A calma silenciosa dos Alpes do Norte

Os Alpes Austríacos são um lugar mágico por serem… bem, por serem os Alpes, né? Muitas histórias foram escritas lá. Histórias que o mundo não se esqueceu. Em 2020 houveram histórias, histórias de afastamento e morte. Enquanto algumas pessoas convivam confinadas em casa, outros estavam de quarentena exatamente nos Alpes

Continuar lendo “A calma silenciosa dos Alpes do Norte”

A maravilha única das Wet Mountains à noite

Faz tempo que não posto um timelapse. É um video feito nas Wet Mountains, do Colorado, EUA. Elas formam uma pequena cadeia de montanhas no sul do Colorado, cujo nome deriva da quantidade de neve que recebem no inverno. As Wet Mountains são uma sub-cordilheira das Montanhas Sangre de Cristo, no sul do Sistema de Montanhas Rochosas.

Continuar lendo “A maravilha única das Wet Mountains à noite”

Pesquisa diz que não se morre tanto assim no Everest

O Everest ainda é um imenso desafio por ser o ponto mais alto da Terra, o chamado “Teto do Mundo”. Vários idiotas aventureiros resolveram testar seus limites, acabando por ficar pelo meio do caminho. Outros chegam lá em cima, tiram uma foto e voltam pra casa, depois de quase morrerem em alguma avalanche, terremoto ou hipotermia. Não sei o que se tem a comemorar com isso. Acho mais vantagem sair pra trabalhar e voltar de noite sem ter sido assaltado.

Continuar lendo “Pesquisa diz que não se morre tanto assim no Everest”

A água sobre o vulcão que causa espetáculo

O Etna, longe de vender móveis caros (com qualidade que nem sempre acompanha o preço) é um vulcão malvadão, tipo daqueles que deveríamos jogar todos os funcionários dos Correios. Este caldeirão do capeta está situado na parte oriental da Sicília, sendo um dos vulcões mais altos do mundo. Sim, esse aí de cima. Não, isso aí não são aliens do Independence Day, nem os Senhores Supremos, de O Fim da Infância (de cuja cena o ID4 kibou). São nuvens, apenas nuvens.

Continuar lendo “A água sobre o vulcão que causa espetáculo”

Os tapetes de nuvens cobrindo as montanhas

Nuvens são o tipo de coisa subvalorizadas. Eu as acho fascinantes. Para alguns são apenas um amontoado de vapor d’água, mas erram duas vezes. Primeiro, nuvens não são vapor d’água, mas água no estado líquido em suspensão na atmosfera. Em segundo lugar, nuvens nunca são iguais umas às outras. Suas diferentes formações características a fazem ser encaradas como entidades distintas.

Phil Plait, o Astrônomo Mau, também gosta de nuvens. Assim que ele viu a formação de algumas quando estava nas Montanhas Rochosas, resolveu fazer um time lapse. A recompensa foi grande.

Continuar lendo “Os tapetes de nuvens cobrindo as montanhas”

Cientistas brasileiros descobrem continente esquecido, mas não tem dinossauro lá

Se você já ouviu falar do Serviço Geológico do Brasil (nome fantasia do Companhia de Pesquisa de Recursos Minerais – CPRM), parabéns, você faz parte de uma minoria. Se não sabe, mas tem um polegar opositor, clica na porcaria do link escrito "A Instituição" e, em seguida "Apresentação". Estou sem saco de explicar, ainda mais se você não foi capaz de sacar para que serve um serviço geológico.

Em maio deste ano, o pessoal do CPRM, no que foi definido como "um esforço de grupo com a Japan Agency for Marine-Earth Science and Technology – JAMSTEC" (mas sem tentáculos) anunciou o que seria indícios de um continente perdido entre a África e a América do Sul, mais especificamente na costa do estado do Rio de Janeiro.

Continuar lendo “Cientistas brasileiros descobrem continente esquecido, mas não tem dinossauro lá”