O silêncio de inocentes não impede o lobo devorador de livros

Os livros devem nos lembrar o quão burros e tolos nós somos. Eles são a guarda pretoriana de César, sussurrando enquanto o desfile ruge pela avenida: “Lembre-se, César, você é mortal”. As coisas que você procura estão no mundo, mas a única maneira que um sujeito comum verá noventa e nove por cento delas é em um livro.

– Ray Bradbury. Fahrenheit 451

Este não é um artigo sobre o Alcaide. Não é algo sobre o Senhor Feudal das terras com a Morada do Homem Branco. Vocês passaram o dia todo sabendo sobre isso. No máximo, taqui o link. Sim, o autocrata da cidade determinou que uma história em quadrinhos violava a moral e os bons costumes. Mandou seus “representantes” para verificarem e, se necessário fosse, para tomar as medidas cabíveis.

E sim, esta é a SEXTA INSANA!

Continuar lendo “O silêncio de inocentes não impede o lobo devorador de livros”

Ministra da Agricultura acha que floresta tem fator de cura mágico

Existe gente burra. Existe gente idiota. Existe gente canalha. Existe gente mal-intencionada. Somem tudo isso e temos político brasileiro (antes que vocês comecem, isso é válido para quaisquer políticos de todos partidos. Ceticismo.net não defende nenhum desses parasitas, não passando de uma horda de desclassificados).

Enquanto a Amazônia está investimento no aquecimento da Economia, o que acabou resultando em outro tipo de aquecimento, estamos vendo um festival de acusações de todos os lados, gente falando bobagens, políticos oportunistas oportunando, pessoal do mundo todo fingindo que se importa, hashtags à socapa, mais acusações, gente que sabe história e eu aqui com um imenso balde pipocas. Nisso, a Ministra da Agricultura disse que não precisa investir no reflorestamento, pois a Amazônia tem fator de cura da Marvel e voltará ao que era antes.

Continuar lendo “Ministra da Agricultura acha que floresta tem fator de cura mágico”

Homem transa com estômago de peixe e ganha infecção no pinto

“Caraca, André! Sério isso? Cadê a divulgação científica?”

Problema de vocês! Quando eu posto artigos de divulgação científica, vocês me agradecem mandando idiotices de Terra Plana e nem para enviar para as pessoas vocês enviam, preferindo compartilhar lixo à guisa de “denúncia”. Bem, azar: É sexta-feira e começou o fim-de-semana (e eu terei que trabalhar sábado). Então é isso mesmo! O japa tem tara por transar com estômago de peixe e ainda faz vídeo-aula a respeito. Resultado? Ele ganhou uma infecção no pinto e vocês ganharam a SEXTA INSANA!

Continuar lendo “Homem transa com estômago de peixe e ganha infecção no pinto”

Pesquisadores encontram carrapatão velho que mordeu dinossauros

Eu sei que você achou maneiro aquele lance de mosquitos no âmbar, extraindo deles o sangue de dinossauros que foram picados e assim libera um T-rex atrás de jipes. Apesar do leve fundo de verdade, 90% é pura ficção; e o fundo de verdade é que sim, consegue-se ter mosquitos bem preservados em âmbar, mas não é só eles.

Menos glamouroso que o filme e o livro, cientistas estudam outro tipo de bicho que ficou preso no âmbar depois de ter chupado (ÊPA!) os dinossauros. NO caso, o animal em questão são carrapatos.

Continuar lendo “Pesquisadores encontram carrapatão velho que mordeu dinossauros”

Banhos públicos não livraram antigos romanos de parasitas

O grande diferencial do Império Romano para outros reinos, como Cartago – em quem Cipião, o Africano, sugeria que lhe passasse o cerol – foi a vida social dos cidadãos. Grandes banhos públicos garantia que você, pobretão, tomasse banho ao lado de um tribuno. Isso garantia que todo mundo ficava de olho em todo mundo. Eles tinham até privadas públicas, literalmente públicas, com um “troninho” ao lado do outro. Homens e mulheres em papo animado enquanto faziam o número 2.

