas Educação e Saneamento Básico a essa familias, enquanto elas não tem nada o que comer?

      Fazendo com que haja menos desperdício. Ajudando na melhoria da tecnologia agrícola, fazendo com que a população rural não venha para a cidade, onde certamente passarão fome, e propiciando sua própria lavoura de subsistência.

      Chega ou quer mais?

      São perguntas das quais ainda não obtive respostas convincentes

      Talvez porque ninguém lhe ache tão importante a fim de ser convencido. Acontece, cara. Mas os fatos não desaparecerão porque vc quer que eles não existam. O Bolsa Família erradicou a fome, de acordo com a promessa luliana de 8 anos atrás? Não. Ponto final neste assunto.

      É fato que o investimento em Educação, Saúde, Segurança, Saneamento, etc. é muito importante para o desenvolvimento de nosso pais, porém devemos nos concientizar de que existem problemas maiores que necessitam de prioridade dentro de qualquer processo de desenvolvimento, que é o caso da fome e da miséria.

      Se vc estudsasse um pouquinho, saberia que o MCT teve um corte severo. É a pesquisa científica que promove saúde e novas tecnologias. Dar comidinha hoje resolve o problema hoje, mas amanhã a fome vai bater à porta. E eu nem toquei no assunto desvio de verbas e manipulação eleitoreira, onde em vários municípios o pessoal pobre não viu 10 centavos do bolsa-esmola.

      Agora, me passe os dados que pedi.

      Mas não vou entrar em outros méritos relacionados ao governo Lula, (que comprovadamente fez nosso país crescer, e muito) apenas foquei alguns equivocos cometidos no texto acima.

      Ahan. Claro, claro. Por favor, em que pé está a Previdência social, por gentileza? Onde estão os contratos estrangeiros com a EMBRAER? Onde está a venda de tecnologia por parte da Petrobrás? Onde está a nossa autossuficiência de petróleo? Quanto está a cesta básica, mesmo? Qual foi o aumento do funcionalismo público federal? O país cresceu tanto que ainda é preciso bolsa-esmola.

      Beleza, vc resolveu acreditar no Lula. tem gente que acredita em Jesus e em outros messias barbudos. No final, são só mitos espalhados por seus defensores.

      1. “Uma pergunta: Quando vc fala em sucesso ecoonômio, fala de redução de impostos e exclusão de taxações não mais necessárias, de forma que o governo está com as contas equilibradas e pune com rigor sonegadores?”

        De fato “sucesso” não seria a palavra realmente correta para definir o que foi feito pelo governo Lula, pois ainda há muito o que mudar e melhorar, eu chamaria de “avanço” economico, pois quando Lula recebeu o país quebrado das mãos do FHC com inflação rodando a 30% ao ano, a divida externa crescendo a 6,5% ao ano e com as exportações crescendo apenas 4,5% ao ano, ele alavancou esses números de forma que no primeiro ano de seu mandato o equilibrio economico já se tornava evidente. De lá pra cá a economia foi passando por processos graduativos de forma que nem mesmo a crise que abalou boa parte dos países do mundo teve tanto efeito no Brasil, visto que a redução tributária aplicada para bloquear o efeito agiu como fora esperado.

        “Melhorando a educação e qualificação profissional, dando condições de higiene e saneamento básico, o que geraria empregos e postos de trabalho, sem deixar de investir em escolas de ensino fundamental e médio. O Bolsa Família não resolveu o problema de ninguém. fato. E eu te desafio a mostrar dados do IBGE que mostrem que eu estou errado.”

        De fato não discordo de você com relação aos investimentos nessas áreas, pois este é o caminho para que no futuro o nosso país acabe de vez com a desigualdade social e a miséria de forma que todos tenham oportunidades e dignidade. Porém, o questionamento que fiz foi outro – o que você faria para suprir a necessidade das familias que hoje no Brasil estão em estado de miséria a margem da fome? Como disse, os investimentos nas áreas que você citou são necessários e extremamente eficientes, mas o resultado disso viria após um certo espaço de tempo (que provavelmente não será pouco). Quais a medidas a serem tomadas neste espaço de tempo?
        Quando defendo as Politicas Públicas exercidas através dos Programas Sociais, não estou dizendo que as demais áreas são menos importantes, muito pelo contrário, essa parte assistencialista serve para remediar temporariamente uma situação que sabemos que não será resolvida da noite pro dia, todavia a mesma não deixa de ser necessária.

        “Fazendo com que haja menos desperdício. Ajudando na melhoria da tecnologia agrícola, fazendo com que a população rural não venha para a cidade, onde certamente passarão fome, e propiciando sua própria lavoura de subsistência.
        Chega ou quer mais?”

        Tudo isso é muito bonito mas parece mais promessas de véspera de eleições. Todos sabemos o que tem de ser feito, mas a questão é como isso pode ser feito.
        Quero mais!

        “Talvez porque ninguém lhe ache tão importante a fim de ser convencido. Acontece, cara. Mas os fatos não desaparecerão porque vc quer que eles não existam. O Bolsa Família erradicou a fome, de acordo com a promessa luliana de 8 anos atrás? Não. Ponto final neste assunto.”

        Pelo visto você me conhece muito bem…

        De fato o Bolsa Familia não atingiu o que fora prometido, (Cite algum politico que conseguiu cumprir tudo aquilo que prometeu) mas não podemos negar o impacto que este programa teve em nosso pais, tanto na erradicação da fome quanto na inserção de crianças na escola e diminuição do trabalho infantil.
        A fome não foi erradicada em sua totalidade, mas muitas familias no Brasil hoje tem o que comer e até sairam da situação de miséria. Isto já é uma grande vitória.

        “Se vc estudsasse um pouquinho, saberia que o MCT teve um corte severo. É a pesquisa científica que promove saúde e novas tecnologias. Dar comidinha hoje resolve o problema hoje, mas amanhã a fome vai bater à porta. E eu nem toquei no assunto desvio de verbas e manipulação eleitoreira, onde em vários municípios o pessoal pobre não viu 10 centavos do bolsa-esmola.”

        Tá bem, vou seguir seu conselho e estudar um pouquinho…

        Não discordo de você com relação a importancia das pesquisas cientificas, mas acredito que esse corte não tenha sido um reflexo das Politicas Sociais. Ou tenha ?
        E se não dermos a “comidinha” hoje, amanhã não haverá porta pra fome bater.

        “Ahan. Claro, claro. Por favor, em que pé está a Previdência social, por gentileza? Onde estão os contratos estrangeiros com a EMBRAER? Onde está a venda de tecnologia por parte da Petrobrás? Onde está a nossa autossuficiência de petróleo? Quanto está a cesta básica, mesmo? Qual foi o aumento do funcionalismo público federal? O país cresceu tanto que ainda é preciso bolsa-esmola.”

