Hubble descobre atmosfera em um exoplaneta

Estamos procurando planetas iguais aos nossos. Não é nada demais, quando nossos tatatatatatatatatataravós foram procurar algo além da África e alguns milênios depois estavam chegando na Ilha de Vera Cruz. Encontrar Marte é legal, mas assim como um Europeu procurando terras novas em pleno séc. XVI, estamos mais interessados em encontrar lugares semelhantes aos que nós já vivemos, para o caso de nos mudarmos pra lá. Um norueguês da Idade Moderna gostaria de sair de casa e ir para muitos lugares, mas duvido muito que gostaria de morar em Dasht-e Lut, Mesma coisa com exoplanetas. Tentamos sempre procurar um que seja bem parecido com a Terra.

O problema é que não basta ser parecido com a Terra, tem que ter coisas bem similares, como é o caso da Cancri 55e. O que tem neste exoplaneta? Pouca coisa, além de ser 8 vezes o tamanho da Terra. Agora, astrônomos analisando imagens obtidas pelo telescópio espacial Hubble, descobriram algo muito legal: atmosfera. E se tem atmosfera, sabem o que isso significa?

Continuar lendo “Hubble descobre atmosfera em um exoplaneta”

O hipnotizante arco magnético do Sol

O Sol é a maior estrela de nosso Sistema Solar. Todas as câmeras apontam para ele. Ele que tem seu próprio brilho, sua aura, aquele que aquece nossos corações. Todos os planetas estão caidinhos por ele. Nós não conseguiríamos viver sem ele por perto. É uma relação de amor e dependência. às ódio tempestuoso, às vezes um simples acalento em invernosos dias.

Agora, com o novo vídeo liberado pela NASA, vemos um tostão do magnífico e turbulento espetáculo dos campos magnéticos do Sol.

Continuar lendo “O hipnotizante arco magnético do Sol”

Grandes Nomes da Ciência: Nancy Roman

Olhos atentos estão observando a tela. Pessoas normais veriam números, letras, mais números, informações, uma algaravia sem-fim de dados. Mas dois olhos veem algo um tanto diferente. Veem o resultado de pesquisas, o canto desses olhos se franze, mostrando pequenas pregas que ilustrariam um sorriso, como quando vimos nosso bebê pela primeira vez.

Quando o bebê abriu os olhos pela primeira vez, ele tinha um problema de visão. Quando os "médicos" consertaram o problema, o esplendor que ele trouxe encheu sua mãe de orgulho. Esse bebê é o telescópio espacial Hubble e sua mãe é Nancy Roman.

Continuar lendo “Grandes Nomes da Ciência: Nancy Roman”

Moléculas orgânicas complexas são encontradas em estrela-bebê

Como diria Isaac Asimov, criacionistas fazem soar como se uma "teoria" fosse algo que você sonhou após ter ficado bêbado a noite toda. Uma das mais idiotas desculpas para Evolução ser uma mentira, na cabeça deles, é que não temos sistemas complexos e, por isso, a vida jamais seria possível sem alguém ficar puxando as cordinhas. Isso, por si só, já mostra a ignorância desse pessoal, já que Evolução não tem nada a ver com origem da vida.

De qualquer forma, algumas substâncias naturalmente se polimerizam, formando substâncias mais complexas, como o formaldeído que produz o paraformadeído. Mas será que poderíamos ter substâncias mais complexas se formando fora da Terra? Não só podemos, como agora temos evidência de substâncias orgânicas se formando em discos proto-planetários, o que eu chamo de "planetas-bebê".

Continuar lendo “Moléculas orgânicas complexas são encontradas em estrela-bebê”

SOFIA: O voo do telescópio alado

Não, não fiquei biruta e telescópios não são nenhuma espécie nova de aves. Também não é a versão astronômica do Mundo de Sofia. SOFIA é a sigla, em inglês, para Observatório Estratosférico para Astronomia Infravermelha. É fantástico! A grande maravilha deste equipamento é que ele foi montado no interior de um 747, onde uma porta lateral se abre, deixando o telescópio à mostra, conforme é ilustrado na imagem abaixo, onde você poderá clicar e ver uma ampliação do detalhe.

sofia_plane.jpg

Continuar lendo “SOFIA: O voo do telescópio alado”