Atrás do trem elétrico só não vai quem não sabe Ciência

Há muita coisa maneira à solta pela Internet. Vídeos, tutoriais, explicações, how-tos etc. Você aprende muitas coisas, como fazer nós, produzir doces, fazer maquiagens e como ser retardado com messes canais de "humor".

Um dos melhores canais é o Amazing Science, no qual você pode ver muitas coisas legais montadas, com nenhum blá blá blá, mas que até você pode fazer em casa. Uma delas é um trem eletromagnético!

Continuar lendo “Atrás do trem elétrico só não vai quem não sabe Ciência”

Aviões, raios e a Ciência vencendo Deuses

A ira do Filho de Odin acendeu-se frente a figura diante dele. Os ventos rugiram, o Sol começa a se esconder perante a batalha épica. Mjolnir ressoa alto, mas o poder ancestral no Irukerê de Oyá, a Senhora das Tempestades e Mãe do Céu Rosado (em Iorubá: Iansã) repele. Os mortais se escondem nas cavernas aterrorizados, cobrindo os ouvidos perante um som assustador. Relâmpagos cruzam os céus, aquecendo a massa de ar que se expande rapidamente e quebra a barreira do som, fazendo o mundo rugir com os trovões, o qual, obviamente, só será ouvido muito depois, já que na minha matemática 340 metros por segundo ainda é bem inferior a 300.000 quilômetros por segundo.

Mas há um poder maior que tudo isso e um homem que olha pra cima entende isso ao ver um raio atingir um avião, e o resultado foi…

Continuar lendo “Aviões, raios e a Ciência vencendo Deuses”

As Poderosas Forças da Física

Há Poderes que governam a sua vida, sua cidade, seu estado, seu país, o mundo e o Universo! É um Poder muito poderoso (Machado de Assis teve uma convulsão na sepultura). São poderes que governam a Existência. De tudo! São muitas essas forças. A Gravidade, Eletricidade, Magnetismo e Forças Nucleares Forte e Fraca.

Mas o que são essas forças?

Continuar lendo “As Poderosas Forças da Física”

A levitação que aquece nossos corações e derretem alumínios

O bom da Ciência é que podemos fazer qualquer coisa maneira com os conhecimentos mais básicos que ela nos proporciona. O ruim de ensinar Ciência é não poder mostrar estas coisas maneiras. Ficamos ensinando besteiras como números quânticos, subníveis energéticos, cada um dos passos da divisão celular, calcular a trajetória de qualquer coisa, sem efetivamente mostrarmos nada disso. É um saco ter que falar de reações químicas no quadro e os alunos com aquela cara de “OOOOOOOH, que legaaaaaaaaZZZZZZZzzzzzzzzZZZzzzz”.

Mas, e se pegássemos um pedação de cobre, enrolarmos e passarmos corrente alternada nela? Simples: seremos que nem o Magneto e faremos um pedaço de alumínio flutuar até derreter e PLOFT cair fundido e mal-pago.

Eu sei que hoje é domingo, mas nunca devemos descuidar dos estudos. Vão para a estante e peguem seu LIVRO DOS PORQUÊS!

Continuar lendo “A levitação que aquece nossos corações e derretem alumínios”

Um autorama supercondutor

Eu adoro a Ciência. Não só porque explicamos como o mundo funciona, como podemos usar essas mesmas propriedades para fazer coisas legais ENQUANTO explicamos o mundo. Uma das coisas mais fantásticas que eu admiro muito são supercondutores. Eu me lembro da primeira vez que ouvi falar deles quando era garoto. Aquele ímã "flutuando" só porque estava geladíssimo era algo incrível. O que eu não sabia direito é o que fazer com eles. Além de usar o conceito de supercondutividade em muitas aplicações práticas (que então não sabia ao certo quais eram), podemos nos divertir muito com eles, como fazer um autorama usando uma Fita de Möbius.

