A Ciência do Submarino de Garrafa PET

Você conhece aquela experiência do submarino na garrafa PET. Alguns usam um vidrinho, outros uma tampa de caneta. Normalmente, fala-se que aquilo demonstra o Princípio de Pascal, o que está correto, mas esqueceram outros efeitos que estão ali presentes e merecem ser demonstrados e explicados.

Aqui veremos os efeitos que aparecem num simples subir e descer de um frasquinho. Agarrem seu Newton de pelúcia e nos acompanhem.

Continuar lendo “A Ciência do Submarino de Garrafa PET”

Cientistas brasileiros descobrem continente esquecido, mas não tem dinossauro lá

Se você já ouviu falar do Serviço Geológico do Brasil (nome fantasia do Companhia de Pesquisa de Recursos Minerais – CPRM), parabéns, você faz parte de uma minoria. Se não sabe, mas tem um polegar opositor, clica na porcaria do link escrito "A Instituição" e, em seguida "Apresentação". Estou sem saco de explicar, ainda mais se você não foi capaz de sacar para que serve um serviço geológico.

Em maio deste ano, o pessoal do CPRM, no que foi definido como "um esforço de grupo com a Japan Agency for Marine-Earth Science and Technology – JAMSTEC" (mas sem tentáculos) anunciou o que seria indícios de um continente perdido entre a África e a América do Sul, mais especificamente na costa do estado do Rio de Janeiro.

Continuar lendo “Cientistas brasileiros descobrem continente esquecido, mas não tem dinossauro lá”

Suíços pesquisam tartaruga-robô. Skynet acha que dá um caldo

Imagine você descansando placidamente numa praia, observando as partes hipodérmicas alheias, quando de repente o futuro do passado do fim da humanidade tem início: o Apocalipse Robótico, onde várias criaturas se erguem do mar, com cascos de um brilho baço, murmurando "Morte aos humanos! Morte aos humanos! Morte aos humanos!". Imaginou? Então, vá tomar seu gardenal, essa palhaçada de apocalipse robótico é coisa de gente tosca sem imaginação

Robôs submarinos não são novidade. Mas agora pesquisadores da Suíça, cansados de fazer queijos e chocolates, resolveram construir um robô com características de tartarugas marinhas.

Continuar lendo “Suíços pesquisam tartaruga-robô. Skynet acha que dá um caldo”

Caranguejos de grandes profundidades caçam usando visão ultra-violeta

Você pensa que os seres humanos formam a espécie dominante na Terra. Somos apenas pobres coitados frente a outros grupos taxonômicos. Artrópodes formam um filo único. Fortes, bem adaptados e bem espalhados por todos os cantos do mundo. Dentre eles, temos o subfilo dos crustáceos, que mandam e desmandam no fundo do mar. Entre eles, temos os caranguejos que vivem em grandes profundezas, que segundo alguns pesquisadores são capazes de usar visão capaz de discernir luz ultra-violeta para poder caçar sua refeição, já que você nunca viu um caranguejão na fila do McDonald’s para pedir um McFish. Ou viu?

Continuar lendo “Caranguejos de grandes profundidades caçam usando visão ultra-violeta”