Krampus e Pedro, o Negro: os auxiliares de Papai Noel

Você conhece Papai Noel, o bom São Nicolau. Todo mundo conhece Papai Noel! Ele é a figura natalina mais lembrada, apesar de tão mítica quanto o aniversariante do dia. Com o passar do tempo, a moderna mitologia transformou o Bom Velhinho em alguém que recompensa as criancinhas boas, sendo ajudado por vários duendes. Entretanto, antigamente a história era outra. Ele era ajudado por um ser feio como o Diabo e um demônio que depois virou bonzinho. Afinal, as criancinhas ruins não iam se unir sozinhas, né?

Neste vídeo eu falo um pouco sobre Krampus (sobre quem já escrevi) e Pedro, o Negro: os ajudantes do Papai Noel que dão corretivo em quem merece.

Continuar lendo “Krampus e Pedro, o Negro: os auxiliares de Papai Noel”

Cálculos Natalinos em Vídeo!

Em 2007, eu postei um artigo de brincadeira, chamado Cálculos Natalinos, onde com alguns cálculos matemáticos, mostrávamos a dor de cabeça que era ser Papai Noel e poder entregar todos os presentes. É um bom exercício de imaginação e, como falei várias vezes, eu sempre adorei natal e a figura representativa de Noelzão.

O Gilmar do E-farsas, entrou em contato com o melhor site cético do mundo. Como eles não dão bola pra brasileiro, ele preferiu vir falar comigo e se podia videalizar (mas hein?) o artigo (não, Gilmar, não vou dizer que você me chupou, pois isso pega mal). Eu me levantei, passei a mão pela minha longa barba branca e disse: Ide e pregai as minhas palavras a todos os cantos do mundo, pois eu sou Pai-Mei, digo, Jeová, digo, André. e o resultado foi:

Continuar lendo “Cálculos Natalinos em Vídeo!”

Merry Navidad, Babo Claus

Natal, Natal das crianças. Natal de André, o sábio. Esta é a época em que o vizinho chato, o cunhado explorador, a sogra fofoqueira, o flanelinha safado e muitas coisas lindas da sociedade se tocam que pelo menos uma vez por ano podem ser ao menos gentis. Sim, eu sei que muito disso é hipocrisia, mas – qual é? –, não custa aproveitarmos a data como uma reflexão de nosso próprio comportamento, onde a data deveria ser o espelho de nossas almas.

Continuar lendo “Merry Navidad, Babo Claus”

Feliz Natal!

Este é o terceiro natal que passamos juntos, no novo domínio. Estamos terminando mais um ano onde temos sido responsáveis pela indigestão de muitos criaBURRIcionistas e toscos em geral. Eu, de minha parte ADORO natal. Não só pelas belas moças potiguares, mas pelo clima de festas.

Muitos idiotas, digo, revoltados, digo, fãs do Justin Bieber, digo, ADFS acham uma besteira o natal por alguma alusão obscura com o Cristianismo. Só que o Cristianismo pouco tem a ver, hoje em dia, com o natal. Natal, para mim, é tirar um momento de reunir a família, os amigos e comemorar mais um fim-de-ano, uma época de confraternização. Nossa vida é tão agitada que nem sempre podemos nos dar ao luxo de comemorar com nossos amigos todas as semanas ou meses. Se você associa o natal unicamente com o nascimento de um zumbi, então é melhor comemorar o dia 29 de agosto. Pelo menos, Michael Jackson dançava e cantava muito melhor.

Continuar lendo “Feliz Natal!”

Krampus, o auxiliar de Papai Noel

Você já está acostumado com o mito do Papai Noel: o velhinho bonachão, de roupinha vermelha, gorro e com um trenó sendo puxado por veadinhos renas, não necessariamente de nariz vermelho. Papai Noel sempre traz um brinquedinho para as crianças boazinhas; mas e o que acontece com as más? Antigamente, o mito tinha uma continuação. Papai Noel tinha um ajudante, e seu nome era Krampus.

Krampus deriva do termo “Krampen” em alemão gótico, que significa “garra”. trata-se do auxiliar do Papai Noel que não veio premiar as criancinhas boas, mas punir as criaturinhas desobedientes. Pela imagem de abertura, vocês poderão deduzir o que aconteceu com o mito, não é mesmo? Continuar lendo “Krampus, o auxiliar de Papai Noel”

Papai Noel: O melhor dos mitos

Eu nunca entendi porque algumas pessoas são implicantes. Cada um tem a sua visão particular das coisas, mas o ser humano possui a tendência de forçar que os demais façam e atuem segundo a vontade de uns poucos. Afinal, eu estou certo e você tem que aceitar e ponto final.

Algumas pessoas possuem problemas com sua auto-estima, e quer que os demais aceitem suas opiniões, senão choram e batem o pézinho. Triste, não? E fica mais evidente quando chegamos nesta época de natal, onde alguns religiosos toscos, ao verem que seus mitos estão sendo relegados ao esquecimento, sapateiam e querem suas bolas de volta. Só que a bola nunca foi deles. C’est la vie.

Abbadon me enviou uma seção de cartas do jornal Correio Popular. Este jornal fica numa cidadezinha pequena, menor que Ipuaçu, cuja economia é basicamente a padaria do Seu Joaquim e um boteco da Dona Dolores. Campinas nem por isso deixa de ter em sua população gente absurdamente idiota, que na falta do que fazer, escreve pro jornal pra expor seu grau de estupidez. Acaso, ou não, o distinto é sacerdote E jornalista. Já viram que vem merda por aí, né? Afinal, esta é sua SEXTA INSANA! Continuar lendo “Papai Noel: O melhor dos mitos”

Cálculos natalinos: Papai Noel na visão dos engenheiros

Como é maravilhosa a Ciência! Podemos fazer cálculos e determinar com muita precisão muitos eventos e estudá-los à luz de uma análise racional (ou quase), com base de nossos conhecimentos científicos.

Mas, e se quisermos nos divertir um pouco e estudarmos a mais famosa (e importante) figura do natal? Estou falando de Papai Noel e não Jesus, pô! Vamos examinar como Santa Claus, São Nicolau, Babo Natale – ou seja lá como você chama aquele gordão de barba, branca que adora pegar criancinha no colo – faria para poder cumprir com sua agenda de entregar presentes pras criancinhas na festa de Mitra, digo, na véspera de natal. Here we go! Continuar lendo “Cálculos natalinos: Papai Noel na visão dos engenheiros”