Canadá quer legalizar a poligamia

poligamiaDizem por aí que memória, mulher e dinheiro nunca é demais e os políticos canadenses devem concordar com essa afirmação pois pensam em legalizar a tal prática no país.

Em países civilizados algumas discussões parecem até ser ridículas afinal enquanto nossos políticos se enaltecem com programas sociais falhos e adoram nossos impostos, os canadenses estão preocupados em se casar com várias e várias pessoas.

Acontece que segundo o Advogado Geral da União solicitou o pronunciamento do Presidente do STF, dizendo que a Lei Canadense contra a poligamia vai contra a  Carta dos Direitos e Liberdades, principalmente contra a liberdade religiosa

Claro que alguns líderes religiosos dizem que tal lei vai contra a família, mas um argumento considerado válido contra essa lei é que ela pode aumentar a exploração de menores e de mulheres no país.

Pergunto: é muito difícil ter um greencard canadense?

CBC.CA

20 comentários em “Canadá quer legalizar a poligamia

  1. O problema de se liberar a poligamia em qualquer país que não seja uma teocracia fundamentalista é que as mulheres devem ter os mesmos direitos dos homens. Se homens e mulheres tiverem o direito de casarem-se com quantas pessoas quiserem, os relacionamentos teriam um potencial de compliacação gigantesco, criando um pesadelo em termos de direito civil.

    Imaginem um cenário onde temos um homem casado com três mulheres, cada uma delas por sua vez casada com outros dois homens cada uma, que por sua vez sejam casados com outras duas outras mulheres cada, e por aí vai. Agora, imaginem que o primeiro homem decida se divorciar de uma de suas mulheres. Ele teria que pagar pensão? Como seria a divisão de bens? Os outros maridos teriam direito a uma parcela desses bens? Os filhos dos outros maridos teriam? Bom, acho que dá pra entender o que quero dizer.

    Não que eu seja a favor ou contra da poligamia (ou da monogamia). Só estou dizendo que não bastaria se legalizar a poligamia, precisa-se pensar em toda a legislação envolvendo a prática.

      1. Pra torrar dinheiro com mulher e filhos e ter uma desculpa por isso.

        Existe tantos outros motivos. Percebo que o dinheiro está sempre presente em todos esses motivos…

  2. Conseguir um visto canadense está longe de difícil. Leva pouco mais de uma semana, no caso de visto para estudante (claro, você tem que enviar comprovante de matrícula em uma escola/universidade de lá. Também não é tão fácil assim). Um visto de trabalho deve demorar mais um pouco, mas também não deve ser difícil de arranjar. A melhor parte? Não precisa ir à Embaixada, o procedimento pode ser todo feito via correio.

    E, sim, vale a pena se mudar para lá. Estudei lá por três meses e, apesar do pouco tempo passado, garanto que vale a pena.

  3. Não conheço bem as Leis do Canadá, mas como será que fica em casos de pensão se o cara for militar?, imagine o inventário do cara quando morrer, dividir entre as três ou mais mulheres e com os filhos delas… em casos de pensão por divórcio (nem sei se existe algo do tipo lá), só fico imaginando isso.

    Em países Ricos, como o Canadá, talvez não seja o grande problema, mas se fosse aqui no Brasil isso ja teria virado num saci.

  4. Casamento é algo da esfera particular dos indivíduos. Se as pessoas quiserem se casar de forma grupal, é algo a ser descrito em algum tipo de contrato matrimonial, especificando todas as condições da união e as consequências do descumprimento de suas respectivas cláusulas.

    Isso pode soar estranho, mas a realidade mostra bastante poligamia em nossa espécie. Como exemplo, citarei um caso de um amigo que é casado, mas costuma pular a cerca com frequência com a mesma mulher e diz que gosta das duas. Isso pode ser chamado de promiscuidade, mas também de poligamia.

    De um ponto de vista econômico e administrativo, monogamia é mais conveniente, uma vez que multiplicar por duas ou três vezes os problemas atrelados a um único cônjuge pode implicar em perda de saúde financeira, atrito entre as partes ciumentas envolvidas e dores de cabeça provenientes das tentativas de amenizar as tensões (imaginem ter que aguentar 3 TPMs no mês! Vai ser preciso montar uma fábrica de chocolate em casa).

    1. Meu irmão (casado pela primeira vez) arrumou uma… cahan… filial e resolveu levar pra casa e viver com as duas. Saiu porradaria, claro.

      Nisso, eu perguntei pro meu pai qual dos dois era adotado. Sério! Aquela coisa pode ter genes em comum comigo e eu poderei ter algum filho débil mental. Meu pai pensou que eu estava de brincadeira. :neutral:

      PS. Casamento deve ser bom, sim. Meu irmão já casou umas 4 vezes.

  5. Como diz todo tiozão durante festa de noivado:

    “Casamento é mais do que juntar as partes boas dos dois, é juntar os defeitos e as dificuldades”.

    Se já dificil conciliar as ideias com uma pessoa, o que dirá de duas, ou três.

    Para essa lei ser válida, imagino que as pessoas teriam de ser tão “liberais” que a própria lei se tornaria desnecessária.

    1. Minha fórmula é mais fácil, pois aqui minha mulher me chama de “senhor” e eu tenho a última palavra.

      – Mas o senhor ainda não fez a tarefa?
      – Farei agora, meu bem.

  6. Contrapondo as desvantagens mencionadas ($$$, sogra, TPM…), que tal alguns pontos positivos? Enquanto uma pensa que você está com a outra, vc pode ir pro happy hour, pro futebol ou, pra quem é workaholic, ficar no trabalho mesmo, sem ser incomodado…
    Outra: ao invés de quererem discutir a relação depois de uma sessão de sexo selvagem, elas ficam trocando idéia enquanto vc pode virar e dormir sossegado (sim, porque vc vai precisar!!)…
    Enfim, temos que ser racionais e pesar mais precisamente os dois lados da balança! Ou não!? :grin:

  7. Migrar pro Canadá nem é tão complicado.Com suas qualificações e idade tem altas chances.Por que não simula um pedido lá no site do Canadá?
    Veja a pontuação,quem sabe não esteja entre os preferênciais.Mas antes que passe dos 35 anos…

  8. As mulheres do Canadá não querem casar, o governo está preocupado, não querem ter filhos.

    Tá uma moleza ir pra lá…

    Se você tiver o mínimo de instrução e levar sua mulher para ter filhos lá você tem o visto aprovado na hora.

Deixe um comentário, mas lembre-se que ele precisa ser aprovado para aparecer.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s