        Chega a ser irônico encontrar tanta utopia num site ceticista.
        Faça uma pesquisa comparativa com os questionamentos que você fez entre o governo FHC e o governo Lula. Veja os resultados.
        Se você espera que um Presidente estale os dedos e resolva todos os problemas de nosso país, então acredito que seja mais fácil você esperar o messias voltar, assim suas possibilidades serão bem maiores.

        P.S.: Para esclarecimento, não sou partidario, nem fanatico politico, nem “Lulista” ou qualquer coisa semelhante. Apenas reconheço que o governo Lula está bem a frente dos demais que um dia governaram esse pais.

        André Moraes

        1. De fato “sucesso” não seria a palavra realmente correta para definir o que foi feito pelo governo Lula

          Como aumentar impostos, fechar os olhos para a torpe sonegação e a corrupção, usar a máquina pública para eleger sua sucessora, tentar impor a lei da mordaça, expulsar jornalistas como numa republiqueta vagabunda, esbravejar contra aqueles que apontam o monte de merda neste governo etc?

          pois ainda há muito o que mudar e melhorar, eu chamaria de “avanço” economico, pois quando Lula recebeu o país quebrado das mãos do FHC com inflação rodando a 30% ao ano, a divida externa crescendo a 6,5% ao ano e com as exportações crescendo apenas 4,5% ao ano

          Deixe-me ver… Ele disse que ia acabar com a CPMF e assim que assumiu brigou até não poder mais para ela não ser extinta. O poaís estava quebrado? Onde? Fontes isentas, por gentileza.

          ele alavancou esses números de forma que no primeiro ano de seu mandato o equilibrio economico já se tornava evidente.

          O equilíbrio econômico já era uma realidade perante o que acontecia ao mundo. Isso feza a carga tributária ser reduzida? Não, claro que não. Isso fez investir em ciência e trecnologia? Não. Melhorou a máquina estatal? Tb ninguém viu isso. Só os defensores.

          De lá pra cá a economia foi passando por processos graduativos de forma que nem mesmo a crise que abalou boa parte dos países do mundo teve tanto efeito no Brasil, visto que a redução tributária aplicada para bloquear o efeito agiu como fora esperado.

          QUAL redução tributária?

          De fato não discordo de você com relação aos investimentos nessas áreas, pois este é o caminho para que no futuro o nosso país acabe de vez com a desigualdade social e a miséria de forma que todos tenham oportunidades e dignidade.

          Seu presidente analfabeto teve 8 anos e não fez nada disso. Esperemos que não haja uma próxima tentativa, pois ele continuará NÃO FAZENDO.

          Porém, o questionamento que fiz foi outro – o que você faria para suprir a necessidade das familias que hoje no Brasil estão em estado de miséria a margem da fome?

          Se vc n]ão fosse analfabeto funcional, teria lido o que escrevi. É um planejamento a longo prazo que sequer começou. 8 anos, nmada foi feito e o PNAD mostrou bem a merda que o país se encontra, a ponto de empresas como a Apple rir de nossa cara, quando Steve Jobs se recusou a montar uma retail store aqui por chamar nossa tributação de maluca, e o presidente da Intel ridicularizar o SEU presidente ao dizer que ele era desinformado por não saber porque as coisas aqui eram caras. Bem, o próprio aliado do seu presidente, que namora com ditadores, ridicularizou-o perante o mundo dizendo que ele não sabia das leis do Irã.

          Como disse, os investimentos nas áreas que você citou são necessários e extremamente eficientes, mas o resultado disso viria após um certo espaço de tempo (que provavelmente não será pouco).

          8 anos?

          Quais a medidas a serem tomadas neste espaço de tempo?

          Analfabetismo funcional. Se vc acha que impdir desperdício de comida é algo a longo prazo, vc não mora no Brasil, com suas estradas péssimamente conservadas, grãos pelo meio do caminho, o CEASA e o CEAGESP jogando comida fora e o pequeno emédio agricultor sem ter condição de negociar suas produções. Que tal votar a lei de grandes fortunas que rola no Senado desde que o Fernando Henrique era senador? Aliás, é dele esta lei. Dar bolsa-família não resolveu problema de ninguém.

          Quando defendo as Politicas Públicas exercidas através dos Programas Sociais, não estou dizendo que as demais áreas são menos importantes, muito pelo contrário, essa parte assistencialista serve para remediar temporariamente uma situação que sabemos que não será resolvida da noite pro dia, todavia a mesma não deixa de ser necessária.

          8 anos. O que se resolveu? Nada. Investimentos? nenhum. nem esta desculpa do “é momentâneo até resolver as outras coisas” serviu.

          Tudo isso é muito bonito mas parece mais promessas de véspera de eleições. Todos sabemos o que tem de ser feito, mas a questão é como isso pode ser feito.
          Quero mais!

          Não, não quer. Vc se contentou com um ridículo bolsa família e fechou os olhos pros 8 anos de inatividade do presidente que nunca sabe de nada e só soube defender corruptos que saem do país com dinheiro na cueca. Preciso lembrar do caso do filhinho dele ou vc sabe usar o google?

          Pelo visto você me conhece muito bem…

          Res ipsa loquitor. As suas palavras falam por si mesmas. Não vi vc me refutar em nenhuma linha.

          De fato o Bolsa Familia não atingiu o que fora prometido

          Fim da linha então. Foi um engodo, simplesmente. O restante do blábláblá é diospensável, por não ter fontes que embasem seus argumentos vazios. Sorry.

          Tá bem, vou seguir seu conselho e estudar um pouquinho…

          Faz bem. O tempo que vc fixou defendendo seu presidente incompetente, deveria ter estudado antes

          Chega a ser irônico encontrar tanta utopia num site ceticista.

          Vc vive num mundo de ilusão que o Brasil é maravilhoso e resolvemos problemas e eu estou no mundo da utopia? Faz o seguinte, chame um adulto para debater comigo.

          Faça uma pesquisa comparativa com os questionamentos que você fez entre o governo FHC e o governo Lula. Veja os resultados.

          Que tal um comparativo com o governo de Kubischeck? Seu presidente veio com o mote que ia fazer o que Cardosão não fez. Realmente, FHC nunca impediu a ação da justiça contra a escória do PT. No máximo defendeu a escória da direita tosca. Hoje somos governados pela esquerda tosca. Em que isso muda o panorama? O Brasil melhorou em que? Computador do milhão para todos? Enquanto isso, não se erradicou a esquistossomose, leishmaniose e outras oses. Pesquisadores fogemdo país a rodo e os que ficam não têm condições decentes para trabalhar.

          Se você espera que um Presidente estale os dedos e resolva todos os problemas de nosso país, então acredito que seja mais fácil você esperar o messias voltar, assim suas possibilidades serão bem maiores.

