HiRISE mostra detalhes de sistemas fluviais de Marte

Há anos se busca água líquida em Marte. Um dos motivos é a possibilidade de haver vida lá. Se não tem hoje, quem sabe, tenha havido no passado. Com a evolução de nossa tecnologia, os instrumentos de observação ficaram mais precisos, captando imagens de maior resolução, trazendo mais evidências da existências de antigos rios, lagos e até oceanos planeta-guerreiro.

Um desses incríveis equipamentos é o HiRISE ou High Resolution Imaging Science Experiment (Experimento Científico de Imageamento de Alta Resolução ou Câmera Fodona pra Cacete, como tenho certeza que alguém quis batia. Eu iria querer). As imagens do HiRISE estão entre “Boçal” e “Isso é Feitiçaria”, e agora trouxe imagens detalhadas de um penhasco marciano rochoso que não ficariam feias em nenhum quadro na parede da sala.

Continuar lendo “HiRISE mostra detalhes de sistemas fluviais de Marte”

Aventura Humana correndo e voando rumo ao nosso vizinho

Nesta última quinta-feira, 30 de julho, a Aventura Humana deu mais um passo. Um foguete Atlas decolou de Cabo Canaveral rumo ao Espaço. Mas isso vários foguetes fazem praticamente todos os dias. Esse é diferente. ele leva o rover Perseverance, e seu pouso (o do Perseverance, não o foguete)  está programado para acontecer na Cratera Jezero, em Marte, que deve ocorrer em fevereiro de 2021. O rover leva consigo o Ingenuity Mars Helicopter, um helicóptero marciano que não é de Marte, mas vai para Marte, com a missão de dar aquele rolé aéreo pelo Planeta Guerreiro.

Continuar lendo “Aventura Humana correndo e voando rumo ao nosso vizinho”

Dê um rolé em Marte você também. Todos a bordo!

Você curte o Curiosity, né? Então, que tal mais um rover? Pois é, o próximo rover que a NASA vai mandar para o Planeta Vermelho é Perseverance. Já que design que funciona é mantido, pois não há sentido em bater cabeça com algo do zero, o Perseverance possui design bem parecido com o do Curiosity. Mr. P levará sete instrumentos científicos para estudar a superfície marciana na cratera Jezero, totalizando 23 câmeras, e dois microfones. O veículo espacial também será acompanhado pelo helicóptero (eu vou chamar de helicóptero. Tô nem aí) Ingenuity, que ajudará a Perseverance a procurar locais para estudar.

Continuar lendo “Dê um rolé em Marte você também. Todos a bordo!”

MAVEN explora os céus amigos de Marte

marte1

Maven significa Mars Atmosphere and Volatile Evolution ou Evolução Volátil e Atmosférica de Marte. Ela faz exatamente isso: está lá pesquisando como a atmosfera de Marte se tornou o que é, qual a sua história e como isso pode nos ensinar sobre a nossa própria história.

Ela estuda camadas eletricamente carregadas da atmosfera superior (a ionosfera) de Marte. Um fenômeno muito comum na Terra que causa interrupções imprevisíveis nas radiocomunicações. O que terá na ionosfera de Marte nos esperando?

Continuar lendo “MAVEN explora os céus amigos de Marte”

Panorama da Curiosity com 1,8 bilhão de pixels

Este panorama mostra “Glen Torridon”, uma região ao lado do Monte Sharp que o Curiosity está explorando. O panorama foi tirado entre 24 de novembro e 1º de dezembro de 2019, quando a equipe do Curiosity estava de folga no feriado de Ação de Graças.

Como o rover ficaria parado com poucas outras tarefas, enquanto esperava a equipe retornar e fornecer seus próximos comandos, o rover teve uma rara chance de imaginar o ambiente ao redor por vários dias seguidos sem se mover, gerando um imenso panorama com 1,8 bilhão de pixels.

Continuar lendo “Panorama da Curiosity com 1,8 bilhão de pixels”

O robô abelhudo de Marte

Marte tem uns problemas para sua exploração: sua atmosfera é fina. Como sabemos, o que mantém um avião no ar é o próprio ar. Sendo assim, fica difícil ter aeronaves voando por sobre o planeta vermelho. Mas e se tivéssemos robôs com formato de abelhas com longas asas? Así sim ficaria mais fácil, certo?

Continuar lendo “O robô abelhudo de Marte”

MAVEN estuda os ventos marcianos

Apesar de Marte ter uma atmosfera bem fina, tem alguma coisa lá e se tem ar, tem vento. Como são esses ventos hoje? Como eram os ventos antigamente, quando a atmosfera era bem mais densa? São perguntas que a missão MAVEN procura responder, analisando os padrões de ventos das camadas mais altas da atmosfera marciana.

Padrões que são alterados pela topografia de Marte são levados em conta e todas essas informações são registradas para elucidar a história antiga do Planeta Guerreiro.
Continuar lendo “MAVEN estuda os ventos marcianos”

Como um deserto pode nos ajudar a entender Marte

Como saber o que procurar em Marte? Como buscar sinais de vida lá? A resposta é simples e complicada ao mesmo tempo. Deve-se partir de algum parâmetro de comparação. Sendo assim, vamos tirar como exemplo aqui mesmo. Onde estão as mais antigas evidências de vida?

Pesquisadores foram para a Austrália buscar no seu deserto os primeiros sinais de vida na Terra. De repente, isso nos ajuda a identificar o que estamos procurando em Marte.

Continuar lendo “Como um deserto pode nos ajudar a entender Marte”

O medo que tenta obscurecer a luz, mas passa de mansinho

Marte, o Planeta-Guerreiro é a nossa atual fonte de inspiração. É a ele que almejamos ir. É ele que nos fascina. Não que a Lua tenha perdido seu charme. Essa ignomínia nunca acontecerá, mas Marte é a nossa próxima meta, a nossa próxima parada, o próximo passo da Aventura Humana, que começou desde que conseguimos ficar sobre dois pés e olhamos o horizonte perdido de uma savana e nos perguntamos o que havia ali, sem Shangri-la ou apenas mais um tigre de dentes de sabre para nos dar um “oi” antes da mordida final.

Assim como o primeiro hominídeo contemplou aquele grande disco branco e se perguntou que deusa maravilhosa era aquela, hoje vemos Marte e perguntamos sobre ele e o que ele esconde, bem como os seus dois satélites: Fobos e Deimos.

Continuar lendo “O medo que tenta obscurecer a luz, mas passa de mansinho”

Saiu orçamento da NASA, e é o maior em dez anos

Quando Pato Donald Trump venceu a corrida presidencial, todo mundo ficou chocado (e é isso o que se ganha por chamar os amiguinhos de “deploráveis, né, Hillary?). começaram várias especulações sobre os severos cortes de Ciência e Tecnologia que ia acontecer dali por diante. Foi um Deus-nos-acuda. O problema é que o que aconteceu dali por diante foi bem diferente do que esperavam, e pelo segundo ano consecutivo, a verba à NASA é a maior da última década. Mas tem uma pequena pegadinha. Antes de tudo, vamos examinar o contexto da situação.

Continuar lendo “Saiu orçamento da NASA, e é o maior em dez anos”