Mitos da Medicina

Todo mundo tem uma receitinha mágica medicinal ou mesmo um diagnóstico já pronto, mesmo que (e principalmente) não faça a menor ideia do que está passando o que está sentindo o ou mesmo falando. Aquelas receitinhas de vó da sua avó ainda perduram até hoje, com diagnósticos mais do que malucos e recomendações que não fazem o menor sentido, mas insistem que é isso e que médico não sabe de nada.

São os Mitos da Medicina
Continuar lendo “Mitos da Medicina”

Snopes de pires na mão pedindo uma grana por incompetência de seu dono

Eu pensei que o Snopes era bem conhecido, mas ainda hoje me perguntaram sobre quem eles eram. O Snopes foi fundado em 1994 e ele é o mais antigo site pega-mentira da Internet. No Brasil, o mais antigo é o E-Farsas.com, mantido pelo Gilmar Lopes, que me prometeu dinheiro pelo jabá. Nesses mais de 20 anos, o Snopes tem refutado muito das insanidades que aparecem pela Internet, que sua tia costuma compartilhar nos Feices da vida, nos Uatizápis do Inferno, e isso quando rede social era, no máximo, mandar PPT de Nossa Senhora por e-mail, lotando sua caixa de entrada com lixo.

Tempo passou e, agora, o Snopes está de pires na mão, pedindo uiúdementi uma contribuição, senhoras e senhores passageiros, pedindo desculpas pela pertubassão da paz e silêncio de sua viagem.

Continuar lendo “Snopes de pires na mão pedindo uma grana por incompetência de seu dono”

As curas alternativas para o câncer

O câncer realmente é uma doença devastadora. Tão devastadora que mexe com todos. Nada se compara com câncer no imaginário popular, e é por causa disso que aparecem tantos boatos, tantas loucuras, tantas insânias ao redor da possível cura da doença, que na verdade nem é uma doença, mas um grupo de quase 200 delas.

Você achou que fosfoetanolamina tinha inaugurado essa onda de curar o câncer com fórmulas mágicas? Ledo engano. Até suco de limão e bicarbonato foram tidos como  a cura definitiva do caranguejo do mal.

Este é o vídeo desta semana. Aprenda como (não) curar o câncer com fórmulas caseiras.

Continuar lendo “As curas alternativas para o câncer”

O mistério da carne de mamute servida no jantar

Passatempo é algo que os seres humanos cultivam desde que são seres humanos. Jantar também, mas arrumar comida era mais difícil do que arrumar algo pra se divertir (mesmo porque, entretenimento ajudava a distrair da fome). Além de explorarmos os ambientes em busca de comida, aprendemos a nos divertir caçando. Também aprendemos a caçar outros indivíduos em atividades como guerras, por exemplo; afinal, guerras são o divertimento dos homens, como diria o capitão Rodrigo Cambará. Passou-se alguns séculos até que formássemos grupinhos de exploradores (normalmente, gente rica, pois pobres estavam muito ocupados explorando 16 horas de jornada de trabalho, sem contar com as horas-extra.

Conta a lenda que em um certo jantar do The Explorers Club, no ano de 1951, foi servida uma incrível iguaria: carne de mamute. Se bem que alguns dizem que foi carne de Megatherium, aquela preguiça gigante. Seria que isso é boato? Será que é verdade? Pode a Ciência do século XXI provar ou desmentir a veracidade dessa história?

Continuar lendo “O mistério da carne de mamute servida no jantar”

Próxima maluquice: 4 de abril será o “dia sem gravidade”

Eu não sei de onde tiram tanta maluquice. A besteirada de agora é que no próximo dia 4 de abril será o dia de Gravidade Zero (ou Zero G Day). Neste dia, por causa de um alinhamento planetário que nunca aconteceu antes (<— sarcasmo), as forças gravitacionais estarão em equilíbrio, anulando-se mutuamente, fazendo co que tudo comece a flutuar.

Com a maluquice generalizada voando alto, esta é a sua SEXTA INSANA!

