Artigos da Semana 10

Continuamos aqui, trazendo o melhor do mundo, principalmente àqueles que sabem mais que astrônomos (o que não significa muita coisa. Basta saber geografia de sexto ano que saberá mais do que muito astrônomo jovem do Brasil). Imaginem que podemos fazer exames sem levantar a bunda da privada. Ou que podemos estudar o planeta usando uma bigorna de diamantes. Sabem qual a concentração do álcool para matar o coronga? Mas pesquisar na Internet, reconhecendo sites válidos é algo que todo mundo sabe fazer, não é?

No final, a pergunta: já aprendemos a trabalhar?

Continuar lendo “Artigos da Semana 10”

Pesquisadores usam melhor amigo das mulheres para saber como são as coisas no centro da Terra

Algumas pesquisas são fascinantes. De minha parte, parte dessa fascinação nem é tanto pelo alvo da pesquisa, mas sim pelo ferramental usado. Foi isso que me chamou a atenção na pesquisa que irei relatar neste artigo. Um bando de cientistas japoneses, provavelmente vestidos de Pikachu e de Mário (vai, pergunta!), resolveu simular o interior da Terra, mais especificamente seu núcleo de ferro fundido, que só não está mal-pago porque tem ouro lá embaixo, o que não adianta nada se não tem shopping também.

Teve de tudo na pesquisa: prensa de diamante, raios-X… só faltou ter Hefesto e seu martelão do mal para dar umas marteladas nos corpos de prova.

Continuar lendo “Pesquisadores usam melhor amigo das mulheres para saber como são as coisas no centro da Terra”

Bruce McCandless. O Homem que Caminhou pelo Espaço

Algumas pessoas esperam anos para passar por um momento mágico em suas vidas. Nem todas conseguem, mas outras são agraciadas e vivem cada segundo ao sabor de seu desejo desde a infância. Dizem que a solidão é ruim, mas quando é uma solidão acompanhada por milhões, bilhões de pessoas, você não se sente sozinho. É um momento só seu, é um momento incrível. Você fecha os olhos e curte este momento, mesmo sabendo que poderá nunca se repetir. Não importa, aquele é o SEU momento!

Se teve uma pessoa que pôde dizer que viveu isso em plenitude foi o astronauta Bruce McCandless II. O que ele fez de memorável? Ele voou, voou; subiu, subiu. Largou o que o mantinha preso e caiu com estilo, em órbita, livre de amarras. Se teve um homem verdadeiramente livre, foi o Bruce!

Continuar lendo “Bruce McCandless. O Homem que Caminhou pelo Espaço”

Esporos fofoqueiros contam o que andou rolando na Extinção do Triássico

Há 200 milhões de anos, deu muito ruim no planeta Terra (não que isso seja novidade ou exclusividade. Houve outras extinções em massa. Essa foi apenas mais uma num mundo perfeito, projetado por um desenhista inteligente). A Extinção do Triássico-Jurássico foi uma extinção das mais severas, intensas e das que abalaram geral, quase limando toda a vida na Terra.

Ainda não se tem certeza de como isso aconteceu. Das várias hipóteses, a que mais se aproxima do que ocorreu é a que defende que houve um festival de erupções vulcânicas em escala colossal, já que elas teriam liberado quantidades godzilianas de dióxido de carbono e dióxido de enxofre que teriam feito o favor de causar um aquecimento global sem precedentes. Só que novos dados fornecidos por esporos de samambaia sugerem que pode não ter sido só isso.

Continuar lendo “Esporos fofoqueiros contam o que andou rolando na Extinção do Triássico”

Pesquisa estuda como corais são extintos e voltam a vida

Aprendi com Jurassic Park que a vida sempre dá um jeito. Espero que isso valha para todo tipo de ser vivo, exceto para os jovens atuais. A verdade é que o planeta tem passado por períodos de extinção, para depois a vida começar a se proliferar novamente. Basta só alguns exemplares e já é o suficiente. Um exemplo desses ocorreu há treze mil anos, quando a última era glacial terminou e trechos inteiros da Grande Barreira de Corais da Austrália pereceram. Os níveis dos mares aumentaram muito, impedindo a luz solar chegar às camadas mais profundas do oceano, o que gerou uma mortandade de seres fotossintetizantes e dos que dependiam deste para se alimentar. Foi uma catástrofe sem igual!