O problema é que pesquisas recentes mostram que nos banhos públicos se compartilhava de ideias, fofocas e até parasitas.

Continuar lendo “Banhos públicos não livraram antigos romanos de parasitas”

Pesquisadores usam robô feio para saber por que bebês riem

Existe uma ampla gama de parasitas. São parasitas de todos os tipos, não raro, sacneando seu hospedeiro. Alguns desses parasitas só atacam mulheres. Ficam lá crescendo, mudando toda a sua buiquímica, ferrando com seus hormônios, aarretando ganho de peso, mudanças no humor, saúde debilitada, anemia, dores nas costas, desconforto pra dormir etc. Aí, quando a gente arranca o parasita fora (ou quando ele mesmo quer sair), fica um monte de gente com cara de babaca rindo para aquela coisa cabeçuda, com cara de joelho, e as avós brigando se ele se parece com o pai ou com a mãe.

Basta que aquele miseravelzinho sorria pra gente, que todos os manés se derretem toooooodos. Manipuladorzinho sem-vergonha! Mas por que motivo esses bebezinhos malévolos sorriem ao interagir com seus pais?

Continuar lendo “Pesquisadores usam robô feio para saber por que bebês riem”

Mundo ético 2: Vespas transformam joaninhas em zumbis

Imagina que você, um pobre insetinho, está parado e — de repente, não mais que de repente — um monstro surge na sua frente dizendo braaaaaaains. Imagine as pobres criaturinhas pequenininhas, cheias de pintinhas, com 6 perninhas, 2 anteninhas e 4 asinhas AGINDO COMO UM FANTOCHE! Cadê o PETA que não vê isso? Onde estão os éticos vegans que fazem tudo de melhor (incluindo se deliciar com pepinos, cenouras e outros vegetais de duplo sentido)? Mas a Natureza está pouco se importando para com vocês, MUAAAAAHAHAHAHAHAHAHAH. Ela quer fazer o que faz todas as noites, todos os dias, toda hora e todo instante: Ela domina o mundo e ninguém pode escapar, MUAAAAAAAAAAHAHAHAHAH.

Vespas safadas abusam de pobres e inocentes joaninhas, de forma que estas últimas se transformem em escravos, pois a Natureza é tão ética como um senhor feudal na Idade Média, os senhores de engenho e o meu chefe. E não esqueçam: tudo isso foi divinamente planejado!

Continuar lendo “Mundo ético 2: Vespas transformam joaninhas em zumbis”

Genes podem determinar homossexualidade

nematoide.jpgBiólogos da Universidade de Utah, nos Estados Unidos, conseguiram manipular geneticamente um grupo de nematóides (espécie de parasitas) para que eles fossem atraídos por animais do mesmo sexo.

A experiência traz novas evidências de que a orientação sexual de um indivíduo pode ser profundamente influenciada por fatores genéticos.

Apesar de os nematóides serem organismos simples, e de ser difícil aplicar em humanos os mesmos parâmetros, os cientistas acreditam que a descoberta da existência de um “caminho” biológico para as preferências sexuais oferece pistas sobre a sexualidade humana. Continuar lendo “Genes podem determinar homossexualidade”

Ameba “devoradora” de cérebros já matou 6 nos EUA

amebacerebro.jpgParece ficção científica, mas é verdade: uma ameba assassina que vive em lagos, invade o corpo humano pelo nariz e ataca o cérebro, onde o devora até matar a pessoa infectada.

Embora os encontros com o microrganismo sejam muito raros, ele já matou seis meninos e rapazes nos Estados Unidos neste ano. O pico no número de casos tem preocupado agentes de saúde americanos, que estão prevendo mais casos no futuro. “É definitivamente um problema que temos de acompanhar”, diz Michael Beach, especialista dos Centros de Controle e Prevenção de Doenças (CDCs) dos EUA. Continuar lendo “Ameba “devoradora” de cérebros já matou 6 nos EUA”