Continuar lendo “Próxima maluquice: 4 de abril será o “dia sem gravidade””

Crop circles submarinos, como se o mundo não fosse esquisito o bastante

Desde quando aqueles dois ingleses bêbados resolveram amassar plantações e fingirem que ETs estavam invadindo a Terra, as pessoas ficam catando por qualquer evidência que não evidencia nada, como foi o caso de Riolândia. Em 2008, a neura votou, mas esse negócio de milho ou cana-de-açúcar amassada é muito mainstream. Misteriosos círculos submarinos apareceram na costa da Dinamarca. Eram ETs subaquáticos? Bob Esponja estava mandando um "olá"? Nosso Senhor Cthulhu está pronto para tomar o que é dele por direito?

Continuar lendo “Crop circles submarinos, como se o mundo não fosse esquisito o bastante”

O boato da Guerra dos Mundos de Orson Welles

Amanhã é dia 30 de outubro e será celebrado… bem, será celebrada muita coisa que eu mesmo não faço ideia do que seja, já que Samhain só chamará os seus no dia 1º de novembro. Entretanto, há 75 anos, o caos varreu os EUA. Quando Orson Welles, resolveu transmitir a Guerra dos Mundos de H. G. Wells, escritor que, curiosamente, só escreveu alguns contos de ficção científica, preferindo se especializar em História. Tirando O Homem Invisível, a Máquina do Tempo e Guerra dos Mundos, você se lembra de mais alguma história de ficção científica dele? Pois é.

Mesmo avisando que aquilo era uma rádio-novela, as pessoas surtaram e saíram às ruas totalmente ensandecidas… Bem, é o que costumam dizer, mas isso é boato.

Existe capítulo de boatos no Livro dos Porquês? Se não tiver, crio agora.

Continuar lendo “O boato da Guerra dos Mundos de Orson Welles”

Preparativos de invasão mostram resquícios da Arca de Noé. De novo?

Obviamente, você não é desinformado. Desinformado seria se não acessasse Ceticismo.net. como podem bem saber, aquele maluco do Kony, um bandoleirozinho de meia-pataca que pretende fazer uma teocracia tão sem propósito quanto a própria existência, acabou atraindo a atenção para Uganda, um país tão sem expressão que eu duvido que você me diga a capital dele (a saber, Sri Lanka).

Os EUA mandaram fazer uma varredura no local com seus aviões-espião e acabou achando mais uma vez o que estão chamando de verdadeira Arca de Noé. Já vi este filme antes e antes e antes.

Continuar lendo “Preparativos de invasão mostram resquícios da Arca de Noé. De novo?”

A história da hóstia da lata era pegadinha, e até nós caímos!

O bom de ser inteligente é saber que volta e meia estamos sujeito a falar bobagens. Ninguém está livre disso, assim como idiotas podem falar algo sensato de vez em quando (poder, podem. Se falam…). Notícias divulgadas na net sofrem do mal da rapidez da própria Internet. Tudo vira notícia rápido, é espalhado que nem doença. Sites informativos carecem de notícia a cada segundo para chapar na página da frente, não importa de onde vem a notícia. Veículos menores como o blog que você está lendo agora não deveria (em tese) sofrer disso, já que não ninguém é funcionário de ninguém, nem vivemos das notícias.

Este preâmbulo é para retratar-nos sobre uma notícia veiculada como fato, mas que era uma espécie de experimento comportamental. Me senti um pombo dançarino numa caixa de Skinner…

Continuar lendo “A história da hóstia da lata era pegadinha, e até nós caímos!”

Google ecológico? Onde?

As pessoas acreditam em quaisquer bobagens. E hoje, há a demanda para tudo ser ecológico, sequestrar carbono (isso vale pra carvão e diamantes?), proteger bebês-foca e evitar o buraco na cueca camada de ozônio, mesmo que não haja nenhum buraco lá. A mania eco-chata está de tão modo irritante que aparecem em e-mail, chat(ice), notícias, Orcútes da vida etc e tal. Agora, temos nada mais nada menos que um serviço de busca ecológico, que jura de pés juntinhos que estão melhorando o mundo, cada vez que você faz uma busca na internet. Continuar lendo “Google ecológico? Onde?”