Pesquisa explica por que gelo escorrega

A má compreensão sobre a Ciência
Espécies invasoras atacam a Europa e estão vindo pro Mediterrâneo. CORRÃO!

Essa é uma das mais famosas questões importantes que ninguém se importa: afinal, por que o gelo é escorregadio? Da para fazer com que ele seja mais escorregadio? Que dia o Correio entregará a minha encomenda? Bem, a Ciência ainda não pode prever eventos regidos por fatores caóticos não determinísticos, mas conseguimos saber por que o gelo é escorregadio e como fazê-lo escorregar mais, mediante uma pesquisa séria que fatalmente estará candidata ao IgNobel.

O dr. Daniel Bonn e o dr. Mischa Bonn, ao que andaram dizendo por aí, são irmãos e são bons no que fazem. Eles não andavam contentes com a explicação que o gelo é escorregadio porque, durante o contato, o atrito faz a camada superficial do gelo derreter, diminuindo o atrito. Sendo assim, eles resolveram pesquisar a respeito e conseguiram demonstrar que o atrito com o gelo é mais complexo do que se supunha. Através de experimentos de fricção macroscópica em temperaturas variando de 0 °C a -100 °C, os pesquisadores mostram a superfície do gelo se transforma de uma superfície extremamente escorregadia em temperaturas típicas de esportes de inverno, para uma superfície com alta fricção a -100 °C. mas como assim?

Para investigar a origem deste escorregamento dependente da temperatura, os irmãos Bonn mediram com um espectroscópio o estado das moléculas de água na superfície, depois jogaram no computador para fazerem simulações de dinâmica molecular. Essa combinação de experimento e teoria revela que existem dois tipos de moléculas de água na superfície do gelo: moléculas de água que estão presas ao gelo subjacente (ligadas por três ligações de hidrogênio) e moléculas de água móveis que são ligadas por apenas duas ligações de hidrogênio. Estas moléculas de água móveis rolam continuamente sobre as esferas minúsculas, semelhantes a gelo, alimentadas por vibrações térmicas.

Já nem falo nada. Já sei que você vai explicar mesmo!

A água não tem fórmula H2O. H2O é sua fórmula mínima. A água é um tanto mais complicada que isso, já que o oxigênio tem dois elétrons desemparelhados. Isso faz com que a água seja uma molécula angular e isso faz aparecer polaridade. O resultado é o aparecimento de ligações de hidrogênio (você aprendeu “ponte de hidrogênio” no colégio, que eu sei! Esta ligação de hidrogênios é a responsável pelas moléculas de água ficarem mais próximas umas das outras e, por conseguinte, termos água líquida à temperatura ambiente. Se uma molécula de água estiver estabelecendo ligação de hidrogênio a três outras moléculas, ela se torna estável quando congela, formando um emaranhamento. Se for a só dias, este trecho do gelo é facilmente “derretível” (sim, neologismo. Se Guimarães Rosa podia, eu também posso!) e as moléculas começam a e movimentar, diminuindo o atrito e fazendo com que você possa escorregar e por ventura se estabacar lindamente.

À medida que o gelo derrete, estas duas entidades (ê-ê) vão mudando. O que mantinha três ligações de hidrogênio passará a r apenas duas e vice-versa. A -7ºC, esta mudança é ótima e faz com que o atrito seja muito, muito reduzido., se você quer uma boa temperatura para sair escorregando, esta é a sua temperatura, cara!

A pesquisa vai mudar o mundo? Não. Vai te ajudar a não tirar aquela nota pífia que tirou no ENEM do ano passado? Também não, mas é informação. Deixem que, depois, os técnicos desenvolvam alguma aplicação prática. Ou não.

A pesquisa foi publicada no periódico The Journal of Physical Chemistry Letters

A má compreensão sobre a Ciência
Espécies invasoras atacam a Europa e estão vindo pro Mediterrâneo. CORRÃO!

Sobre André Carvalho

και γνωσεσθε την αληθειαν και η αληθεια ελευθερωσει υμας

Quer opinar? Ótimo! Mas leia primeiro a nossa Polí­tica de Comentários, para não reclamar depois. Todos os comentários necessitam aprovação para aparecerem. Não gostou? Só lamento!