          8 anos. O que ele estava fazendo? Tomando uma trolha na questão da Bolívia, sendo amiguinho do Chavez, sendo ridicularizado mundialmente com a pior diplomacia da história brasileira, ordenando que soldados brasileiros fossem morrer de forma ridícula no Haiti, quando temos os MESMOS problemas que lá aqui mesmo. Insegurança? Fome? Leis paralelas de grupos paramilitares? Parabéns, favelas das grandes cidades daqui possuem isso e muito mais.

          P.S.: Para esclarecimento, não sou partidario, nem fanatico politico, nem “Lulista” ou qualquer coisa semelhante.

          Só alguém que não leu nada sobre geopolítica e história contemporânea. Ainda estou esperando pelos dados que provem seus argumentos.

          1. De fato o seu Blá Blá Blá já mostra o quão conhecedor você é sobre geopolítica e história contemporânea.

            Conforme sua solicitação, vou pedir para que um adulto venha debater com você, quem sabe ele consiga te educar um pouco.

          2. @andremoraes,

            Pois é.

            Por favor, compre alguns argumentos e venha debater novamente. É engraçado ver gente burra tentando ser intelectual como você.

            Obrigado por divertir nossa tarde.

        2. André Moraes, me desculpe, mas o argumento da redução tributária não dá pra aceitar.
          Nosso país tem uma das mais altas cargas tributárias do mundo e todo mundo sabe que ela não reduziu.
          Pela quantidade de impostos que pagamos deveríamos ter o maior IDH do mundo.
          Não que eu ache que os problemas do Brasil devessem ser resolvidos de uma hora pra outra, mas essa exorbitância de impostos que pagamos é um problema que nem leva tanto tempo assim pra se resolver. Basta realizar a reforma tributária.
          Não foi feita porque falta vontade política.

    2. @andremoraes,

      Boa noite!
      Boa noite

      Um texto muito bem escrito, mas é uma pena que seja tão simplório.

      Idem ao seu comentário

      Primeiramente vamos falar de economia – Eu não sabia se ria ou se ou lamentava quando li algo escrito como:

      “Como céticos vocês não devem acreditar em sorte, mas é ela a responsável pelo grande sucesso de Lula na economia.”

      OOOOOOOOOOOOOHHHHHHHHHHHHHH Jura????


      Bom, sem desviar o assunto falando dessa tal “SORTE” (que na verdade não passa de uma superstição tola e uma desculpa para fracassados), neste trecho você mesmo admitiu o sucesso economico do governo Lula.
      Frente a isto considero dispensável qualquer comentário.

      ´
      Quando alguém não entende uma ironia ou algo do tipo é assim mesmo.
      Como dizem: O pior cego é o que não quer ver.

      Vou explicar bem bonitinho para você, já que você não entendeu ou não quis entender o texto:

      Durante o processo de estabilização econômica do Brasil no Governo FHC o mundo enfrentou várias crises. Durante o Governo Lula foram poucas crises seguindo absolutamente O MESMO PLANO que FHC, com a diferença que ele não teve que fazer malabarismos para segurar a economia.

      Tanto faz Lula, Alkmin, Serra, Dilma ou um Chimpanzé Dislexo, qualquer governante teria mantido a economia estável com um plano tão bom quanto o plano real.


      Então vamos falar de assistencialismo – Creio que este não seja um assunto que você tenha muito conhecimento (pra não dizer que você não sabe nada a respeito), portanto vou tentar ser breve e claro analisando seu comentário quanto ao Programa Bolsa Familia:

      “Pelo contrário! Se ao invés de fazer bolsa família com o couro da classe média o Governo Lula tivesse abaixado gradualmente nossos impostos, hoje talvez não fosse necessária a aplicação de tal programa social.”

      Me diga: como você mataria a fome de familias abaixo da linha da pobreza, sem instrução profissional e sem renda alguma abaixando gradualmente os impostos e sem a aplicação de algum Programa Social (em 8 anos)?
      Como você daria apenas Educação e Saneamento Básico a essa familias, enquanto elas não tem nada o que comer? De que vale essas propostas que só são eficientes a longo prazo se a fome está presente em nosso pais aqui e agora?

      Simples: Bolsa Família por tempo LIMITADO e não sustentar vagabundos com 140 reais por mês.
      E antes que você venha com “mimimi mimimi ninguém vai parar de trabalhar para ganhar 140 reais por mês” levante a bunda do computador e dê uma olhada no interior do Nordeste, Converse com famílias e perceba a merda que o governo fez com esse chamado assistencialismo.


      São perguntas das quais ainda não obtive respostas convincentes, e creio que não as terei tão cedo.

      Óia aí!

      É fato que o investimento em Educação, Saúde, Segurança, Saneamento, etc. é muito importante para o desenvolvimento de nosso pais, porém devemos nos concientizar de que existem problemas maiores que necessitam de prioridade dentro de qualquer processo de desenvolvimento, que é o caso da fome e da miséria.

      O Fato é que essa miséria pintada pelo governo só se manterá com o Bolsa Família. Você quer depoimentos de pessoas que pararam de trabalhar para viver de Bicos+ Bolsas?


      O Brasil precisa melhorar em muitos aspectos, e sempre vai precisar, independente do governo (quanto mais crescemos, mais almejamos crescer).



      Mas não vou entrar em outros méritos relacionados ao governo Lula, (que comprovadamente fez nosso país crescer, e muito) apenas foquei alguns equivocos cometidos no texto acima.

      Que comprovadamente SEGUIU OS PASSOS DE FHC; NÃO FEZ NADA DO QUE PROMETEU E SÓ FODEU COM A CLASSE TRABALHADORA.


      Abraço

      Outro

      André Moraes

      Guz. Técnico em Informática, morando no Nordeste há 5 anos e desmascarando a falácia do Governo Lula.

      1. “Quando alguém não entende uma ironia ou algo do tipo é assim mesmo.
        Como dizem: O pior cego é o que não quer ver.”

        Talvez porque você não seja tão ironico quanto pensa que é. Ou talvez seja!

        “Vou explicar bem bonitinho para você, já que você não entendeu ou não quis entender o texto:
        Durante o processo de estabilização econômica do Brasil no Governo FHC o mundo enfrentou várias crises. Durante o Governo Lula foram poucas crises seguindo absolutamente O MESMO PLANO que FHC, com a diferença que ele não teve que fazer malabarismos para segurar a economia.
        Tanto faz Lula, Alkmin, Serra, Dilma ou um Chimpanzé Dislexo, qualquer governante teria mantido a economia estável com um plano tão bom quanto o plano real.”

        Isso não justifica a má colocação de sua frase
        Te convido a fazer uma pesquisa sobre como o governo Lula assumiu o país após o governo FHC (Inflação, dividas, exportação). Veja os resultados.

