Charlatão promete curar autismo com urina

Vamos começar com algumas verdades. Primeiro de tudo: ninguém gosta de estar doente. Ninguém sequer quer ter um resfriado, quanto mais uma doença mais séria. Em segundo lugar: ninguém gosta de ver um ente querido doente. Não é facilmente aceitável, não é nada fácil ter que aceitar que um filho seu tenha uma doença incurável. A Medicina nos deu a cura de muitas coisas, mas não pra tudo. Ela tem limitações, e daí chega uns desclassificados dizendo que tem a cura para aquilo que a ciência não tem cura. As pessoas, no desespero, aceitam, tentam de tudo. Pacientes e familiares acabam caindo na mão de desclassificados, como um vagabundo que alegou que pode curar autismo com… mijo.

Continuar lendo “Charlatão promete curar autismo com urina”

Igreja boazinha cura paciente com AIDS, só que depois a paciente morreu vítima da AIDS

Eu sempre digo que religião é um câncer sociológico. Ele se alastra fundo, causa metástase e acaba sendo mais do que maléfico. E mortal! Eu aceito que a pessoa resolva se conectar com uma esfera que ele não compreende, passe a acreditar que haja seres supranaturais ou, pelo menos, sobrenaturais, mas tenho verdadeiro asco por institucionalização da fé, em que um líder diz o que você tem que fazer, pensar e agir ou um Deus bom, justo e misericordioso vai destruir a sua vida de forma selvagem.

Muitos pesquisadores têm uma religião, mas sabem diferenciar as coisas. Aí, as pessoas ignorantes (por não saberem) depositam sua esperança em alguém que fala bem e isso é sua ruína (na verdade, isso vale para religiões, política, vendedores de “bilhetes premiados” e o cara que usa, abusa e lambuza e não liga no dia seguinte).

Nisso acaba o triste caso de uma pessoa que estava com vírus da AIDS, estava se tratando, o tratamento estava fazendo efeito e acabou numa religião, na qual foi levada a testemunhar como Jesus a curou. Parou o tratamento e o resto você já sabe. A igreja você pode adivinhar qual é.

Continuar lendo “Igreja boazinha cura paciente com AIDS, só que depois a paciente morreu vítima da AIDS”

País de verdade faz o que Brasil não faz e manda charlatão pra cadeia

Às vezes ficamos mal-acostumados com coisas erradas e quando vemos certas ações ficamos, gratamente surpresos. Enquanto o Brasil pseudociência como ordem do dia, o SUS apresenta “alternativas” de cura, como danças holísticas e toda face de bobagens, como homeopatia entre outras insânias e até Reiki, aquela bobagem de ficar dando “passe”, usando energias vindas provavelmente do reto. Já o pessoal do Império onde o Sol Nunca Se Põe não tem essa de achar isso lindinho, mandando um desses safados que curam câncer apenas com energia vinda sei-lá-de-onde para ser hóspede da Rainha, não necessariamente no palácio de Buckingham.

Passando a mão na cara deste monte de safados para ver se tomam vergonha, esta é a sua SEXTA INSANA! Continuar lendo “País de verdade faz o que Brasil não faz e manda charlatão pra cadeia”

Descoberta a cura da diabetes: Nobel a caminho. SQN!

Tem coisas que são fáceis de entender em essência, como capitalismo e desespero. Isso leva a dois princípios: burrice e esperteza. Primeiramente, as pessoas estão doentes, precisam de tratamento e o colapso que a Saúde Pública vem enfrentando piora mais ainda, com postos de saúde hiperlotados, agendamentos para o ano que vem (sério!), falta de remédios etc. já me disseram que no posto de saúde que fica no Instituto Oswaldo Cruz, com o Farmanguinhos ali do lado, falta remédios simples, como analgésicos. Isso leva pessoas a caírem nas garras de espertões, que seguem a boa receita do capitalismo: supra uma necessidade e você terá lucro. Se o socialismo de distribuir remédios não deu certo, vender curas vai muito bem, obrigado.

E quando o primeiro espertão encontrou o primeiro otário, surgiu a primeira religião, com receitas mágicas para tudo. Me isso leva muitos safados vendendo curas milagrosas. (Não, DESSA VEZ o artigo não é sobre fosfoetanolamina, é sobre outro pessoal vendendo receita mágica com promessinha furada).

Continuar lendo “Descoberta a cura da diabetes: Nobel a caminho. SQN!”

Pesquisa “mostra” que cérebro fica com informações depois de morto. Mas não é bem isso

Eu não quero, você não quer, ninguém quer morrer. Bem, tem o caso dos suicidas, mas isso é outra história. Quase a totalidade das pessoas não fica feliz com a ideia de morrer agora, CABLOFT! O que diferencia é que algumas pessoas não conseguem lidar direito com os fatos da vida (dica: eu vou morrer, mas você também vai. Get Over It!). Então, mitos, histórias e religiões surgiram para dar a esperança que há algum outro lugar depois que se vai. Vida após a morte, reencarnação etc.

