Buááááá, contrataram outros youtubeiros para fazer propaganda do governo!

Hoje é sábado, fim do horário de verão e temos que dar um jeito de arrumar uma nova polêmica! Hummmm, vamos checar! Jogador de futebol saindo com travestis? Não, muito antigo. Shopping barrando gente ladra? Nah. Rolezinhos? Também não! Ei, taí!

O Governo Federal está implantando sua nova reforma para o Ensino Médio. Claro, não basta fazer algo, tem que divulgar. Normalmente, costuma-se divulgar o que não se faz, mas nunca deixa-se de divulgar o que se fez. Isso é realidade desde os tempos do Faraó. Só que o chilique geral é que pagaram youtubeiros para fazer isso. Daí pessoal está reclamando.

Continuar lendo “Buááááá, contrataram outros youtubeiros para fazer propaganda do governo!”

O Maléfico YouTube e os mimizentos de plantão

Todo mundo reclamando do algoritmo malvadão do YouTube. Choro e ranger de dentes. Um deles é um youtubeiro zuão da Suécia chamado Pewdiepie, que alegou ter perdido assinantes e ter sofrido uma queda de visualizações no seu canal de bobagens. A desculpa que ele encontrou é que estão discriminando-o por ser branco.

PewPew subiu um vídeo com ataque de pelanca, dizendo que se ele chegasse aos 50 milhões de assinantes, que ele apagaria o canal (ele já passou dessa marca e não apagou). Um monte de gente também postou vídeo falando, reclamando, tendo ataque de piti e chilicando geral por causa das mudanças de como o YouTube trabalha.

E o que o André tem a dizer?

Continuar lendo “O Maléfico YouTube e os mimizentos de plantão”

Jogos, frescos e o politicamente idiota

O mundo tem que ser azulzinho (ou rosinha, para não ofender a brigada dos direitos iguais). As pessoas andam tão paranoicas que tudo é motivo para não dar motivo ao pessoal mimizento de reclamar, como coisa que eles pararão de reclamar.

Agora, o pessoal do politicamente "vamos encher o saco com coisas sem sentido" começa a reclamar de estereótipos em jogos ("game" não consta no vernáculo. Sorry… ops!).

Continuar lendo “Jogos, frescos e o politicamente idiota”

Ateus de fim-de-semana têm ataque de piti e querem proibir festejos de Natal. Depois vão reclamar…

Tão chatos quanto aquele bando de crente inconveniente que vem bater às 7 da manhã num domingo para que você ouça a Boa Nova — que está mais que velha — são os ateus de fim-de-semana, um bando de idiotas que só porque leram Deus, um Delírio (um livro chato e risível do ponto de vista de alguém que leu sobre a história dos mitos) acham que podem se dar o luxo de "exorcizar" (deliciosa escolha de palavras, hein?) qualquer tipo de festejo religioso da humanidade.

Agora, os ateuzinhos fofuxos dos EUA querem dar uma de Grinch e cancelar o Natal em parques públicos. Acho que eles não ganharam presente do Papai Noel.

Continuar lendo “Ateus de fim-de-semana têm ataque de piti e querem proibir festejos de Natal. Depois vão reclamar…”

Das coisas que me incomoda

Eu não sou do tipo de usar blogs para reclamações pessoais. Cet.net basicamente existe para divulgação do Conhecimento (sim, "C" maiúsculo), seja sobre Ciência de uma maneira geral, Geografia, História, Tecnologia (tecnologia NÃO É só sobre computadores), Política etc. Mesmo os meus mais simples posts, como alguns vídeos legais que eu coloco aqui, vêm com um dedo de prosa ou uma breve explicação sobre algo. Nem que eu coloque o quão fascinante foi aquilo que vi. Procuro colocar artigos diários e em janeiro cheguei a colocar 4 artigos num único dia. Quantos sites de divulgação científica vocês veem fazer isso? E lembrando que eu estou postando sozinho ultimamente, pois os demais mantenedores têm sua vida. Nenhum de nós vive do Cet.net e o que arrecadamos com o Ad Sense praticamente é pra pagar os custos com o site.

Nada é tão maravilhoso que não tenha algo que incomode, que chateie ou que efetivamente irrite. O Cet.net não é exceção.

Continuar lendo “Das coisas que me incomoda”

Hebe diz sentir pena de ateus. Choradeira geral

Infância é uma época difícil. Tudo assusta, tudo me dá medo e qualquer coisinha traz um problema generalizado no controle intestinal. Depois, vem a adolescência, onde tudo é revolta, tudo é motivo para ficar sapateando, achando que o mundo está se importando com suas imundas existências. Então, chega a idade adulta e você percebe que o mundo é uma merda mesmo e pára de se importar com coisas ridículas (e até mesmo com acordos ortográficos).

Boa parte das pessoas (entre estas estão as chamadas "pessoas normais") passa por estes estágios numa boa, mas alguns não deixam de agir como criancinhas birrentas, onde qualquer coisinha parece ser o fim do mundo. Um exemplo disso é o vídeo da entrevista da Hebe Camargo com a Dilma, onde a Hebe fala que sente pena de ateus e de quem não tem fé. Pronto, a gurizada tá xingando muito no twitter e escrevendo um monte de besteiras por aí. Coitadinhos, chega a dar pena, mesmo.

Continuar lendo “Hebe diz sentir pena de ateus. Choradeira geral”