        “Simples: Bolsa Família por tempo LIMITADO e não sustentar vagabundos com 140 reais por mês.
        E antes que você venha com “mimimi mimimi ninguém vai parar de trabalhar para ganhar 140 reais por mês” levante a bunda do computador e dê uma olhada no interior do Nordeste, Converse com famílias e perceba a merda que o governo fez com esse chamado assistencialismo.”

        Adimito que o Bolsa Familia por tempo limitado é uma ótima idéia a ser estudada.

        Em todo caso, levantarei a bunda do meu computador aqui para sentar a bunda em um computador ai, talvez assim eu consiga ver melhor.

        Agora faça um comparativo de quantas familias aproveitam esse programa para vagabundear e quantas familias usufluem do mesmo como fonte de seu sustento. Estou curioso para saber.

        (A generalização é uma das maiores fontes do preconceito.)

        “O Fato é que essa miséria pintada pelo governo só se manterá com o Bolsa Família. Você quer depoimentos de pessoas que pararam de trabalhar para viver de Bicos+ Bolsas?”

        Por favor!
        E me mande também os depoimentos daqueles que não fizeram o mesmo.

        “Que comprovadamente SEGUIU OS PASSOS DE FHC; NÃO FEZ NADA DO QUE PROMETEU E SÓ FODEU COM A CLASSE TRABALHADORA.”

        Com a pesquisa que lhe propus encontrará a resposta.

        André Moraes

        1. Primeiro Aviso.

          Aqui não gostamos de pseudoargumentadores que aparecem com “causos” e querem que os outros pesquisem as besteiras. Se vc argumenta, vc possui o ônus da prova. Ou coloca os dados isentos que comprovam a sua posição ou comece a dar tchauzinho, pois falaciosos não são bem-vindos.

          Aqui somos rígidos com debates. Ou prova, ou cai fora.

          1. Ui! Que medo!

            Se aqui não é permitido pseudoargumentadores, então vocês deveriam revisar melhor seus próprios argumentos.

        2. @andremoraes,
          Pesquisa sobre como era o molusco assumiu o governo? Eu me lembro como era, ao contrário de você.
          Uns exemplos de mentiras repetidas à exaustão pelo Lula:

          Mito: antes do barbudo havia uma inflação monstro.
          A inflação:
          1989 – 1.782,90%
          1990 – 1.476,56%
          1991 – 480,2%
          1992 – 1158,0&
          1993 – 2.780,6%
          1994 – 1.093,8% (início do Plano Real)
          1995 – 14,7% (início do governo FHC)
          1996 – 9,3%
          1997 – 7,4%
          1998 – 1,65%
          1999 – 8,94%
          2000 – 5,97%
          2001 – 7,67%
          2002 – 12,53% => crise da incerteza da eleição do Lula
          2003 – 9,3% (início do governo Lula)
          2004 – 7,6%
          2005 – 5,69%
          2006 – 3,14%
          2007 – 4,46%
          2008 – 5,90%
          2009 – 4,31%
          Mito detonado.

          Mito: Lula criou milhões de empregos.
          Ano Taxa de desemprego(%)
          1991 – 4,8
          1992 – 5,9
          1993 – 5,3
          1994 – 5,1 => Plano Real
          1995 – 4,7 => início governo FHC
          1996 – 5,4
          1997 – 5,7
          1998 – 7,6
          1999 – 7,5
          2000 – 7,1
          2001 – 6,2 *
          2002 – 12,6 => crise da incerteza da eleição do Lula
          2003 – 12,3 => início governo Lula
          2004 – 11,4
          2005 – 9,8
          2006 – 9,9
          2007 – 9,3
          2008 – 7,8
          2009 – 8,1 **
          2010*** – 8,0
          * 1991 a 2001 (2)
          ** 2002 a 2010 (3)
          *** estimada
          Mito detonado.

          Para quem fica repetindo propaganda petista, sem lembrar como era antes

          do Plano Real, que tal o próprio site da Fazenda, para lembrar os efeitos

          do Real, sobre: (4)
          a) a inflação: “A taxa de inflação que, em junho de 1994, estava ao redor

          de 50% ao mês, baixou para taxa mensal em torno de 1,7% nos primeiros

          seis meses de 1995. Há quase um quarto de século o Brasil não

          experimentava taxas tão baixas de inflação para o período janeiro-junho

          de um mesmo ano.”
          b)renda e consumo: “A nova moeda trouxe um substancial ganho para o

          trabalhador. Além de o salário deixar de ser corroído mensalmente pela

          inflação, as classes de renda mais baixas foram favorecidas pelo aumento

          de 54% no valor do salário mínimo – passou de R$ 64,79, em julho de 1994,

          para R$ 100,00, em maio de 1995 – e pela queda de cerca de 5% no valor da

          cesta básica, ocorrida nos últimos 12 meses. A combinação desses fatores

          redundou em expressivo crescimento do poder aquisitivo (quase 60%) dos

          trabalhadores de menor renda, ao longo dos últimos 12 meses, sobre os

          produtos da cesta básica.”
          c) desempenho econômico: “O Plano Real trouxe, também, uma nova

          perspectiva para a economia brasileira em termos de oportunidades de

          emprego. O PIB cresceu 5,67% em 1994, com o setor industrial apresentando

          expansão de 7%. A agropecuária acusou crescimento ainda maior, de 7,6%,

          confirmado pela safra recorde de cerca de 80 milhões de toneladas de

          grãos.” e “A economia manteve-se em expansão nos primeiros três meses de

          1995, contrariando aqueles que, de antemão, qualificavam o programa como

          recessivo.”.
          d) PIB: “A queda rápida da inflação teve efeitos significativos sobre o

          poder de compra da população, com o consumo tendo sido estimulado também

          pelos efetivos incrementos ocorridos na massa salarial e no nível de

          emprego.” e “Dados do comércio do estado de São Paulo indicam que foi

          extremamente expressivo o impacto do Real sobre o consumo. O faturamento

          cresceu quase 18% em março de 1995 em comparação a março de 1994, sendo

          que a venda no setor de duráveis teve elevação de 57,6%, no mesmo

          período. De um ano para outro, portanto, as vendas de eletrodomésticos,

          automóveis, geladeiras, fogões e outros produtos duráveis cresceram em

          mais de 50%.”
          e) Política fiscal: “No campo fiscal, a queda abrupta da inflação

          provocou um nítido alívio para o equilíbrio das contas do Governo. A

          receita líquida do Governo Federal aumentou 11,5% em 1994, trazendo a

          arrecadação para o valor de US$ 63,2 bilhões. Em 1993, essa receita foi

          de US$ 56,7 bilhões.”

