Drones sacrificados ao Deus do Vulcão

Eu gosto de vulcões, ainda mais que eles tão bem longe de mim. Entretanto, é extremamente fascinante a magia deles, aquela coisa destrutiva e avassaladora que, ao mesmo tempo, é mesmerizante. Imagine que máximo seria dar um rolé por um enquanto estivesse em atividade. Bem, um outro maluco teve essa mesma ideia, mas para isso usou drones.

Continuar lendo “Drones sacrificados ao Deus do Vulcão”

A Valsa das Estrelas

A Valsa das Flores, de Tchaikovsky é uma das peças que eu mais gosto do balé O Quebra Nozes. Ok, não é uma das que eu mais gosto. É realmente a que eu mais gosto. É um som de desabrochar, de magnificência, de maravilha, de beleza. É uma música que tem uma grande carga emocional, porque ela foi feita em homenagem à sua irmã que falecera muito nova, de cujo acontecimento Tchaikovsky nunca se recuperou. É esta música que ilustra o vídeo a seguir.

Continuar lendo “A Valsa das Estrelas”

Quando Galileu, o voyeur, ficou observando duas senhoras se encontrando

Em 18 de outubro de 1989, teve início oficialmente a missão Galileo com o lançamento de que consistiria de um orbitador e de um sonda atmosférica  para estudar o planeta Júpiter, seus satélites e o que estivesse dando sopa no Sistema Solar. Sim, nós inclusive. Nós e a Lua.

Continuar lendo “Quando Galileu, o voyeur, ficou observando duas senhoras se encontrando”

Preguiça de pensar num titulo. Toma um timelapse aê

Eu adoro timelapses, e não canso de falar isso. Também não canso de postar timelapses. Este a seguir, por exemplo, foi gravado durante o ano 2017, ou 3 a.C. (Antes do Coronga). Este vídeo foi composto por fotos tiradas da Estação Espacial Internacional mostrando a Terra à noite.

Continuar lendo “Preguiça de pensar num titulo. Toma um timelapse aê”

O mau-humor demoníaco do vulcão Etna

Não se podia ver o que fosse: era como uma grande sombra, no meio da qual havia uma forma escura. Poder e terror pareciam estar nela e ao seu redor. A luz se apagou, como se uma nuvem tivesse coberto tudo. As chamas bramiram para saudá-la, e se ergueram à sua volta; uma nuvem negra rodopiou subindo no ar. A cabeleira esvoaçante se incendiou, fulgurando. A figura escura era envolvida em fogo. Continuar lendo “O mau-humor demoníaco do vulcão Etna”

Estação Espacial Internacional: Uma ponte para ao Espaço

A Estação Espacial Internacional é uma das maiores conquistas da Humanidade. Volitando ao sabor da gravidade da Terra, a ISS é um exemplo como vários países, técnicos, cientistas e pessoas comuns trabalhando em conjunto podem alcançar maravilhas. É uma fantástica aventura pelo Espaço tendo a Terra embaixo observando-a em todo o seu esplendor.

Continuar lendo “Estação Espacial Internacional: Uma ponte para ao Espaço”