Sinta na pele, mesmo usando uma prótese

Vocês já devem ter notado que eu adoro noticiar coisas que envolvam novas tecnologias para a fabricação de próteses mais eficientes, mais baratas e, raramente, mais eficientes e mais baratas no mesmo pacote. Bem, toda tecnologia em seu estado inicial é cara, cujo preço só vai barateando ao longo do tempo. Ainda assim, é legal acompanhar o que se anda pesquisando por aí.

Por exemplo, uma recente pesquisa partiu do princípio que próteses são legais, ótimas, mas falta uma coisinha: a sensação de tato. Sim, muitas pesquisas enveredam para isso, ainda mais que o tato é um dos nossos principais sentidos. A que eu trago hoje é uma pesquisa sobre pele artificial que traz sensores eletrônicos.

Continuar lendo “Sinta na pele, mesmo usando uma prótese”

Deficientes parciais também têm uma luva maneira pra chamar de sua

Já postei várias pesquisas sobre sistemas robóticos para paraplégicos e tetraplégicos. Mas ninguém disse que é só pra eles. Muitas pessoas com distrofia muscular ou alguma lesão parcial da medula espinhal têm sérias dificuldades para simplesmente segurar coisas com as mãos, até mesmo as menores, como uma caneca.

Os problemas dessas pessoas acabaram! Pesquisadores desenvolveram (e estão testando agora) uma luva robótica que ajuda a restaurar a função da mão. Mas nós sabemos para o que mais ela será usada!

Continuar lendo “Deficientes parciais também têm uma luva maneira pra chamar de sua”

Pesquisadores estudam mutantes para melhorar a vida do Homo sapiens

A vida de mutantes não é fácil. Os Homo sapiens estão de frente para pessoas (podemos dizer que mutante é gente?) com diferentes características, capacidades e habilidades. Muitos deles só querem viver em paz com os chamados “normais”, mas quando seus genes mutantes se apresentam, e fica evidente a sua diferença, muitas pessoas chegam a ficar com medo. Alguns acham que uma simples cirurgia resolve a parte diferente. Será mesmo? Eu acho que podemos aprender muito com nossos irmãos mutantes.

Como os que possuem polidactilia.

Continuar lendo “Pesquisadores estudam mutantes para melhorar a vida do Homo sapiens”

Pesquisa faz cérebro achar que as próteses são tao naturais quanto o membro natural

ESTE ARTIGO É CONTRA-INDICADO A FILÓSOFOS QUE ACHAM QUE PRÓTESES SÃO EUGENIA

Nossos corpos são fantásticos mesmo nos menores movimentos. Se nosso cérebro fosse um computador, ele teria vários loops e sistemas recursivos para fazer movimentos simples, como o de uma pinça usando os dedos. Não apenas isso, mesmo no escuro, seu cérebro sabe onde cada membro está. Se você estiver num quarto escuro e fechar os olhos, se lhe disserem para juntar a ponta dos indicadores de cada mão sobre a cabeça, seu célbo se encontra lindamente. Se você, meu amigo, quiser ir urinar de noite, no escuro, não vai precisar ficar procurando o seu “amiguinho” (achar o vaso é outra história, o que fará a sua devotada cônjuge ter arroubos de loucura pelo chão todo molhado). O problema é que isso, apesar de parecer simples, é um problema para quem projeta próteses. O cérebro não as encontra direito. Mas isso parece mudar com uma nova tecnologia da Cleveland Clinic

Continuar lendo “Pesquisa faz cérebro achar que as próteses são tao naturais quanto o membro natural”

ONG “veste” estátuas com próteses pros seus membros amputados

Eu não sou de Humanas, sabe? Eu não consigo ter a evolução mental e filosófica para entender certos vieses neoclássistas e como intelectuais austríacos viam o mundo, refletindo sobre as condições birguesas e o avanço da sociedade eugenista. Eu não consigo, portanto, ver nada de ruim em próteses, apesar de alguns acharem que isso é apenas externar eugenia e preconceito. Próteses são uma forma de fazer pessoas que perderam membros terem uma vida melhor, e viverem melhor consigo mesmas.

Assim, um ONG de caridade chamada Handicap International fez uma campanha para conscientizar pessoas, equipando uma série de estátuas de Paris com próteses para os membros. E ficou muito legal.

Continuar lendo “ONG “veste” estátuas com próteses pros seus membros amputados”

Pesquisa estuda como “fabricar” membros em laboratório

As atuais pesquisas para próteses cada vez mais realistas e de fácil uso estão de vento em popa. Fora essas de alta tecnologia, temos as próteses feitas com impressoras 3D, mais baratas, apesar de não serem tão "perfeitas" quanto as que vem com chips, implantes, eletrodos etc.. Transplantes de de braços e pernas já é uma realidade, mas e que tal se pudessem "cultivar" um braço para você chamar de seu? É o que promete uma pesquisa que visa "fabricar" membros (esse, não… Ainda) em laboratório. Ainda estamos um pouco longe de humanos, mas já se conseguiu uma pata de um ratinho.

Continuar lendo “Pesquisa estuda como “fabricar” membros em laboratório”