Gente que se ferrou no ENEM acabou no curso de Pedagogia. Que maneiro!

Diz um antigo, e estúpido, adágio que se você não serviu para nada, acabará sendo professor. Não é que não esteja errado, está, a não ser que você coloque pedagogos (desculpem a má palavra) na relação de professores. Os filhotes de Paulo Freire, com seus construtivismos e sócio-interanaputaquepariuismos acham que são mais professores do que os outros, sendo que foram péssimos alunos já no Ensino Médio.

Dados levantados pelo INEP, Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais, mostram que cerca de 19% dos candidatos do Enem 2014 que ingressaram em uma graduação de Pedagogia no ano seguinte não conseguiriam sequer um certificado de Ensino Médio com a nota do exame, a qual foi uma sonora bosta. Tiraram até 450 pontos, levando em conta a média aritmética das quatro provas objetivas e da redação. Achou ruim? Lembre-se que esse pessoal será responsável por educar o SEU filho.

Continuar lendo “Gente que se ferrou no ENEM acabou no curso de Pedagogia. Que maneiro!”

O Brasil que odeia superdotados

Eu sempre digo, com justa propriedade, que o Brasil odeia ciência, mas a verdade é que eu estou sendo até getil com isso. O Brasil não odeia só ciência e cientistas. Odeia qualquer pessoa com um mínimo de capacidade a mais. No caso de superdotados, então, pior ainda. Na cartilha pollyanística, todos nós somos capazes, todos somos iguais, mesmo os mais lentinhos.

Deixem-me contar o segredinho: existem pessoas medianas, existem pessoas com deficiências e existem pessoas superdotadas. Eu tive mais um vislumbre do câncer educacional que reina neste país ao ler a história comovente de dois superdotados, mas com destinos muito, muito diferentes.

Continuar lendo “O Brasil que odeia superdotados”

Pedagogos, Ensino e por que está tudo errado nas escolas

Há algo muito errado no Ensino aqui no Brasil. Nossas crianças saem do colégio sem aprender nada. Passam anos e mais anos estudando língua português, mas saem escrevendo errado. Passam anos fazendo contas, mas não conseguem conferir o troco. São absurdamente ignorantes em História, Geografia, etc etc. Por quê?

Neste vídeo eu aponto muito breveme3nte o que está errado na Educação. A versão TL;DR é “não deixam os professores trabalharem direito”. A versão mais compridinha é…

Continuar lendo “Pedagogos, Ensino e por que está tudo errado nas escolas”

Especialistas em ensino, que não lecionam, dizem que alunos amam a escola

Pelo menos, foi assim que eu interpretei ao ler sobre um daqueles debates de gente de Humanas™. Basicamente, envolvendo uma Pollyana, um observador de favelas (não sou eu quem diz) e o Fernando Gabeira, mundialmente conhecido por sequestrar o Embaixador dos EUA e… bem, foi a única coisa que ele fez de notável, mesmo, mediados por um apresentador de BBB. Adivinhe qual deles leciona? Bem, o observador de favela dá aula na UFF, ou seja, entendem tanto de colégio como eu entendo de neurocirurgia.

A diferença é que eu não vou em nenhum hospital dizer a neurocirurgiões como eles devem trabalhar.

Continuar lendo “Especialistas em ensino, que não lecionam, dizem que alunos amam a escola”

Músicas infantis de ontem examinadas por pedagogos de hoje

Saiba, ó Príncipe, que nos anos que antecederam a subida dos Pedagogos ao Poder, e as águas engoliram o Ensino, houve uma era inimaginada. Neste tempo, mensagens sérias para crianças não seriam levadas como uma estocada ou violência moral. Não havia o ECA e Paulo Freire ainda perambulava pelos rincões, fazendo sua propagandola esquerdista. Era a época dos palhaços de circo, antes dos palhaços da política. E um deles era o Carequinha, nome artístico de George Savalla Gomes.

Mas estamos no mundo do politicamente correto. Como seria um dos maiores sucessos do carequinha, se examinados por uma pedagoga de hoje?

Continuar lendo “Músicas infantis de ontem examinadas por pedagogos de hoje”

PNAD: Uma vergonha chamada Brasil

A Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios (PNAD) é uma pesquisa feita pelo IBGE. Se você não sabe o que significa IBGE, este artigo fala justamente sobre VOCÊ!

A pesquisa feita em 150 mil domicílios durante o ano de 2008 mostra o LIXO no qual este país está. Os dados coletados são alarmantes, se bem que os órgãos públicos estão calminhos, posto que nunca foi prioridade melhorar alguma coisa nesse país, só se fala em coletar de dados e propagandear o famigerado pré-sal. Na última edição do levantamento, ficou patente a falência da Educação, em contraposição a uma questionável melhoria no padrão de vida das pessoas. Pelo visto, Educação não influi no padrão de vida, e obviamente isso não me causa estranheza, dados os discursos do Primeiro Molusco. Preparem a armadura, que está na hora de partirmos pra porrada! Continuar lendo “PNAD: Uma vergonha chamada Brasil”