Pesquisadores criam microscópio turbinado para fuçar sua tomada de decisões

Tomar decisões não é algo fácil. Mesmo na parte que nos não estamos ligados do tipo: que diabos acontece quando decidimos por algo? Nossas decisões, desde escolher qual pé iremos usar para dar o primeiro passo até escolher o momento de esmagar os nossos inimigos envolvem cálculos realizados por redes de neurônios que abrangem nosso cérebro.

Tá, ok. Beleuza! Mas o que exatamente essas redes neurais estão computando?

Continuar lendo “Pesquisadores criam microscópio turbinado para fuçar sua tomada de decisões”

Vi o magnífico discurso do Bolsonaro e estou sem palavras

Ontem teve pronunciamento presidencial. Em meio a um problema de saúde sério em nosso país, nosso presidente teve uma atitude ímpar no trato da pandemia. Não; é verdade! Sério! Eu fiquei impressionado, eu não tenho palavras para registrar o imenso estupefato de tais declarações.

Continuar lendo “Vi o magnífico discurso do Bolsonaro e estou sem palavras”

Teste diz que tomar decisões de estômago vazio ajuda você a agir feito idiota

Todo mundo já deve ter avisado que ir no mercadinho quando se está com fome é uma das maiores burrices que se pode fazer, depois de ligar pra ex quando se está encachaçado. Para falar a verdade, qualquer decisão que se tome com o estômago vazio vai dar em problemas, sérios problemas. Pelo menos é o que diz uma pesquisa que defende que as pessoas não cometam este ato insano. Tomar decisões já é ruim de bucho cheio, quanto mais vazio!

Continuar lendo “Teste diz que tomar decisões de estômago vazio ajuda você a agir feito idiota”

Pesquisa indica que quando há maior oferta, maiores as diferenças de escolha

Você pode pensar na sua cândida burrice que homens e mulheres são iguais. Bem, não são. Aceite o fato! Nem mesmo grupos masculinos são iguais entre si e – outro fato a ser aceito – gêneros acabam sendo diferentes e essa diferença é acentuada mediante o lugar em que as pessoas moram.

Uma pesquisa mostrou que as preferências de homens e mulheres diferem mais em países mais desenvolvidos e igualitários do que aqueles poaíses em que o máximo de liberdade que você tem é meter o galho dentro e ficar na sua. Isso vai de encontro à ideia que as diferenças surgem de papéis a serem desempenhados. Morar em países mais “difíceis”, digamos assim, força os dois sexos a se concentrarem nas necessidades; a liberdade permite que as diferenças sejam mais e melhor expressas.

Continuar lendo “Pesquisa indica que quando há maior oferta, maiores as diferenças de escolha”

Experimento de Conformidade de Asch

O quanto você acha que é responsável pelas suas decisões? Totalmente? Claro, porque ninguém faz a sua cabeça, certo? Olha, tenho más notícias: você é, sim, influenciado por outras pessoas. Mesmo sem saber.

Solomon Asch foi um psicólogo comportamental que estudava a ação de grandes grupos sobre indivíduos, ainda que de forma indireta, bem como os fatores de pressão social. Sendo assim, ele criou o famoso Teste de Asch, que visa estudar como um grupo de pessoas ao nosso redor pode influenciar nossas próprias decisões, mesmo quando temos consciência que é uma decisão errada. Temos vídeo sobre isso? Sim, nós temos vídeos sobre isso!

Continuar lendo “Experimento de Conformidade de Asch”

As tentações que os olhos vêem e o cérebro pira

Disse Oscar Wilde que ele resistia a tudo, menos às tentações. O que a bee inglesa não sabia direito era o que acontecia no cérebro, aquela coisa que todos têm e 90% não sabe pra que serve. Agora, cientistas se voltam para estudar o que acontece no interior do cérebro quando duas informações contrárias se encontram, jogando na mesa a mais vil de todas as armas: as doces tentações.

Continuar lendo “As tentações que os olhos vêem e o cérebro pira”