Nova cepa do Ebola afeta área de escrita no cérebro

A comunidade científica anda alarmada com os novos casos de Ebola que andam assolando a República da Guiné, aquele paraíso maravilhoso na África Ocidental que mais parece São João do Meriti, no Rio de Janeiro. Mais pessoas foram descobertas com o vírus motherfucker no domingo dia 30/03 e equipes médicas locais e internacionais que estão tentando conter a doença e impedir que aquela tristeza se alastre e cause uma epidemia, ainda mais que aquela porquêra já acumulou 78 mortes desde janeiro.

Pesquisadores da Universidade de Los Alamos, no Chile, identificaram novos sintomas, e um deles afeta a área op oɹqǝɹéɔ ןǝʌásuodsǝɹ ɐןǝd ɐʇıɹɔsǝ ǝ oãçɐuǝpɹooɔ ɐɹoʇoɯ˙.

Continuar lendo “Nova cepa do Ebola afeta área de escrita no cérebro”

Gatos do Mal eram armas para alemães no século XVI. Ou quase.

Designers sempre inventaram moda. Estamos acostumados a ver insanidades como o BioLamp e o Plantbook. Só que enquanto hoje os frescurentos designers inventam besteiras para salvar o mundo, antigamente os mesmos designers existiam para tentar destruir tudo, mesmo porque, guerras sempre foram algo muito rentável e Da Vinci ganhou mais dinheiro projetando armas do que pintando a Mona Lisa.

Inventar coisas malucas nunca foi coisa do século XX. Há muito tempo, numa Europa muito atrapalhada, uma turminha de designers aprontava 1001 confusões, enquanto desenhavam armas incríveis, como gatos com bombas amarradas nas costas do barulho e…

MAS HEIN?????

Continuar lendo “Gatos do Mal eram armas para alemães no século XVI. Ou quase.”

Meditação é arma para professores não sucumbirem ao estresse

Isso os professores conhecem bem: a síndrome de burnout. Não, não é francês, e sim derivação da expressão inglesa burn out. Esta síndrome é o que eu chamo de cansaço moral. No cansaço físico, você carregou cimento, cuidou da casa, lavou roupa, saiu para caçar mamutes etc. Voltou, deitou, dormiu, pronto! No cansaço mental, você estuda, faz conta, organiza, planeja etc. Não é apenas uma questão de deitar e dormir, e sim de ter um momento para espairecer.

O estresse do dia-a-dia causa a chamada síndrome de burnout, o famoso "ESTOU DE SACO CHEIOOOOOOO!!!!!!!!!!!!". Agora, pesquisas indicam que meditação é um santo remédio para isso. Mas eu tenho cá as minhas dúvidas.

Continuar lendo “Meditação é arma para professores não sucumbirem ao estresse”

Quer deixar de ser gay? Acaricie um cavalo. HÃÃÃÃÃÃ??????

O mundo de Hades não para só porque estamos em época de férias. Os Uruk-Hai não descansam, enquanto os Homens do Oeste tiram um tempo para descansar, ir à praia e gastar nossos ricos dólares, enquanto a escumalha gasta seus últimos centavos nas igrejas, ficando em casa escrevendo besteiras nos comentários. A bola da vez é de um pastor que criou uma técnica para “curar” homossexuais, usando uma técnica pioneira de fazer o paciente ficar alisando cavalos.
Continuar lendo “Quer deixar de ser gay? Acaricie um cavalo. HÃÃÃÃÃÃ??????”

Cidade gaúcha pronta para o apocalipse (não tem nada a ver com argentinos)

Quanto mais eu saco dos phasers, klingons aparecem do nada. Muito provavelmente um wormhole para a dimensão da idiotice foi aberta ou alguma entidade estacionou um Buick Roadmaster 1953 lá pelas terras do gaúcho nascente. Tinham me mandado esta notícia de manhã, e mesmo que as loucuras sejam a ordem do dia, a coisa ganha tonalidades catastroficamente épicas num mico de 3 punhais.

Agora, um grupo de baguais está em meio a um bochinche e em cima do laço dão uma chamada que o fim-do-mundo está próximo e o patrão-véio está de mau-humor e vai mandar um tsunami para cima de todos nós, mesmo os que moram na serra gaúcha. Barbaridade, tchê, esta é sua SEXTA INSANA! Continuar lendo “Cidade gaúcha pronta para o apocalipse (não tem nada a ver com argentinos)”

Maluquice do dia: É tudo onze!

O estranho mundo de Hades não pode se furtar de parar com as insanidades. Enquanto tem gente que acha que matar bode preto abre caminhos ou fumaças fedorentas trazem o faxineiro amado em 3 dias (ou alguma merda neste sentido), as pessoas não param para pensar em muitos absurdos que estão cometendo. A bem da verdade, não pensam nos milhares de absurdos diários que cometem, mas quem dá ouvidos a coisas saem importância como lógica?

