Por que a Internet não é um Nirvana

Depois de duas décadas on-line, estou perplexo. Não é que eu não tive um bom tempo na internet. Conheci grandes pessoas e até peguei um hacker ou dois. Mas hoje, estou desconfortável com essa comunidade mais moderna e supervalorizada. Os visionários veem um futuro de trabalhadores fazendo home office, bibliotecas interativas e salas de aula multimídia. Eles falam de reuniões eletrônicas de cidades e comunidades virtuais. Comércio e negócios mudarão de escritórios e shoppings para redes e modems. E a liberdade das redes digitais tornará o governo mais democrático.

Besteira. Os nossos especialistas em computadores não simancol? A verdade é que nenhuma base de dados on-line irá substituir o seu jornal diário, nenhum CD-ROM pode substituir um professor competente e nenhuma rede informática irá mudar a forma como o governo funciona.

Continuar lendo “Por que a Internet não é um Nirvana”

O Que São Espelhos?

Você tem um, ou mais de um em casa. Você o adora, principalmente porque ele é extremamente útil. Sem ele você não viveria… Ok, até poderia viver, mas é tudo muito mais fácil com ele, seu espelho. E já que espelhos são muito interessantes, nada melhor que falar um pouco sobre eles.

Não, você não  verá aquelas fórmulas chatas de incidência e reflexão, mas podemos falar um pouco delas, sem usar uma fórmula sequer. Aproveitem.

Continuar lendo “O Que São Espelhos?”

O que é Ceticismo?

As pessoas não sabem o que é ceticismo. Pensam que é coisa de ateu satanista do Inferno. Outros confundem ceticismo com ignorância. Tem os que acham que religiosos não podem ser céticos, além dos que pregam que todo mundo é cético 24 horas por dia, 7 dias por semana.

Cético pra lá, cético pra cá. Ceticismo parece que virou cartão de visitas ou ato condenatório. Afinal, o que é ceticismo?

Continuar lendo “O que é Ceticismo?”

Médica deixou de atender filho de vereadora PT. Isso é ético?

Vai a resposta curta: Sim, é. Mas como assim? Médico não pode se recusar a atender paciente. Pode? Poder, pode, mas nem sempre. Não é simples e isso ontem me levou a uma conversa com quem mais entende disso: um médico.

Obviamente, você esta indignado, e eu não tiro a sua razão. Mas diferente de comentarista de portais, eu ouço o outro lado e procuro saber mais. Imagino que vocês que me leem também querem saber mais. Não é isso que diz bem aqui em cima do site? Você quer saber mais e vai saber mais. Ou dê Alt+F4, mas não pense que seus comentários serão aprovados.

Continuar lendo “Médica deixou de atender filho de vereadora PT. Isso é ético?”