O silêncio de inocentes não impede o lobo devorador de livros

Os livros devem nos lembrar o quão burros e tolos nós somos. Eles são a guarda pretoriana de César, sussurrando enquanto o desfile ruge pela avenida: “Lembre-se, César, você é mortal”. As coisas que você procura estão no mundo, mas a única maneira que um sujeito comum verá noventa e nove por cento delas é em um livro.

– Ray Bradbury. Fahrenheit 451

Este não é um artigo sobre o Alcaide. Não é algo sobre o Senhor Feudal das terras com a Morada do Homem Branco. Vocês passaram o dia todo sabendo sobre isso. No máximo, taqui o link. Sim, o autocrata da cidade determinou que uma história em quadrinhos violava a moral e os bons costumes. Mandou seus “representantes” para verificarem e, se necessário fosse, para tomar as medidas cabíveis.

E sim, esta é a SEXTA INSANA!

Continuar lendo “O silêncio de inocentes não impede o lobo devorador de livros”

Ditadores proíbem comerciais por não serem de acordo com o status quo

O pior tirano é aquele que diz ser tiranizado. Estas criaturinhas birrentas levantam bandeiras e alegam “estou ofendido, estou sendo tiranizado”. É apenas um pequeno déspota que quer impor sua visão tosca, reforçada a cada pêra que vovó traz. O pior é que dão ouvidos a isso. Dão ouvidos a uma ridícula minoria que tem voz ativa, mesmo quando não chega a uma dezena de pessoas. Não, não falei dezenas de milhares. Dezenas mesmo. Por isso que Volkswagen e Philadelphia tiveram seus comerciais xingados, rechaçados e tirados do ar.

Contando as reclamações de amos os comerciais, foram 4 pessoas.

Continuar lendo “Ditadores proíbem comerciais por não serem de acordo com o status quo”

Gâmbia descobre a cura da AIDS mas a máfia de branco se recusa a aceitar (ou não)

República da Gâmbia é um pseudopaís localizado na região leste da África. Esta tristeza tem pouco mais de 2 milhões de habitantes, mais ou menos a população do bairro de Jacarepaguá no Rio de Janeiro, com uma densidade populacional de 140 hab/km² o que não é tão ruim assim, pois o pessoal meio que fica longe de você. Seu PIB é de ridículos 1,3 bilhão de dólares e lá na rabeira do IDH (Índice de Desenvolvimento Humano). Aquela porqueira não produz nada que preste a não ser ditadores, como acontece em 99% da África e se você nem tem o direito de achar ruim, pois sequer sabe localizar num mapa mudo e muito menos o nome da capital (é Banjul, mas eu tive que consultar).

Em 1765, a Gâmbia tornou-se colônia britânica, só se tornando independente do Reino Unido em 1965, tendo 3 “presidentes”. Um governou por 20 anos, o segundo foi eleito para em seguida ser derrubado num golpe de Estado por Yahya Jammeh, que também ficou no cargo por 20 anos, tendo saído ano passado. Jammeh fez muitas coisas dignas de nota, e nenhuma delas pode ser considerada legalzinha, como obrigar milhares de pessoas portadoras do HIV a se submeterem a tratamentos com uma mistura de ervas que ele mesmo inventou.

Continuar lendo “Gâmbia descobre a cura da AIDS mas a máfia de branco se recusa a aceitar (ou não)”

Lula, Imprensa e a Ferradura

Quanto mais as coisas mudam, mas continuam as mesmas. Foi um tempo que muitos parecem ter esquecido, e mais ainda sequer sabendo que existiu. Um tempo que querem que volte sem nem mesmo saberem o porquê, mas se tudo der muito certo (ou muito errado) vão conseguir o intento, mas de uma forma diferente do que imaginavam.

Não vou enganar que sou desse tempo, pois não sou. Entretanto, existe uma coisa chamada História, aquela coisa que quem não sabe corre o risco de repeti-la. Estão preparados pro que virá daqui pra frente? Bem, perguntem ao Lula.

Continuar lendo “Lula, Imprensa e a Ferradura”

Melhor Coreia bota quente e explode bomba H… diz a lenda

A Coreia do Norte, vulgo melhor Coreia, é o melhor exemplo de um país que parece ter sido fundado para ser um eterno meme, mas não para quem mora lá. Aquela tristeza mais parece um filme de terror, entre a paranoia estatal e a aquiescência bovina do povo, que chega ao fanatismo, o que, claro, é fomentada pelo Estado.

Agora, houve anúncio que a Melhor Coreia detonou uma bomba termonuclear, também chamada de bomba de hidrogênio, ou Bomba H para os íntimos.

Continuar lendo “Melhor Coreia bota quente e explode bomba H… diz a lenda”