Grandes ideias que você não deveria ter: Vassouromóvel

Trânsito nas grandes cidades é um problema sério. Acredite em mim: eu moro lá (no caso uma grande cidade, mas tem horas que eu penso que moro num engarrafamento). Claro, existem muitas soluções pra isso. Normalmente, envolvendo milhões de dólares em infraestrutura e transporte público, mas isso é coisa de mentes pequenas. Dois sujeitos tiveram a brilhante ideia de fazer uma vassoura-monociclo à lá Harry Potter.

Continuar lendo “Grandes ideias que você não deveria ter: Vassouromóvel”

Carros autônomos são melhores que humanos idiotas na hora do engarrafamento

O modo como as pessoas se locomovem nunca parou de evoluir, desde que Gronk criou a roda quadrada (excelente para estacionar nos cantos, mas um pouco inconveniente para rodar pelas estradas). Quando mal nos demos conta, já estamos bem desenvolvidos com carros elétricos, como os da Tesla, lindos, luxuosos, caros (mesmo para padrão “lá”) e com painel que parece ficção científica. Mas, as pesquisas não param e vários centros pesquisam carros autônomos, como aquela tranqueira do Google, feio que dói.

Agora, experimentos demonstram que carros autônomos serão o melhor para o trânsito, já que melhorariam o fluxo de carros.

Continuar lendo “Carros autônomos são melhores que humanos idiotas na hora do engarrafamento”

Modelos computacionais ajudam a diminuir caos causado por semáforos

Às 9 horas e trinta minutos desta quinta-feira (1º de fevereiro), São Paulo teve um hiper-ultra-megablaster engarrafamento entre as avenidas Faria Lima e Juscelino Kubitschek, por causa de uma falha no semáforo que zuou com todo o trânsito de uma cidade com o trânsito mais que zoado.

Um simples semáforo não é para tanto, né? Sim, é. Por isso que eles obedecem a critérios bem definidos de mudança de estado (aberto/fechado), com rigor matemático (bem, aqui no Brasil deveria). Isso já é estudado por modelos matemáticos há mais de 60 anos e, à medida que as cidades crescem, mais necessário é que haja estudos aprofundados sobre isso.

Continuar lendo “Modelos computacionais ajudam a diminuir caos causado por semáforos”

Para resolver problemas no trânsito, indianos usam pirâmides

onibus-india.jpgA Índia é um país exótico. Uso a palavra “exótico” no mesmo sentido que nossas mães empregavam para se referir às belas moças esquisitas com as quais saíamos. Ao menos, para as amigas, enquanto que para nós elas diziam esquisitas, estranhas e, “pelamordedeus o que essa garota tem pendurado no nariz?”. Enfim, a Índia é um país esquisitão, cheio de coisas para lá de bizarras, como o Golimar, Tônico com Guaraná e o Rivaldo Sai desse Lago (YouTube está à sua disposição, filhos). Agora, eles resolveram radicalizar, pois o trânsito está cada dia mais caótico, com aquele bando de motoristas ensandecidos e seus cacarecos que não anda com mais de uma marcha. Me disseram que os governadores de São Paulo se inspiraram no modelo automotivo indiano. Depois de ter ficado parado na Av. Brasil hoje de manhã, imagino que o Rio está copiando o modelo paulistano, que copiou o modelo indiano, que foi proposto por Satã.

Agora, os indianos resolveram dar um basta naquela desgraceira e empregaram algo definitivo… definitivamente idiota: usar pirâmides nas estradas para fluir energias cármicas ou alguma bobagem do Feng Shui. Estou aguardando nossos perclaros políticos adotarem isso aqui.

Continuar lendo “Para resolver problemas no trânsito, indianos usam pirâmides”