Ladrão que rouba ladrão vai parar no tapetão

Eu adoro briga de lavadeiras. Ainda mais lavadeiras evangélicas. Sem falar em lavadeiras evangélicas que costumam explorar a boa índole de fiéis. Então, partindo do ponto que ladrão que rouba ladrão tem cem anos de mais maracutaias, a Igreja Universal entrou com um processo contra outra igreja. A acusação é que a Igreja das Nações de Deus tentou obter “vantagens econômicas indevidas” com “imitação” de marcas. Quais marcas? Palavras como “Igreja”, “Deus” e “Jesus”. Isso faria com que os fiéis se confundissem. A IURD perdeu a ação.

Rezando para Deus para que ele me livre dos seus seguidores, esta é a sua SEXTA INSANA! Continuar lendo “Ladrão que rouba ladrão vai parar no tapetão”

Islã tenta foder com hindu depois do matrimônio

Eu gosto da Índia. Eles tem uns filmes bem legais (recomendo o Baahubali, que tem na Netflix). O problema é que é um cantinho do mundo…. como direi?… uma merda. Sim, é isso, uma merda. Eu não queria morar lá mesmo que fosse um marajá. Imagine um lugar tão tosco, mas tão tosco, mas tão tosco que trata vaca como gente e gente como bicho.

Semana passada, deu ruim na terra do deus Jotalhão. O motivo? Casamentos inter-religiosos. Mas calma que isso é só o início da celeuma.

Continuar lendo “Islã tenta foder com hindu depois do matrimônio”

Guerras Estúpidas

Guerras não apenas fazem parte de nossa história. Pode-se dizer que as guerras construíram a nossa história. Batalhas épicas, salvamentos heróicos, atitudes insanas, ataques devastadores, perdas incalculáveis e tudo com ou sem motivo justo. Mas algumas dessas guerras escondem peculiaridades, motivos estranhos, motivações sem o menor sentido. Seja brigando por um balde, uma barba ou até por causa de um jogo de futebol, guerras acontecem e refletem um pouco do que nós mesmos somos.

Aqui uma breve listinha de guerras com alguns dos motivos mais estúpidos.

Continuar lendo “Guerras Estúpidas”

Imbecis do MEC fazem o que melhor sabem fazer: Sendo imbecis e pedindo vídeo de alunos cantando hino

MEC de novo aprontando das suas. Tinha sido divulgado nos meios de comunicação que o MEC tinha expedido um email solicitando que colégios perfilassem seus alunos para cantar o hino nacional e que os diretores filmassem o acontecimento. Eu achei esquisito, ainda mais que jornaleiros não gostam muito de postar fonte, mesmo quando é fonte oficial. Exortando meus vassalos a abrir o CSI Twitter, descobri (obrigado, Limão) que o comunicado era verdadeiro, pero no mucho.

Afinal, o que aconteceu? (sim, é pra você continuar lendo sem ser na página principal. Me processe).

Continuar lendo “Imbecis do MEC fazem o que melhor sabem fazer: Sendo imbecis e pedindo vídeo de alunos cantando hino”