Chimpanzés espalham notícias

A verdadeira influência dos astros
Marte teve oceano há 2 bilhões de anos

Estudo fornece primeira evidência de que chimpanzés transmitem comportamentos e costumes recém-adquiridos a outras comunidades.

Um novo estudo de populações de chimpanzés demonstrou, pela primeira vez, que os parentes mais próximos dos humanos ensinam novos costumes a seus colegas em sua própria comunidade e também para grupos vizinhos. “Até agora, não havia evidência de que primatas não-humanos pudessem transmitir um comportamento adquirido de um grupo para outro”, diz Antoine Spiteri, da University of St. Andrews, na Escócia. Spiteri trabalha no laboratório de Andrew Whiten, líder do estudo publicado na Current Biology.

Primatólogos – incluindo equipes do Science Park do M.D. Anderson Cancer Center da University of Texas, em Bastrop, e do Yerkes National Primate Research Center da Emory University, em Atlanta – treinaram oito chimpanzés, cada um de uma comunidade diferente (que consistiam de sete a 17 membros), para utilizar mecanismos para pegar frutas. Os pesquisadores descobriram que os chimpanzés escolhidos transmitiram suas habilidades recém-adquiridas para seus pares dentro das oito comunidades quando elas foram expostas a dispositivos similares.

Em um caso, os animais foram treinados para puxar uma alavanca para forçar uma fruta a sair por um orifício, e então fazer um aparelho deslizar para guiá-la para dentro de uma caixa e através de um buraco grande o bastante, para que eles conseguissem alcançá-la e tirá-la de lá. Em outras situações, eles aprenderam “manobras” como perfurar, levantar uma barra ou colocar uma moeda para pegar o alimento tão cobiçado. “Quanto mais indivíduos aprendiam a tarefa, mais ela se tornava uma tradição”, diz Spiteri.

Quando mais de 50% do grupo aprendeu as tarefas, os pesquisadores colocaram a caixa em um canto do habitat, onde podia ser vista pela comunidade vizinha de chimpanzés, onde ninguém havia recebido treinamento. Os vizinhos curiosos observaram os chimpanzés treinados, e finalmente entenderam o que o grupo estava fazendo para pegar a comida. As novas técnicas também foram passadas para um terceiro grupo que se deparou com o estranho mecanismo de obter alimentos. Em geral, os animais adotaram e espalharam 10 novos costumes durante o processo.

As observações demonstram que “os chimpanzés pode sustentar culturas compostas por várias tradições”, afirma Whiten. “Isso é consistente com aquilo que se observa junto a chimpanzés livres na natureza: presume-se que eles tenham 20 tradições que definem sua cultura local”.

Bennett Galef, da McMaster University em Hamilton, ressalta que, na natureza, as chimpanzés fêmeas mudam de grupos e “levam o comportamento adquirido com elas”, uma prática que ratifica as novas descobertas.

“Idealmente, eu gostaria de observar a mudança de um desses chimpanzés de um grupo para outro”, diz Spiteri. No entanto, ele ressalta que está “convencido de que os chimpanzés realmente possuem a capacidade de aprender uns com os outros”.

Fonte: Scientific American Brasil

A verdadeira influência dos astros
Marte teve oceano há 2 bilhões de anos

Sobre André Carvalho

και γνωσεσθε την αληθειαν και η αληθεια ελευθερωσει υμας