Então, leio uma notícia em que um pesquisador reúne relatos de gente que morreu por alguns minutos, viu túnel e aquela xaropada toda que conhecemos. Pauta fria, eu sei, mas não custa relembrar coisinhas.

Continuar lendo “Pesquisa “mostra” que cérebro fica com informações depois de morto. Mas não é bem isso”

Pesquisa australiana diz o que todo mundo já sabe: homeopatia é engodo

A Austrália já tem muitos problemas. Um deles é SER a Austrália, o lugar onde 95% dos seres vivos tentam ferozmente matar de forma bárbara os outros 5%. Só isso já é um bom motivo para se afastar de lá, mas quem agora tomou uma na ideia foram os defensores do tratamento água-com-açúcar, também conhecido como "Homeopatia". De acordo com o Australian National Health and Medical Research Council (NHMRC), tratamentos com remedinhos homeopáticos são pura bobagem, charlatanice, falta de vergonha e totalmente inúteis. Claro, não esperamos decisão semelhante por aqui, a terra da Pseudociência.

Continuar lendo “Pesquisa australiana diz o que todo mundo já sabe: homeopatia é engodo”

Jimmy Wales dá uma “chamada” em petição online

Todo mundo ama a Wikipédia. Foi uma das melhores ideias surgidas e, com isso, atraiu uma miríade de pessoas de diferentes tipos. O problema é que atraiu um monte de gente idiota e se formos para a Wikipédia Lusófona, então temos guerras de ego mais intensa que os 300 saindo na porrada nas Termópilas (detalhe totalmente avesso ao texto:? não havia apenas 300 lá. Só os espartanos somavam este número.Pode ignorar este parênteses).

Quando um bando de idiotas resolvem criar uma petição online para reclamar da Wikipédia, pois ela não tem o devido apreço por medicina holística, terapias alternativas e outras bobagens deste tipo, o próprio CEO da Wikipédia chegou lá e deu um esporro no pessoal. Eu fiz joinha!

Continuar lendo “Jimmy Wales dá uma “chamada” em petição online”

As previsões fraudulentas sobre o acidente do voo AF 447

A Aliança Rebelde está em alerta. Os Jedis do Ceticismo.net foram convocados. Midchlorians murmuram: “Sabíamos que ia dar em merda”. Como todo desastre trágico, o acidente com o Airbus A330 no vôo AF 447 atrai toda espécie de maluco; e, como se pode prever (trocadilho intencional), muitas “previsões” aparecem a rodo, juntamente com um bando de safados querendo tirar uma de “videntes”. Aqui usaremos nossos sabres de luz para iluminar a verdade. May Force be with us! Continuar lendo “As previsões fraudulentas sobre o acidente do voo AF 447”

Lei britânica de proteção ao consumidor irrita médiuns

As “mães Dinás” inglesas estão possessas! Tudo por causa da nova lei britânica de proteção ao consumidor que confere proteção aos otários clientes desse pessoal que só sabe extorquir dinheiro dos outros. Isso deixou os vagabundos médiuns indignados!

Um grupo de médiuns e videntes da Grã-Bretanha vai realizar um protesto contra essa nova lei que facilitará os processos em casos de clientes insatisfeitos com seus serviços. Segundo Naomi Grimley, correspondente da BBC, como alguns destes videntes cobram pelas consultas, a nova lei passará a classificá-los como “comerciantes”. Continuar lendo “Lei britânica de proteção ao consumidor irrita médiuns”

Homeopatia desmascarada

Por: Ana Luiza Barbosa de Oliveira

homeopathy_bottle.jpgIntrodução

Quase todo mundo já deve ter tomado remédios homeopáticos. Eles são considerados seguros e não causam efeitos colaterais como os remédios da alopatia (medicina tradicional), sendo freqüentemente usados por pais zelosos no tratamente de doenças infantis. No entanto, a maioria das pessoas que utiliza a homeopatia tem apenas uma vaga idéia de como estes remédios são preparados.

Apesar de largamente difundida, a prática da homeopatia tem inúmeros críticos. Sua forma de preparação faz com que os remédios homeopáticos não contenham um princípio ativo químico em quantidades mensuráveis, sendo sua ação baseada em uma suposta transmissão de energia capaz de curar a doença em questão. Este conceito é largamente contestado por não estar de acordo com o conhecimento científico atual e a eficácia deste tipo de remédio ainda não foi claramente determinada por estudos experimentais independentes.

No Brasil, a homeopatia é reconhecida como especialidade médica pelo Conselho Federal de Medicina, o que faz com que as críticas a esta prática partam, geralmente, de profissionais de outras áreas, como a química e a biologia. Profissionais da área médica que não concordam com a homeopatia são impedidos de criticá-la abertamente devido a seu código de ética. Continue lendo »