Pastor promete morrer e voltar depois de 3 dias. Só cumpriu a primeira parte

Eu acho que se você vai seguir uma religião, tem que seguir todos os ritos da religião. O problema é que muitos não fazem isso, outros fazem até demais. Alguns têm tanta fé no taco de Deus que pagam para ver. A realidade, sendo cruel e… bem, real, cobra muitas vezes um preço por isso. Um exemplo foi o pastor cuja fé inabalável em Cristo Jesus o fez ter certeza que se fosse enterrado vivo, estaria vivo três dias depois.

O que aconteceu? Digamos assim: Darwin 1 x 0 Jesus.

Estando morto de cansado e pronto pro fim de semana, esta é a sua SEXTA INSANA! Continuar lendo “Pastor promete morrer e voltar depois de 3 dias. Só cumpriu a primeira parte”

Africano que tinha ressuscitado morreu outra vez e não voltou. Ninguém sabe o motivo

Ontem eu noticiei como o brasileiro é tosco e acha que o mais importante para ter uma boa vida e a religião. Só que o Brasil não é a única shithole country que existe. África do Sul não é muito melhor que aqui, ainda mais que foi lá que um tosco chamado Alph Lukau, que “pastoriza” a Alleluia Ministries International Church em Joanesburgo, veio com videozinho vagabundo em que ele ressuscita um zimbabuense (dane-se qual é o gentílico correto. Tô nem aí) que tinha “morrido”. Todo mundo ficou “OOOOOOOOHHHHHHHH”, era o Poder de Deus atuando.

Bem, este poder tem validade pequena, já que o tal sujeito mór-reu! E dessa vez pra valer!

Continuar lendo “Africano que tinha ressuscitado morreu outra vez e não voltou. Ninguém sabe o motivo”

Nem só Jesus Cristo tinha poder

Por Widson Porto Reis

Apolônio de Tiana

Ele nasceu do útero de uma virgem e seu nascimento foi anunciado por um anjo. Reuniu ao seu redor um grupo de leais seguidores a quem transmitiu uma avançada mensagem de igualdade e fraternidade. Foi um agitador das massas e suas palavras tanto desagradaram aos romanos que acabaram por matá-lo. Em vida fazia inúmeros milagres: curava inválidos, anulava pragas, expulsava o demônio das pessoas e certa vez até ressucitou uma menina. Mas o maior dos seus feitos foi sua própria ressurreição, é claro. Uma vez completada sua missão, tomou seu lugar ao lado do Pai, do Espírito Santo e de sua própria mãe, também alçada aos céus, deixando aos seus seguidores em terra a dura tarefa de explicar como tinha tanta gente no céu se Deus era para ser único.

Ah sim, esqueci de dizer que não estou falando de Jesus Cristo. Estou falando de Apolônio de Tiana.

Leia o restante deste artigo clicando aqui.