          Muito engraçado, o Lula querer uma comparação do governo dele com o FHC: os dois tiveram a MESMA política econômica: liberalismo da economia, câmbio flutuante (lembra da discussão, no governo FHC, de como deveria ser o câmbio, lá pela Crise Russa?), política de superávit primário (lembra de quando o superávit passou a ser contado como “primário”, e não mais “cheio”?), controle da inflação por meio de metas de inflação, arrocho fiscal e altas taxas de juros básicos.

          Se você não se lembra nem disso, que dirá das crises listadas no artigo…

        3. @andremoraes,
          Ah, antes que me esqueça, uma coisa que vocês nunca fornecem:
          Referências:
          Inflação
          http://almanaque.folha.uol.com.br/dinheiro90.htm
          http://pt.wikipedia.org/wiki/Infla%C3%A7%C3%A3o

          Desemprego
          (2) A EVOLUÇÃO DA TAXA DE DESEMPREGO ESTRUTURAL NO BRASIL: Uma Análise

          entre Regiões e Características dos Trabalhadores:

          Clique para acessar o F05.pdf

          http://pt.wikipedia.org/wiki/Taxa_de_desemprego_no_Brasil

          (4) http://www.fazenda.gov.br/portugues/real/real12.asp

    3. @andremoraes,

      “Mas não vou entrar em outros méritos relacionados ao governo Lula, (que comprovadamente fez nosso país crescer, e muito) ”

      Puro Marketing. O Governo Lula armou uma bomba relógio, isso sim.
      O mundo inteiro esta aplicando no Brasil, pois nós estamos pagando taxas altíssimas de juros, maiores que 10% enquanto outros países, como o Japão, por exemplo, foi obrigado a zerar os juros para estimular a economia. Resultado: O dólar esta caindo absurdamente, fodendo as nossas exportações.
      O que o Governo deveria fazer? Reduzir as taxas de juros e os impostos, mas para fazer isso, ele precisa gastar menos. O que o Governo esta fazendo? Aumentando gastos, desperdiçando desta forma uma grande oportunidade.
      E agora o governo “fabrica” dinheiro com a jogada da Petrobrás [30 Bilhões] e com outros casos, mas este dinheiro é virtual e vai dar uma bela maquiada no déficit publico.

      Quando a economia mundial voltar a crescer e os dólares sumirem, nós vamos estar extremamente endividados e as nossas empresas vão estar sem competitividade nenhuma.

      Pergunta que não quer calar: Quem vai pagar esta conta?

  2. “Como céticos vocês não devem acreditar em sorte….”

    Dessa eu não sabia, cético não acredita em sorte? Sorte é simplesmente uma seqüencia de eventos improváveis, só isso. Acreditar ou não não tem nada a ver com isso. É um fato. Um combinação improvável de eventos é uma sorte, ponto.

  3. André respondeu:
    outubro 6th, 2010 às 09:24

    “Refutações? Nenhuma, como sempre. Contra fatos não há argumentos.”

    A reciproca é verdadeira.

      1. @Guz,

        É dificil argumentar contra vocês hein.

        Depois de ler isso, eu estou ficando arrependido(será que serei salvo? =D)

        Como eu sou um bom filho, fui incentivado pelos meus pais a votar nele(na primeira vez) e como sou um filho obediente, eu votei. :smile:

        Hoje não sou tão obediente e acesso sites como esse, que me levarão para o caminho da perdição. :twisted:

  4. Eu gostaria de deixar uma consideração que certamente é a mesma de muitos leitores: Não esperamos no cet.net um blog político, muito menos um tucano. Não acho que esse governo seja bom, porém ao compararmos com o que o PSBD já fez no BR e faz em SP, preferimos um governo mediano. Se ficarmos no campo da política sempre vai haver um outro argumento.

    1. @marcelusmedius,

      1- Porque diabos quando se fala mal do PT tem sempre um que acha que eu sou tucano.. Puta merda, uma coisa não tem nada a ver com a outra.

      2- Um dos focos do CET .net não é desmascarar os mitos e as farsas?E o que é o PT senão um “grande pastor” que arrebanha ovelhas prometendo um paraíso?

      3- Se você não gosta dos artigos sobre política, bom, pode pular eles. Somos um país democrático….

      1. @Guz,
        Ainda assim o marcelusmedius acertou em :”Não acho que esse governo seja bom, porém ao compararmos com o que o PSBD já fez no BR e faz em SP, preferimos um governo mediano.”
        So porque o governo pt não foi o que prometeu, nem de longe, não significa que as outras opções atuais sejam melhores.

          1. @Guz,
            Porque muita gente cresceu achando rotineiro comer carne e frango, e não sabe como era antes do Real. (Levante a mão, quem se lembra das reportagens sobre a vedete do Real: comprar frango no mercado)
            Porque ninguém se lembra que o PT era contra o Plano Real (na real, acho que a maioria nem entende o que foi o Plano Real, até hoje).
            Porque uma mentira repetida mil vezes é verdade.
            Porque um quarto dos brasileiros é analfabeto funcional (no Nordeste seriam 40%)(1), então não se pode esperar memórias para informações, muito menos capacidade de contrastar e comparar informações.
            Porque é bonito dizer “que nunca na história”.
            Porque o brasileiro prefere se endividar, comprando um celular em quinhentas vezes, pagando juros, então não entende a importância da estabilidade financeira, que o FHC deixou.
            Porque acham feio lembrar que o PT era contra o pagamento da dívida externa; isso era até proposta de campanha, mas se gabam de tê-la pago, graças às condições deixadas pelo governo anterior.
            Porque é incoveniente lembrar que o PT votou contra a reeleição, em 1996, mas a defende, agora.
            Porque o mesmo PT que hoje defende as metas de inflação, impostas pelo FHC, era contra, em 1999.
            Porque é indelicado lembrar que o PT era ferozmente contra Lei de Responsabilidade Fiscal.
            Porque a mídia não quer levantar o fato que o PT votou contra a aprovação da Bolsa Escola, do Vale Alimentação e do Vale Gás, criados pelo FHC, dizendo que eram eleitoreiros e uma forma de compra de votos (o próprio Lula disse isso)(2).
            Porque ninguém se importa, se o PT, nesses oito anos, não acabou com a fome, não acabou com a CPMF (ela foi “acabada” contra a vontade do PT), não promoveu a reforma do Judiciário (nem a Fiscal ou a política).
            Porque ninguém se importa com os mais de 100 escândalos do PT, pois o brasileiro acha “normal” que os políticos sejam desonestos.
            Porque para muitos brasileiros, “ética” é uma palavra a se procurar no dicionário.

            Em poucas, porque o melhor do Brasil é o brasileiro.

