Recentes fotos de nosso amigo Sol

O Solar Orbiter é um satélite observador do… Sol. Este satélite foi desenvolvido pela Agência Espacial Europeia, com a missão de realizar medições detalhadas da heliosfera interna e do vento solar nascente do Sol, nosso amigo Sol, apesar de estar lá, bem longe daqui. Não apenas isso, O SOLO faz observações próximas das regiões polares do Sol, o que é difícil de fazer da Terra.

Continuar lendo “Recentes fotos de nosso amigo Sol”

Sim, até cometas possuem auroras

Todo mundo sabe o que são as auroras boreal e austral. Estes fenômenos são causados quando partículas de alta energia vindas do Sol dão de cara com a nossa atmosfera superior. Claro, como é de se esperar, não é uma exclusividade da Terra, Em outras partes do sistema solar, Júpiter e alguns dos seus satélites

O que ninguém tinha visto até agora é que cometas também podiam ter auroras

Continuar lendo “Sim, até cometas possuem auroras”

O fim magnífico de uma relíquia espacial

Na década de 1960, a NASA estava estudando a atmosfera terrestre. Para isso, criou o programa Observatório Geofísico Orbital (Orbiting Geophysical Observatory – OGO). Foram seis satélites lançados pelos Estados Unidos. OGO-1 foi lançado em 4 de setembro de 1964; OGO-2, em 14 de outubro de 196; OGO-3, em 7 de junho de 1966; OGO-4, em 28 de julho de 1967; OGO-5, em 4 de março de 1968 e OGO 6-foi lançado em 5 de junho de 1969.

Todos eles já tinham terminado seu serviço há muito, muito tempo. Todos caíram e viraram caquinha na atmosfera terrestre. Todos, menos o OGO-1, que teve seu fim glorioso em 29 de agosto último, devidamente registrado.

Continuar lendo “O fim magnífico de uma relíquia espacial”

Perseverance pesquisa as crateras marcianas

Você curte o Curiosity, né? Então, que tal mais um rover? Pois é, o próximo rover que a NASA vai mandar para o Planeta Vermelho é Perseverance. Já que design que funciona é mantido, pois não há sentido em bater cabeça com algo do zero, o Perseverance possui design bem parecido com o do Curiosity. Mr. P levará sete instrumentos científicos para estudar a superfície marciana na cratera Jezero, totalizando 23 câmeras, e dois microfones. O veículo espacial também será acompanhado pelo helicóptero (eu vou chamar de helicóptero. Tô nem aí) Ingenuity, que ajudará a Perseverance a procurar locais para estudar.

Continuar lendo “Perseverance pesquisa as crateras marcianas”

Artigos da Semana 28

O bom de acompanhar a ciência feita ao vivo ou não tão ao vivo assim é saber das maravilhas que são desenvolvidas. Acompanhar lançamento de foguetes ou ver vídeos obtidos com fotos tiradas por sondas espaciais. Isso aliado a novos tratamentos ou como a vida segue seu rumo.

Por isso, é sempre bom relembrar o que rolou durante a semana.

Um retratinho mágico do Sol

O Sol é uma estrela fascinante. O mais fascinante do Sol é ser uma estrela e estar bem próximo de nós, sem nos queimar de forma horrível. Por isso, podemos apreciá-lo, observá-lo, estudá-lo e, claro, admirar as maravilhas que só uma bolona de átomos sendo fundido a milhões de graus celsius poderia proporcionar. É um mundo só seu, sem ninguém pisar lá ontem, hoje e provavelmente pelo resto dos seus 5 bilhões de anos que ainda lhe restam.

Continuar lendo “Um retratinho mágico do Sol”

MAVEN detecta raios ultra-violeta em Marte. Cuidado com o bronzeado

MAVEN é acrônimo de Mars Atmosphere and Volatile Evolution. Sua missão é pesquisar como a atmosfera de Marte se tornou o que é, qual a sua história e como isso pode nos ensinar sobre a nossa própria história. Muito do que acontece lá é invisível aos nossos olhos, ainda que essencial. Nas vastas áreas do céu noturno marciano acontece um imenso bombardeio que nossos ridículos olhos humanos não conseguem ver, mas a MAVEN, sim, é capaz de enxergar: luz ultravioleta.

Continuar lendo “MAVEN detecta raios ultra-violeta em Marte. Cuidado com o bronzeado”

O Voo do Dragão

Em 4 de abril de 2018, a cápsula Dragon, da SpaceX foi acoplada à Estação Espacial Internacional. O voo foi gravado em timelapse e as imagens dela volitando ao sabor das forças gravitacionais da Terra e da ISS dão o tom de nossa aventura no Espaço. É um voo poético, lindo e incrível, alcançado graças à nossa engenhosidade e desenvolvimento tecnológico.

Não poderia colocar outra música de fundo senão Danúbio Azul, uma música clássica que o YouTube e o Daily Motion insistem em dizer que tem direitos autorais, mas que, pelo menos, o Facebook não ficou criando (muito) caso.

Continuar lendo “O Voo do Dragão”

Sonda Juno capta imagens chocantes de Júpiter

Júpiter é um mundo fascinante. Como todo planeta gasoso, ele é praticamente formado por gases (surpreendente, não?). qualquer um com um mínimo conhecimento de Física sabe que haverá a tendência de aparecer eletricidade estática, mas uma descarga elétrica inesperada, surgida em meio a nuvens com uma mistura amônia-água, chamou a atenção. Um dos motivos é pela composição das nuvens serem de amônia. Mas calma que tem mais: não é apenas um raiozinho, mas uma tempestade elétrica violenta do tipo Thor dizendo pra Iansã “pega leve, tia!”

Continuar lendo “Sonda Juno capta imagens chocantes de Júpiter”

HiRISE mostra detalhes de sistemas fluviais de Marte

Há anos se busca água líquida em Marte. Um dos motivos é a possibilidade de haver vida lá. Se não tem hoje, quem sabe, tenha havido no passado. Com a evolução de nossa tecnologia, os instrumentos de observação ficaram mais precisos, captando imagens de maior resolução, trazendo mais evidências da existências de antigos rios, lagos e até oceanos planeta-guerreiro.

Um desses incríveis equipamentos é o HiRISE ou High Resolution Imaging Science Experiment (Experimento Científico de Imageamento de Alta Resolução ou Câmera Fodona pra Cacete, como tenho certeza que alguém quis batia. Eu iria querer). As imagens do HiRISE estão entre “Boçal” e “Isso é Feitiçaria”, e agora trouxe imagens detalhadas de um penhasco marciano rochoso que não ficariam feias em nenhum quadro na parede da sala.

Continuar lendo “HiRISE mostra detalhes de sistemas fluviais de Marte”