O recife acabou se recuperando, mas a vinda a nova leva de vida, fica0-se a pergunta: como aconteceu? Bem, parece que não foi num ponto só. E parece que isso não foi tão inusitado assim.

Continuar lendo “Pesquisa estuda como corais são extintos e voltam a vida”

Cometa fidamãe quase passa o cerol em todo mundo na Terra há 12 mil anos

Imagine-se você, num dia qualquer, sem maiores preocupações além de não morrer de fome, doenças ou algum predador da mega-fauna vir te pegar. Bem, a sua sorte é que os dinossauros foram pro saco muitos milhões de anos antes, então, você está lá na sua patética vidinha com expectativa de vida de uns 18 anos, e aos 14 já estava pedindo pra morrer. Você estava pensando onde iria arrumar a próxima raiz com sabor horrível para poder comer, antes que Gronk, aquele fidamãe, roubasse sua comida. De repente, um barulho ensurdecedor! Bolas de fogo cruzam os céus e caem bem longe de você, a terra treme e algum tempo depois vem outro som mais ensurdecedor ainda. Imensas labaredas irrompem, tudo ao seu redor está em chamas… gigantescas chamas. O lance é sair correndo o mais rápido possível, pois hoje Darwin não está de bom humor e vai selecionar geral.

Continuar lendo “Cometa fidamãe quase passa o cerol em todo mundo na Terra há 12 mil anos”

Os segredos do manto terrestre bem homogêneo

A geoquímica terrestre é fascinante. As imensas temperaturas do interior do manto, fazendo com que a pressão faça com que haja convecção, é algo que impressiona. Só para se ter uma ideia, o núcleo da Terra é mais quente eu a superfície do Sol, com o manto chegando a quase 3000ºC. Já se sabe um bocado sobre o manto, mas mesmo esse “um bocado” ainda precisa muito para se aprender, e uma nova pesquisa promete trazer mais informações sobre a composição química do manto e como se dá os efeitos de convecção lá.

Continuar lendo “Os segredos do manto terrestre bem homogêneo”

E os dados de aquecimento global estavam errados

Entre 1998 e 2012, uma série de medidas desencontradas e mal tabuladas levou a conclusões errôneas. Bem, acontece. Muitos erros na Ciência levam a medidas erradas, acarretando em dados ruins e levando a conclusões sem a menor relação com a verdade.

Então, sim, os negacionistas do Aquecimento Global estavam certos sobre aqueles dados estarem todos errados. A taxa de aquecimento global daquela época não estava desacelerando 0,05ºC. Estava AUMENTANDO 0,112ºC. Mal aê, Molion. Mais um prego no caixão daquele seu blábláblá “o mundo tá esfriando”.

Continuar lendo “E os dados de aquecimento global estavam errados”

Câmera registra erupção vulcânica bem de pertinho até demais

Vulcões são uma grande válvula de pressão da Natureza. E quando aquela bagaça entra em erupção, não convém que você fique no caminho. Também não é legal você deixar suas coisas no caminho da erupção, mas não serei eu a criticá-lo se largar tudo e sair correndo com os braços pra cima que nem em desenho animado da Hanna Barbera. Às vezes, muito raramente, resulta em algo interessante, como o cara que deixou uma GoPro pra lá enquanto fugia de uma erupção. O mais interessante é que a câmera foi capaz de gravar a lava que a atingiu.

Continuar lendo “Câmera registra erupção vulcânica bem de pertinho até demais”

O Eclipse Solar de 2017

Eclipses são legais. São misteriosos, incríveis… algumas vezes assustadores, ainda mais se você não entende muito como eles funcionam. Este ano o hemisfério norte poderá ver um eclipse total do Sol. Que tal algumas dicas para observar o fenômeno e… afinal, como acontece um eclipse, mesmo?

Esta animação explica como os eclipses acontecem. Não é simplesmente a Lua passando pelo Sol ou a Terra sombreando a Lua.

Continuar lendo “O Eclipse Solar de 2017”