            (1) http://www.ibge.gov.br/ibgeteen/pesquisas/educacao.html
            (2) http://www.youtube.com/watch?v=o_VQyZcpTwQ

        1. @librarian,
          Ainda assim o marcelusmedius acertou em :”Não acho que esse governo seja bom, porém ao compararmos com o que o PSBD já fez no BR e faz em SP, preferimos um governo mediano.”
          E o quê, exatamente, os PSDB fez ao Brasil? E o quê, exatamente, o PSDB fez, e continua fazendo, a São Paulo?
          E se trocarmos “PSDB” por “PT”, as respostas seriam muito diferentes? Acredito que não.
          De outro modo: se Lula tivesse side eleito, ao invés do Collor, teríamos Plano Real? Com inflação na casa dos mil porcento, ao ano, teríamos Bolsa Família? Qual governo preparou o terreno para se dizer que “nunca, na história desse país” se fez tanto?

          São Paulo tem seus 40 milhões de habitantes; já se passaram décadas, desde os governos do PMDB, já está indo para 20 anos que outros partidos tiveram a chance tomar o poder, sendo que, nesta última vez, os eleitores paulistas decidiram, por maioria, pela continuidade.
          A menos que se esteja sugerindo que, pelo menos, 20 milhões de paulistas sejam doidos alienados, deve haver algo que eles achem melhor que as outras propostas.
          Do mesmo modo, no Nordeste, nem se cogita a hipótese de não ter a “mulher do Lula” fora da presidência, provavelmente por motivos diversos dos eleitores paulistas.

          Cabe a cada eleitor pesar os fatos que lhe dizem respeito, e tomar sua decisão na hora de votar, ou anular o voto, mas não é com frases vagas e repetição de propaganda que isso deve ser feito.

          1. @Guz,
            Eu, também, não sou tucano, demo, petralha ou o que o valha; meu interesse em política, fora do trabalho, é apenas como a do médico que estuda uma doença: pode ser fascinamente, mas é preciso cuidado para não se contaminar.

  5. Política deveria ser ensinada nas escolas e de forma imparcial. Ou uma tentativa disto. E sem apologia religiosa. Lembro-me dos emails religiosos que circulavam, ainda no primeiro turno, sobre a Dilma ser supostamente atéia e lésbica, contra a vida, entre outros. Só faltava dizer que ela comia criancinhas.

  6. Eu não levanto bandeira pra partido nenhum, mas ainda estou tentando entender o que o PSDB, em 20 anos de poder aqui em São Paulo fez pela educação;
    Desde a época do Covas só houve declínio…
    Professores despreparados, aprovação automática, escolas jogadas às traças… Não vou nem falar do ENEM, que de longe serve pra avaliar a capacidade dos alunos de escola pública e as notas nem serão mais utilizadas pela FUVEST 2011.
    http://www4.usp.br/index.php/institucional/19204–nota-do-enem-nao-sera-utilizada-na-fuvest-2011
    Achei bem informativo o post, mas agora fiquei mais ainda na dúvida sobre em quem votar.
    Francamente, qual dos dois canditatos à presidência é melhor?
    Em minha opinião está tudo no mesmo barco.
    Espero não tomar decisões que possa me arrepender futuramente.

    1. Eu não levanto bandeira pra partido nenhum, mas ainda estou tentando entender o que o PSDB, em 20 anos de poder aqui em São Paulo fez pela educação;

      O mesmo que Garotinho, Benedita, Rosinha e Sérgio Cabral fizeram aqui no Rio: Nada. E nenhum desses são do PSDB. As pessoas possuem uma visão provinciana de partidos políticos, quando a verdade é que a “crasse” política defeca e se locomove pro povo, independente dos partidos.

      1. @André, mimimimimimimimi pra ti, muita choradeira rapaz… partidarista bairrista. Aposto que é um filhinho de papai que nunca precisou de algum auxílio.
        Agora um site chamado ceticismo deve ter tanto conteúdo de fundamento quanto o site da morroida!

        Pelamor… é muito fácil acusar, acusar e acusar. Agora pra ver os erros dos partidos que vários aqui levantam a bandeira é difícil.

        Acho que vocês tem que tomar vergonha na cara e começarem a admitir mais 4 anos de PT, sendo a Dilma uma bandida, sendo o PT um favorecedor da “crasse” ou o Serra um legítimo segundo lugar!

        FATO… e mimimimimimimi pra quem responder!! iauhauiha hilário ver acéfalos aqui indignadinhos!

    2. @Mentalist,
      Desde a época do Covas só houve declínio…
      Discordo. Com isso você dá a impressão que os antecessores não foram ruins, o que não é verdade.
      O governo do Montoro foi o último que deu ALGUM valor para a educação, no Estado de São Paulo.
      O desmanche da educação, no Estado, começou a ser forte com o Quércia (ainda lembrando dos planos do Sarney, e dos gatilhos, que ajudaram a piorar um pouco as coisas) que percebeu que os eleitores não se importavam com a qualidade da educação, e minou a APEOESP (Não que a APEOESP fosse isenta de politicagem, mas ela ainda tinha força para resistir ao desmanche).
      Depois do Quércia ainda tivemos o Fleury, que o sucedeu, dizem, às custas da saúde do Banespa, mas isso é outra história.
      No governo do Fleury a educação chegou no que era, até então, o fundo do poço.
      Quando o Covas chegou, ele foi apenas o prego no caixão da educação.
      Ele poderia ter tentado melhorar a situação, mas não o fez, em vez disso continuou a cavar o buraco, em nome da austeridade dos gastos e do equilíbrio das contas do Estado (coisa que, apesar de tudo o que os antecessores deixaram, ele conseguiu).
      A culpa (do Covas) na continuidade da decadência da educação, no Estado de São Paulo, na minha opinião, não recai sobre o primeiro mandato dele, mas da incapacidade (falta de vontade política?) em reverter a situação no segundo mandato, com as contas menos apertadas.
      De lá para cá (Alckimin e Serra) apenas optaram por continuar com o circo, e os eleitores parecem concordar com o enredo.

      Francamente, qual dos dois canditatos à presidência é melhor?
      Em minha opinião está tudo no mesmo barco.

      Pois é; triste, não?

      Espero não tomar decisões que possa me arrepender futuramente.
      Herrar é Umano. Insistir no erro é burrice. :lol:

      Quanto ao resto, concordo com a resposta do André.

      1. @Joseph K, Eu concordo com você. E ainda ressalto que na época do Quercia eu perdi um ano na escola devido às greves excessivas que jamais acabavam. Na época que o Covas entrou eu ainda estudava, e se bem me lembro, antes dele a aprovação automática ainda não tinha força total. Concordo que a culpa não seja só dele, mas desde a época que ele assumiu o governo, a impressão que tive é que a coisa foi despencando tão rapidamente que tinha alunos que só cumpriam com a presença na escola. Pra que estudar se vai passar mesmo, né?
        Concordo que isso vai de pessoa pra pessoa independente do partido, mas só pra fixar que todos os candidatos desde a época do Covas são do PSDB.
        Mas francamente, se o Mercadante tivesse assumido o governo nessas eleições, não acredito que mudaria muita coisa. Vai ser muito difícil reverter essa vergonha que se tornou a educação em São Paulo.
        “Pois é; triste, não?”
        Sim, você nem imagina o quanto, rsrs!

