Divulgadores cientificos e sua bolha

Eu falei no vídeo da Torre de Marfim da Ciência: Nem cientistas gostam de ciência. Divulgar? Nem pensar, só gostam de ficar nas suas bolhas, tirando onda de quem é mais foda.

No Dia de Carl Sagan, USP vai apresentou mesas redondas, debates etc. Tudo exatamente a chatice que Carl Sagan não fazia quando queria falar com o povão. Mas divulgador se acha melhor que outro, então, o recanto é pra eles fazerem uma espécie de disputinha, não para divulgar ciência. Os que divulgam andam muito preocupados com a monetização, postando qualquer bobagem, falando que energia não existe e diamantes evaporam. isso sem falar nos que alegam terem gasto 30 mil reais para fazer um vídeo cheio de erros, e os babacas fanzocas engolem tudinho.

Sim, eu fiz vídeo sobre isso. Vamos relembrar:

Continuar lendo “Divulgadores cientificos e sua bolha”

O que é Efeito Halo?

Você conhece esse tipo de pessoa. Aquelas pessoas que possuem um extremo sucesso, todos as adoram, verdadeiros ícones, embora sejam verdadeiras toupeiras. Pessoas sem nenhum motivo galgaram a escada do sucesso com seus master, minors e minions. Pessoas que apenas estão lá dando zilhões de palestras falando um monte de bobagens, mas parecem ser Moisés trazendo as tábuas da Lei.

Qual o segredo dessa gente? Garra? Vontade de vencer? Não! Aparência, mesmo! Ser bonito ajuda, se apresentar bem, mesmo com a profundidade de um pires, é melhor ainda. Essa ignorância disfarçada só é possível com algumas pessoas e elas têm um segredinho para isso: o Efeito Halo. Como? Não quer ler? É em vídeo, filhotes!

Continuar lendo “O que é Efeito Halo?”

Tedson vai palestrar em Harvard. Ciência nota 10

Está todo mundo chiando com os cortes das verbas do Ministério de Ciência & Tecnologia, como se fosse novidade cortar verbas de lá. Quanto a mim, eu acho que não fará diferença nenhuma. Verba sempre foi para potentados escolhidos a dedo, não para cientistas. Haja vista o Chierice produzindo merda naquele laboratório imundo. Mas quem tá bem na fita ainda é o Tedson. Sim, AQUELE Tedson.

Tedson, nosso principal pesquisador na atualidade, está em outro grande projeto. Uma palestra! Sim, ele vai palestrar na Universidade de Harvard em Cambridge, Massachusetts. Boa! Eu achei maneiríssimo!

Continuar lendo “Tedson vai palestrar em Harvard. Ciência nota 10”

Como se tornar um “bom” palestrante enganando manés

Palestrante tem aos montes por aí. Normalmente, não fazem a menor ideia do que estão falando, ou para o segmento que estão se dirigindo. A única coisa que sabem é por que estão ali: Passar a perna no pessoal, fingindo ser o que não são, e cobrando bem caro por isso.

Tem de todos os tipos, de todas as especialidades, mas é sempre a mesma coisa: algo com a profundida de um pires, com um conhecimento de causa daqueles que nunca saíram de casa.

Descubra aqui o segredo desse pessoal.

Continuar lendo “Como se tornar um “bom” palestrante enganando manés”

Um dia de Campus Party: Seus amores, seus pecados

Eu não sei se vocês ficaram sabendo, mas ocorreu o Campus Party. Eu, junto com os figurantes do SciCast, fui convidado a participar. Foi uma experiência bem diferente do que eu estava acostumado. Teve prós, teve contras, teve até gente saindo com "pulseira". Teve case do Homem de Ferro e até evocações demoníacas. O que falar do Campus Party, em termos de divulgação científica e inovação?

Continuar lendo “Um dia de Campus Party: Seus amores, seus pecados”

Quer pagar quântico? A dualidade da picaretagem!

Nada mais picareta que o termo quântico. Existe tudo quântico. Dieta quântica, receita quântica, vida quântica, quântico quântico, tudo é quântico! Depois que os pseudocientistas conheceram o termo, não largaram mais o osso; e o Brasil, a Terra da Pseudociência até nas Universidades, não está livre de um bando de charlatões que vivem da credulidade burra das pessoas.

Um desses casos é a palestra de um especialista em "Saúde Quântica", seja lá o que for este diabo. O vídeo é tão… maravilhoso que eu mesmo não tive saco de ver totalmente. Se você quiser, bem… acompanhe:

Continuar lendo “Quer pagar quântico? A dualidade da picaretagem!”

Uma Hora de Química no Natal

Todo ano, dede 1825, a Royal Institution realiza um círculo de palestras abertas ao público, focando mais crianças e adolescentes. São palestras feitas não só para educar ou sairia algo criado pelas malditas pedagogas, mas para instruir e, sobretudo, divertir.

Estas palestras são conhecidas como Royal Institution Christmas Lectures, as Palestras da Natal Royal Institution. Ali não é as babaquices travestidas de ciência que brasileiro faz, mas algo muito, MUITO bom, com conceitos de verdade, mas de uma forma bem demonstrada, apresentada por cientistas de renome.

Continuar lendo “Uma Hora de Química no Natal”