Não, é sério! Eu nunca entendi como uma fumaça fedorenta pode espantar ispritus. Ispritus têm olfato? Eles sentem o seu CC? Seu anjo da guarda foge se você peidar? (eu tenho vontade de fugir quando sou confrontado com essas emanações gasosas). Agora, a maluquice da vez é associar um evento aleatório, como a data 11 de novembro de 2011 com algo místico. Estamos com mais uma edição da sua SEXTA INSANA!

Continuar lendo “Maluquice do dia: É tudo onze!”

Governo dos EUA quer refrear pesquisas tidas como idiotas

O anúncio do governo norte-americano de reprimir as pesquisas consideradas “irrelevantes” deixou preocupado aq nós, entusiastas das maiores pérolas científicas premiadas pelo IgNobel – uma sátira do prêmio Nobel que é dada para as descobertas científicas mais estranhas e bizarras do ano -, oferecido pela revista Anais das Pesquisas Improváveis (Annals of Improbable Research, em inglês).

O jornal Telegraph, que anda competindo com a BBC pelas notícias mais estranhas, relembra os mais esquisitos estudos na lista que vocês poderão ver abaixo. Esta é sua SEXTA INSANA! Continuar lendo “Governo dos EUA quer refrear pesquisas tidas como idiotas”

Computador vai fiscalizar sorrisos de funcionários de trens no Japão

Eu pensei com meus botões: “Sol brilhando, ainda que uma frente fria está chegando, mudando o tempo. Logo, nada de muito maluco vai acontecer nesse iniciozinho de semana. Certo?”

Errado! Ainda mais com Japão a todo vapor, tentando provar para o mundo que eles são um povo pra lá de esquisito, mesmo competindo de pau-a-pau (calma, Sabino, calma) com a Itália e a Espanha. Depois que eu li o que uma empresa de trens adotou em nome do “melhor atendimento aos clientes”, eu fico muito temeroso que os empresários brasileiros resolvam imitá-los (eles adoram imitar sandices).

O problema? Nenhum! Simplesmente, eles resolveram que os funcionários devem sorrir o tempo todo; então, criaram um sistema que monitora o tempo todo o rosto dos funcionários, calculando a curvatura do sorriso e analisando o quanto o funcionário está “contente”. Nem mesmo no Brasil os empresários teriam esta idéia para lá de absurda. Continuar lendo “Computador vai fiscalizar sorrisos de funcionários de trens no Japão”

Mais um HOAX: Gripe suína virou Resident Evil

Algum maluco desocupado – mas com imaginação – criou um hoax, isto é, um boato, no mínimo curioso. Uma página falsa, que imita o layout da BBC e anunciava um ataque de zumbis causado por uma nova fase da gripe suína na cidade de Londres. Isso significa que o H1N1 sofreu alguma mutação doida e virou o perigosíssimo T-Virus. Alguém por favor chame a Alice.

Esta bobagem caiu na rede lá pro dia 30 de abril, mas teria sido mais adequado se fosse dia 1º do mesmo mês. A boataria anda ganhando o mundo online, mesmo porque as pessoas adoram espalhar besteiras, como eu relatei na Campanha diga NÃO ao boato. Continuar lendo “Mais um HOAX: Gripe suína virou Resident Evil”

Menino de dois anos se casa com cadela na Índia

Não conheço um único homem que não tenha arrumado uma namorada… digamos… de moral duvidosa. Se você é daqueles que AINDA não experimentou, não sabe o que tá perdendo. Temos um pequeno trecho no nosso cromossomo Y que nos faz aproximar criaturinhas que podem ser descritas como: vagabundas, vadias, safadas, sirigaitas, ordinárias, pistoleiras, periguetes, chave de cadeia, cretinas e, é claro, cachorras.

Claro que só mulheres são tão delicadas assim para se referirem a outras mulheres. Homens preferem chamar logo de puta mesmo ou, de um modo mais amistoso, “primas”. E é claro que eu já tive a minha cota, mas hoje encontrei a luz, a verdade e a vida… (não, não é Jesus. Sou um cético facão). O doce amor da minha vida que adoça os meus dias, promove minha felicidade, cuti-cuti-cuti (pronto, já puxei o teu saco, agora vai fazer a porra da janta, mulé!).

Nesse mundo ensandecido, onde idiotas fazem e acontecem, o absurdo acaba se tornando comum e alguns levam certos adjetivos a sério. Como foi o caso de um garoto que se casou com uma cachorra de verdade (sim, o mamífero quadrúpede da família Canidae). O país onde uma tosqueira dessas aconteceu? Na Índia, ora. Não leu o título? Continuar lendo “Menino de dois anos se casa com cadela na Índia”