  7. Cada um defende seu interesse, nada mais do que isso. E nada mais do que legítimo também. É a política minha gente. Por exemplo, no caso do bolsa família, se eu fosse um quebrado, desempregado, pinguço, preguiçoso também iria votar no Lula sem nenhum remorso ou culpa moral. Iria dizer, que se dane a tal do dona “zelite”. A culpa é da dona “zelite”.

    1. É em debates como este que conseguimos ver o quanto somos etnocêntricos, defendemos o que acreditamos com intrepidez e convicção refutando a toda e qualquer idéia que venha a confrontar nossas esplanações.
      Essa é uma caracteristica que está presente em todo ser humano, porém muito esporadicamente percebemos o quanto estamos sendo etnocentricos afronte às idéias e argumentos alheios.
      É importante que por um instante nos desliguemos de nossas convicções para que possamos ter uma melhor visão do que se está sendo debatido, fazendo isso poderemos absorver melhor aquilo que seja de proveito, assim como também fazer uma melhor análise critica do que nos é exposto e do que nós mesmos estamos expondo. Acredito que fazendo isso todo debate, discussão ou qualquer outro tipo de troca de idéias se torne menos retórico e muito mais produtivo (para nós e para os outros).

      1. @Jeronimo,
        Não sei se entendi bem o termo etconêntrico colocado aqui.
        Pelo que entendi, quando eu critíco um grupo social diferente do meu, baseado no ponto de vista do meu grupo, eu posso estar sendo preconceituoso.

        Bom…relendo os comentários anteriores observei que as críticas referêntes ao governo Lula em particular e aos politicos em geral, não se enquadram nessa definição.

        Pois não se está criticando um grupo social, mas a forma que o nosso dinheiro é utlizado pelos políticos para barganhar votos.

        Eu entendo a situação que coloca a necessidade de dar comida para uma pessoa hoje para que ela não morra de fome amanhã.

        Mas essa é uma solução paliativa, e em 8 anos de governo poderia ter-se feito muito mais por essas pessoas, fazendo-se o que já foi explanado anteriormente em outros comentários, aqui.

        Tenho comigo também que, só estou convicto de alguma coisa quando, de fato observo, leio, analíso e concluo sobre determinado assunto. Portanto acho importante termos convicções em um debate.

        Se entro num debate com alguém que defende as politícas escrotas de um politico (qualquer que seja ele), e eu SEI que o que está sendo dito é mentira, pois basta confrontar as informações existentes com o que está sendo dito, eu não deixo minhas convicções de lado, muito pelo contrário, faço pleno e total uso delas.

  8. Lamentável, só posso dizer. Um blog que prometia ser até bom perde-se numa discussão política desnecessária que tem de tudo, menos racionalidade. A troca de insultos ‘ad hominem’ e a verborragia de pilhas de opiniões e pré-conceitos (e muito poucos fatos) lembra-me a fina flor dos acalorados debates religiosos (!). Será que a religião contaminou tão profundamente as pessoas do Brasil ao ponto de mesmo os que se proclamam do lado da emérita razão e do saudável ceticismo se portarem como dogmáticos pregadores ? Ao menos é o que parece haver aqui, é o mesmo ‘modus operandi’, onde quem mais grita, mais razão tem. Deveria ser debate; mais parece jogo de truco.
    Outra coisa preocupante é a presteza com que o André bane pessoas (bem-educadas ou não) deste blog, desde que as julgue como trolls. O que no caso quer dizer: 1) discordem com ele e 2) sejam relativamente “vocais”. Não me parece muito a postura adequada de quem quer fomentar debate aberto e democrático. Respeitar o adversário é fundamental, e se este se provar um idiota, o fará pelas próprias palavras. Censura não é necessária, e desqualifica quem a impõe. Pense um pouco nas suas ações recentes.

    Atenciosamente,

    Alex

      1. No seu caso, aparentemente não há discordância no teor do seu artigo e naquilo que o acima citado defende/acredita. O que configura aqui uma cumplicidade então (“brothers in arms”) nesta particular questão política levantada.
        Na minha visão, o seu artigo é desnecessário dentro da proposta do blog de iluminar mentes, e tem como único propósito defender sua opção política e atrair defensores e atiçar adversários. Potencialmente polêmico nestes tempos – que creio ter sido a sua intenção, declarada ou não.
        Há melhores blogs para se discutir a interminável e irreconciliável política, e ouso dizer, com debatedores mais qualificados inclusive. Aqui, neste contexto e nesta ocasião, funciona apenas como veneno no poço. Não há nada de “científico, tecnológico ou racional” a ser extraído disso. Parabéns: jogaste a isca, e os incautos a abocanharam.

        1. Há melhores blogs para se discutir a interminável e irreconciliável política, e ouso dizer, com debatedores mais qualificados inclusive.

          Se eu disser para vc procurar tais blogs, pois ninguém está implorando por sua permanência aqui, vc fica chateadinho?

          1. Não sou eu, é o WordPress. Até comigo acontece isso. Só aparece no modo de aprovação do comentário, onde reedito a mensagem. No direto, não vai nem a pau.

    1. Cara, faz o seguinte: não acesse. Ninguém vai se importar com sua ausência, mas parece que vc se importa com o que o pessoal pensa aqui.

      Outra coisa preocupante é a presteza com que o André bane pessoas (bem-educadas ou não) deste blog, desde que as julgue como trolls.

      Eu posso, eu quero, eu faço o que quiser. O dia que vc tiver seu blog, dê ordens lá. Aqui tem quem mande e… SURPRESA!… não é vc.

      Pronunciar meu santo nome em vão é pecado.

      1. Caro André,

        Elogio o lado científico/cético do seu blog, a lista de destaques é uma compilação muito boa, foi o que me trouxe aqui em primeiro momento.
        Tampouco tenho intenção de governar o seu blog, faça o que quiser do mesmo, é o seu direito inalienável. Agora, se você abre um espaço para discussão e comentários, espera-se que seja mais democrático e mais tolerante a críticas – esta é a parte mais complicada. Se não aprecia ser contrariado, então não peça ‘feedback’. Mas… neste caso não seria muito diferente de simples evangelização, e creio que esta não é sua postura como livre-pensador, certo ?
        Boa sorte em sua empreitada.

