Romeiros não são cristãos, segundo a Bíblia

Eu vi uma notícia sobre o monte de fiéis chegando na Basílica de Aparecida do Norte. São situações que me fazem pensar sobre a insignificância do Cristianismo segundo a visão dos próprios cristãos. Mesmo porque, eu entendo que ser cristão é seguir o Cristo (Jesus, para os íntimos), mas o que menos eles fazem é seguir Jesus. Continuar lendo “Romeiros não são cristãos, segundo a Bíblia”

Maria, A virgem que não era

Os cristãos têm vários dogmas. Alguns são mais fortes que outros. Alguns deles são tão fortes que as principais vertentes cristãs, apesar de divergirem em quase tudo, aceitam de comum acordo, como o nascimento milagroso de Jesus de uma mãe virgem. Isso vale para católicos romanos e ortodoxos, e protestantes (não todos). Maria é cognominada “A Virgem” (ou Virgem Maria, o Virgi, ou Vixi, ou só Ixi), pois Jesus foi gerado sem que sua mãe tivesse feito sexo com alguém, muito menos José. Assim, o nascimento milagroso de Jesus o livra do Pecado Original, o que já o deixa mais santo que todos os mortais que nasceram e morreram. Claro, as coisas não são tão simples assim, e o problema é que, ao entendermos tudo o que estava por detrás disso, vemos que foi apenas fruto de uma briga política pelo poder, sustentada debilmente por uma confusão por parte dos redatores da Bíblia.

Continuar lendo –>

Pastora evangélica choca os corações ao dizer que e ateia. Não vi nada demais

As pessoas veem o mundo das religiões hoje e não sabe que eles não caíram de para-quedas, nem apareceram por mágica. Foram séculos, digo, milênios de ideias que foram se desenvolvendo até chegarmos no que temos hoje. E – SURPRESAAA!!!!! – continuará mudando. Assim, eu não entendi por que as pessoas ficaram chocadas com o caso da pastora canadense que admitiu não acreditar mais em Deus e seus cultos meio que mudaram um pouquinho. Eu disse no título e repito: não vi nada demais.

Continuar lendo “Pastora evangélica choca os corações ao dizer que e ateia. Não vi nada demais”

Os Evangelistas eram historiadores confiáveis?

evangelistasPor Richard Carrier
Trad. Sky Kunde

A qualidade ou confiabilidade de um fonte requer uma avaliação de todos os fatores relevantes. Os evangelhos são falhos como relatos confiáveis porque falham em todos os critérios, não porque falham em um ou dois. Para encurtar a conversa, Lucas, o melhor deles, não oferece nenhuma das marcas de um historiador crítico e cuidadoso, em vez disso prega e propagandeia, e implicitamente serve uma agenda ideológica, não uma objetiva investigação em direção a verdade.

Clique aqui para ler o restante deste artigo »