Continuar lendo “Um autorama supercondutor”

Carregador de celular a água faz sucesso… entre desinformados

Hoje é dia 31 de março e estamos prontos para mais uma besteira anual chamada "Hora do Planeta", onde um bando de toscos farão o máximo que suas inaptidões conseguem produzir: nada. A não ser que você considere que desligar a luz do banheiro enquanto estiver fazendo o nº 2 seja algo. Nisso, empresas aproveitam a onda ecologicamente retardada, digo, ecologicamente correta e promovem ações para proteger o meio ambiente, nem que seja para fazer panfletos com mimeógrafos.

Então, me chega aos ouvidos que resolveu-se parte dos problemas energéticos, já que desenvolveram um carregador de celular que funciona à base de água. E vocês podem imaginar a minha cara quando ouvi esta atrocidade.

Continuar lendo “Carregador de celular a água faz sucesso… entre desinformados”

Giovanni Aldini, o pai elétrico de Frankenstein

O mundo moderno não é bonzinho, sabemos disso. O que vemos hoje, contudo, é apenas uma continuação de tudo o que temos feito. Isso acontece em todos os setores e se hoje temos um bom conhecimento do corpo humano, é porque outros deram um belo pé na bunda da ética e isso vem desde Da Vinci, quando ele pagava pessoas para lhe trazerem cadáveres para ele dissecar, sendo o inventor do atlas de anatomia.

Pesquisa científica e ética não estão relacionadas diretamente, pois Ética é uma concepção que varia de sociedade para sociedade. Cientistas são seres humanos e é para isso que comitês de ética supervisionam-os. Se não é perfeito, ao menos tentamos. O que não se pode é descambar para a total falta de escrúpulos, como foi o caso de Giovanni Aldini.

Continuar lendo “Giovanni Aldini, o pai elétrico de Frankenstein”

Os segredos da eletricidade estática

Um dos ramos mais interessantes da Física é o eletromagnetismo. Desde emissões de rádio-difusão até aquele maldito laser verde que algum desgraçado aponta para os seus olhos, passando por pilhas, bússolas, chuveiros elétricos, células fotoelétricas etc. a interação da eletricidade e o magnetismo mudou muito da condução de experimentos científicos. Uma parte destes experimentos podem ser feitos até por crianças de 4 anos e não estou falando em deixá-las colocar o dedo na tomada. Estou falando no ato de atritar peças diversas e ver o aparecimento de cargas. O nome disso? Eletricidade estática.

Uma recente pesquisa promete esclarecer muitos pontos obscuros sobre a eletricidade estática. Enquanto antes achava-se que não havia uma grande transferência de uma grande quantidade de carga elétrica, a pesquisa publicada por cientistas da Northwestern University, em Illinois, EUA, mostra que não é bem assim.

Continuar lendo “Os segredos da eletricidade estática”

Bactérias podem emanar sinais de rádio. Invasão à vista?

Se antes achávamos que as canetas Bic iriam dominar o mundo, vemos agora que não é bem assim. As lindas bactérias Escherichia coli escondem um segredo sinistro: elas são capazes de gerar ondas de rádio. Ou será que não? O que se sabe é mais uma das peripécias do jornalismo "científico" brasileiro, onde até mesmo o ET Bilu os manda buscar conhecimento.

Continuar lendo “Bactérias podem emanar sinais de rádio. Invasão à vista?”

Algumas síndromes crônicas curiosas

Diversas fontes.

A mulher que atinge 200 orgasmos por dia

O barulho de um trem, o secador de cabelo, uma máquina fotocopiadora – tudo isso é motivo para Sara Karmen, uma britânica de 24 anos, sentir um orgasmo. Somente durante os 40 minutos de uma entrevista ao jornal News of The World, ela teve 5 orgasmos.

A moça sofre da Síndrome de Excitação Sexual Persistente, que faz com que ela fique excitada por grandes períodos de tempo, mesmo sem ter um estímulo sexual.

‘As vezes tenho muitas relações sexuais, na tentativa de acalmar-me, mas o meu namorado se chateia, porque atinjo o orgasmo com facilidade’ – conta Sara.

Ela explica que a síndrome aumentou depois que ela completou 19 anos, logo após começar a tomar antidepressivos. ‘Depois de algumas semanas, passei a sentir cada vez mais excitação. Tudo começou na cama, e o meu namorado estranhou a quantidade de orgasmos que eu atingia durante o ato sexual.’

Conheça outras síndromes curiosas