        Alex

        1. Agora, se você abre um espaço para discussão e comentários, espera-se que seja mais democrático e mais tolerante a críticas – esta é a parte mais complicada.

          A função dos comentários é COMENTAR e não começarem com discursinho pseudointelectual. O artigo foi claro e trouxe links que embasam, mas o que os defensores do primeiro molusco fizeram foi começar o mimimi sem apresentar UM LINK sobre. Argumentação sem suporte não é argumentação, é falácia, e a pena é banimento. Quando um retardado vem aqui e me chama de filhinho de papai (desculpe se isso ofende, mas não tenho culpa se minha família nunca morou em favela), ão está a fim de comentar e sim fuzarca. Pena: banimento. Ainda estou esperando alguém apresentar uma única refutação embasada sobre o que o Guz escreveu (e teve imbecil me xingando no e-mail, pensando que eu tinha escrito).

          Outra coisa: comentário é uma coisa, fórum de discussão é outra. Blogs não são fóruns de discussão,. Troca-se ideias, mas nada muito aprofundado, dado o formato. Para finalizar, nenhum blog é uma democracia. Lê quem quer, não obrigo ninguém a vir aqui (diferente da sua chamada “evangelização”). Mas ao ponto que chega aqui, ou traz fontes que embasem ou rala peito. Não aturo troll.

          Em nenhum momento o Guz defendeu PSDB, PMDB ou o Partido da Dona Cleonice. Apenas criticou (com links) o pseudogoverno do PT. Terão que se conformar com isso e xingá-lo de militante do PSDB é algo que só mostra incapacidade de interpretar texto. Diferente do PROUNI, aqui não damos a vez a analfabetos funcionais.

          Termina aqui o pronunciamento do Deus Supremo do Cet.net

          1. @André,

            Em tempo: tampouco eu concordo ou discordo com o conteúdo do artigo original. Isso é completamente irrelevante para mim. Só disse que ele é desnecessário no contexto da sua proposta.
            Já minha crítica dirigida a você foi de FORMA, não de CONTEÚDO; este, já disse, me é irrelevante. Obviamente ninguém é obrigado a vir aqui, mas segundo a sua própria ‘Política de Comentários’ webpage, “Toda colaboração ou adendo aos artigos aqui tratados serão muito bem-vindos.” Espero que você aprecie então a razão de eu ter adicionado um comentário – onde não faltei com boas-maneiras nem jamais usaria ataques pessoais. Também não há nenhum indício de “discurso pseudo-intelectual” (seja o que queira sugerir com isto) eu posso lhe garantir.
            Com todo o respeito,

            Alex

          2. Meu caro, se eu achasse que seu adendo fosse imbecilóide ou pseudointelectual, vc já estaria banido a essa altura. Com IP de proxy ou não (sim, eu sei. E sim, eu posso bloqueá-lo definitivamente, mas vc não me deu motivo para isso. Ao menos, ainda.)

  9. Lula deu sorte de fato. Infelizmente tanto faz pra mim PSDB ou PT, se o serra-urubu-cansado ganhar acredito que seja o melhor, não acho bom um ladrão ficar mais de quatro anos no poder, ele fica muito poderoso, melhor alternar com o ladrão da oposição.
    Odeio o pt(petralhas), odeio os tucanos(pedágios….).

    1. @Morte,

      O problema está no mal que o Lula vem fazendo para o país. Caramba, o cara é inatingível! Acontece de tudo debaixo de suas barbas e o povo não se move pra nada. Ele chega ao cúmulo de se proclamar a voz do povo e ainda tem gente beijando sua bunda! O brasileiro tem que aprender a ver a política como um todo,e não achar que de uma hora pra outra vai chegar um messias e resolver tudo. Isso que é extremamente prejudicial.

      Porra! Explode um escândalo e sua primeira reação é dizer que é futrica da oposição. Depois que a imprensa confirma a verdade, afastam algum bode espiatório pro Lula poder posar de santo hipermétrope, que não enxerga nada a um palmo na sua frente. Ou é corrupto ou incompetente! E por último, sempre a velha ladainha: até parece que no governo do FHC isso não acontecia… Porra, foda-se se acontecia ou não, eu quero as explicações do governo ATUAL!

      E ainda temos que aturar o filme do Lula concorrendo para o Oscar, sendo que nem Tropa de Elite concorreu, apesar do grande sucesso de bilheteria…

      Quer saber, o povo tem o governo que merece. Eu vou é tentar ficar por aqui na Alemanha mesmo, onde a carga tributária pode chegar a 45%, mas com serviços de 1o mundo. :mad:

      Quando eu for pra Tuvalu, espero poder tomar uma cerveja com o André enquanto tiramos sarro da ditatura à bolivariana instaurada pelo PT no Brasil.

        1. @Guz,

          verificando seus links sobre os 105 escândalos do governo Lula, não encontrei nada relacionado exclusivamente com ele, mas apenas sob o título “Década de 2000”. Além disso, não explicita se todos os escândalos têm o PT como protagonista e ainda apresenta algumas coisas bem vagas como “Escândalo do Foro de São Paulo”. Estaria se referindo à ligação entre PT e as FARC? Mas, apesar de eu acreditar na ligação, podemos chamar isso de escândalo, ao invés de especulação?

          Se tiver fontes melhores, por favor, poderia me repassar?

          Valeu.

  10. Faltou mencionar a dívida interna que era cerca de 500 bilhões antes de Lula e hoje, se não me falha a memória, está em cerca de 4 trilhões

  11. Acessem o endereço da Secretária do Tesouro Nacional(STN):
    http://www.tesouro.fazenda.gov.br/

    Siga esse passo-a-passo:

    Clique em ‘Estatística’;
    Selecione o assunto ‘Dívida Pública’;
    Clique na opção ‘Estoque da Dívida Pública Federal em Mercado’;
    Vai abrir um arquivo (XLS) da Dívida Pública Federal (nossa dívida interna);
    Veja o ano de 2002 (era Antes de Lula);
    Agora vá ao ano de 2010;

    – Em 1999, quando a dívida externa atingiu seu pico, totalizando US$ 225 bilhões, o governo pagou US$ 60,7 bilhões só de juros.

    – Já em 2007, com a explosão da dívida interna, o país desembolsou R$ 237 bilhões com juros e amortizações da dívida, ou US$ 140 bilhões. Só de juros foram pagos R$ 160 bilhões, ou US$ 94 bilhões.

    – Em janeiro de 2008, o total da dívida pública estava em R$ 1,3 trilhão. Foram pagos no mês R$ 13 bilhões só de juros. Para comparar, o Orçamento de 2008 previa R$ 12,7 bilhões para a educação.

    Detalhe: Ainda devemos de dívida externa US$ 225 bilhões.

Deixe um comentário, mas lembre-se que ele precisa ser aprovado para aparecer.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s