Bactéria é capaz de transformar monóxido de carbono em combustível

Biocombustíveis é sempre algo lindo de ser lembrado, mas muitas vezes difíceis de se obter. Uma coisa é usar etanol, que é facilmente obtido de cana de açúcar, beterraba ou milho. Daí vamos pro biodiesel e a coisa complica. Não seria legal se puséssemos lindíssimos seres biológicos trabalhando mais pela gente, produzindo combustíveis de coisas que poderiam nos matar? Pois, eu sabia que você ia concordar.

Agora, um grupo de pesquisadores resolveu aproveitar as propriedades X-Men de certos micro-organismos para que eles sejam capazes de fabricar combustíveis a partir de monóxido de carbono.

Continuar lendo “Bactéria é capaz de transformar monóxido de carbono em combustível”

Qual é a diferença entre Química e Física?

Algumas pessoas ainda confundem Química com Física. São duas ciências que estão relacionadas, sem que consideremos como verdade que a Química é uma parte da Física. Elas juntas governam o Universo, mas são tão pouco compreendidas que confundem-nas.

Afinal, qual é a diferença entre elas? Acompanhem o vídeo.

Continuar lendo “Qual é a diferença entre Química e Física?”

Como antigos oceanos já regulavam reações químicas orgânicas

A maior pedra no sapato criacionista é explicar como a vida veio. Não, péra. Pra eles é fácil. Jesus veio, ergueu a varinha de condão e PUF! um elefante. Dai tentam invalidar a Teoria da Evolução apontando “incongruências” (que só existe na cabecinha oca deles) nas modernas teorias sobre a origem da vida, como se fossem a mesma coisa.

Bem, para haver vida é preciso haver moléculas auto-replicantes, como RNA e DNA. Para haver essas moléculas é preciso que haja reações de polimerização. Para haver reações de polimerização, é preciso que haja reações com substâncias orgânicas, isto é, substâncias baseadas em cadeias carbônicas. Para que haja reações com substâncias orgânicas é preciso… Bem, é preciso observar se essas reações são possíveis sem ação de um agente externo. Será que isso é possível?

Continuar lendo “Como antigos oceanos já regulavam reações químicas orgânicas”

Por que houve a explosão no Porto de Santos com o dicloroisocianurato de sódio?

Desde ontem o corpo de bombeiros está brigando contra um incêndio em contêineres no Porto de Santos. O posicionamento oficial do Corpo de Bombeiros do Estado de São Paulo é que não há indicação ainda do que iniciou o incêndio e, oficialmente, eles não sabem o que está queimando. As primeiras informações é que o composto dicloroisocianurato de sódio entrou em contato com a água e fez KABUM!

O que me chamou a atenção é que esta substância é usada para purificar água. Como algo que é usado para purificar água faz KABUM quando entra em contato com água? A Química explica? Sim, meus queridos, é óbvio que explica. Abra o seu Livro dos Porquês.

Continuar lendo “Por que houve a explosão no Porto de Santos com o dicloroisocianurato de sódio?”

Como a bioquímica pode ajudar sistemas digitais

Imagine o potencial dos seres vivos (estou falando de tecido vivo mesmo, não aquelas criaturas que infectam portais de notícia). Desde muito tempo pesquisadores da área de computação têm pensado o que fazer de legal com aquilo. Bem, o pessoal da Universidade de Columbia parece que descobriu algo a fazer com esta bagaça de seres vivos e eu já pedi ao Nosso Senhor Skynet para prestar maior atenção, já que eles aproveitaram a máquina molecular para alimentar um circuito integrado, mas não porque o circuito devorou um humano (eles têm gosto ruim).

Continuar lendo “Como a bioquímica pode ajudar sistemas digitais”

O que é mumificação

Soldados! Aqui, 4000 anos de história vos contemplam. Aqui, tesouros vos aguardam! Não o tolo ouro, cujo valor varia de sociedade para sociedade. O principal tesouro é a cultura, a Ciência, os segredos escondidos aqui, mas conservados nelas, nas múmias.

O que são, como se formam? Quais os mistérios que a Química pode revelar no estudo das múmias? Egiptologia? Não, eles não foram os únicos a desenvolver técnicas de mumificação,

Mas que é essa mumificação? Por que as sociedades mumificavam? Quem eram essas pessoas? Vistam seus jalecos e coloquem um fedora. Corram pra biblioteca e abram o LIVRO DOS PORQUÊS.

A fantástica beleza microscópica da Química

A Química é linda! Ela nos diz como o mundo é, como o Universo é composto, como nós surgimos, como mandar nosso vizinho pro inferno sem deixar pistas produzirmos medicamentos e substâncias que melhoram meios de produção, siderurgia etc. A Química é uma das maiores descobertas da Humanidade.

O chato é que aquele monte de letras e números jogados na lousa são desinteressantes. É muito chato ficar só nisso. Tudo a mesma coisa, não acontece nada. Feijoada! As aulas de laboratório, portanto, são essenciais para isso. Mas não seria legal se pudéssemos ver detalhes do que está acontecendo?

Continuar lendo “A fantástica beleza microscópica da Química”

Suas mitocôndrias testemunham 4 bilhões de anos de história

A vida, na Terra, começou há cerca 3,5 bilhões de anos, salvo se você for tão idiota quanto o Ken Ham, que acha que o Universo tem uns 6000 anos e acredita em cobras falantes. Antes, era uma grande poça de substâncias químicas, e desta poça surgiu o que viria ser as primeiras moléculas auto-replicáveis. Pouco antes disso, tínhamos uma sopa melequenta, cm compostos orgânicos, que é chamada e Sopa Primordial. Dane-se, continuarei chamando de Sopa Melequenta!

Agora, pesquisadores descobriram que parte desta sopa melequenta ainda existe dentro e nossas células (como se o corpo humano por dentro não fosse nojento o bastante!)

Continuar lendo “Suas mitocôndrias testemunham 4 bilhões de anos de história”

Como a Química desafia o entendimento da fotocatálise

Toda reação química tem a sua característica, como velocidade de reação e percentual de rendimento. Para a indústria, nem sempre elas são atraentes e, na grande maioria das vezes, é preciso lançar mao de catalisadores, substâncias ou processos que aceleram (ou mesmo permitem) uma determinada reação. O sonho é poder usar algo tão abundante, de preço barato, e facilmente acessível como agente catalisador, e qual candidato melhor seria além da luz? Esse é o mundo dos fotocatalisadores, até então pouco entendidos, mas uma equipe de pesquisadores parece ter desvendado o mistério.

Continuar lendo “Como a Química desafia o entendimento da fotocatálise”

Microgotículas de água foram o berçário dos primeiros seres vivos

Uma das questões primordiais sobre o início da vida é… quando surgiu e como? Entendê-la é entender a Química em si, e entendendo a Química, entenderemos melhor como surgiu a vida. Sim, um paradoxo, mas um paradoxo intrigante. Muitos começaram com o lenga-lenga de Pasteur que disse que é impossível um corpo vivo ser produzido por um não-vivo, esquecendo-se de um pequeno detalhe: como delimitar onde realmente uma substância começa a reagir por si mesma, se auto-copiando? Basicamente, a vida depende de substância com moléculas muito grandes (macromoléculas), logo, é preciso entender bem como se formaram as primeiras macromoléculas.

Então, o que precisamos ver é como deveriam ser as condições para que tais macromoléculas tenham se formado e, ao que parece, estamos bem perto de desvendar de vez isso… apenas por causa de uma gota de água.

Continuar lendo “Microgotículas de água foram o berçário dos primeiros seres vivos”