Cientistas estudam cocô antigo e descobrem que pessoal andava cheio de parasitas, fora o cunhado

Normalmente temos a impressão que gente rica cuida melhor de si. Não é que seja uma mentira, mas devemos ter em mente que preocupações com higiene não é algo que sempre esteve presente em todas as sociedades. Romanos, por exemplo, davam muito valor à higiene, com seus imensos banhos e privadas coletivas, com um sistema de esgoto que carregava tudo embora, enquanto você ficava lá sentado no troninho, colocando a fofoca em dia.

Mas e como ficava o uso privado da privada na vida privada? No caso de judeus ricaços no 6º século Antes da Era Comum pode-se dizer que a saúde era uma merda. Continuar lendo “Cientistas estudam cocô antigo e descobrem que pessoal andava cheio de parasitas, fora o cunhado”

Cientista japonês estuda parasita em peixe invasor por falta do que fazer (sério!)

Cientistas da Universidade de Hiroshima estão radiantes com o que encontraram. Foi identificada uma nova espécie de parasita que infecta um peixe de água doce invasivo na ilha subtropical de Okinawa, no Japão. Ou seja, o invasor que invade outro invasor tem 100 anos de perdão. Isso é muito legal! Além de me ajudar a fazer trocadilhos impróprios, nos ajuda a entender como parasitas saem parasitando por aí, indo parar em outros lugares que normalmente não deveriam estar lá.

Continuar lendo “Cientista japonês estuda parasita em peixe invasor por falta do que fazer (sério!)”

Império das Formigas usa mercenários para dar cabo dos inimigos

Enquanto você está aí preocupado com a espionagem da NSA, se borrando de medo por causa do Skynet e se armando contra o Apocalipse Zumbi, saiba que estamos mais que ferrados. Nossas táticas bélicas estão sendo há muito usadas por elas, a criação de Satã, mensageiras do Senhor das Trevas, guerreiras de Lúcifer e criação sábia de um projetista inteligente que mantém a Natureza boa, pacífica e ética.

Infelizmente, esqueceram de contar isso para as formigas; e se nós estamos acostumados a usar mercenários e paramilitares, formigas colocam um óculos de casco de tartaruga, um cachecol e murmuram que elas já faziam isso antes de ser cool!

Continuar lendo “Império das Formigas usa mercenários para dar cabo dos inimigos”

Flor-defunta rouba genes de seu hospedeiro

Vemos o mundo lindinho da natureza, como campos verdejantes, flores silvestres de enebriante perfume e plantinhas cuja flor tem cheiro de gente morta. Todo o tempo. É o caso da Rafflesia cantleyi, mais conhecida como flor-cadáver porque ela tem cheiro… bem, tem cheiro de carne podre, o que atrai muitos insetos que servirão como agentes polinizadores.

Se o mundo fosse ético, com unicórnios pulando pra lá e pra cá e todas as plantinhas sendo regadas pelos teletubbies, a R. cantleyi estaria ali,m fazendo sua fotossíntese na paz do Senhor. Só que ela é uma flor parasita, ou seja, vive às custas de outra planta. Além disso, descobriu-se que esta coisa fedorenta não só vive sem pagar aluguel, como ainda rouba genes de seu hospedeiro. Mas isso não era uma coisa que só onívoros antiéticos fazem?

Continuar lendo “Flor-defunta rouba genes de seu hospedeiro”

Um beijo de língua de tirar o fôlego

Sempre tem alguém propalando que a Natureza é maravilhosa, e eu concordo! Nada tão lindo e maravilhoso quanto o mundo natural, onde vemos espécies co-existirem pacificamente (ou nem tanto), construindo uma biodiversidade fabulosa, com seus mistérios, segredos e um amplo espectro de novidades prontas para serem descobertas. Um belo exemplo acontece em Jersey, retratada na foto ao lado.

Sim, é lindamente fantástico quando vemos dois seres dividindo uma vida em comum, mas sobretudo onde a simbiose deles reflete como o mundo é perfeitinho. Quando duas dessas criaturas se juntam e mergulham fundo numa relação primorosa e perfeita, vemo-os o quanto a natureza é bela, ainda mais quando um deles oferece ao ouro um quente e delicioso beijo, daqueles de arrancar pedaço, conforme podemos ver abaixo. Continuar lendo “Um beijo de língua de tirar o fôlego”