Carpinteiro faz mágica e devolve as mãos a crianças amputadas

Não, não é desse carpinteiro que eu estou falando. Este carpinteiro não gosta de amputados.O carpinteiro mágico que estou falando é Richard Van As (sim, você que sabe algo de inglês pensou a mesma coisa que eu e dá razão às mulheres em achar que nunca passamos dos 13 anos), um camarada muito legal que ao sofrer um acidente percebeu que podia fazer muito mais pras pessoas do que simplesmente se lamentar.

Continuar lendo “Carpinteiro faz mágica e devolve as mãos a crianças amputadas”

Bombas, panelas e responsabilidades

Enquanto a divisão antiterrorismo do FBI está tendo uma certa "conversinha" com um dos suspeitos do atentado em Boston (sobre o qual não tecerei comentários e nem os chiliques dos conspiracionistas de plantão), chamou-me a atenção de como é fácil fazer uma bomba, por mais tosca que seja. Mas bombas toscas também são eficientes como arma de terror. Afinal, como disse Lênin, a função do terrorismo é aterrorizar.

Continuar lendo “Bombas, panelas e responsabilidades”

Grandes Nomes da Ciência: MacGyver

macgyver.jpgMuito provavelmente, você está tendo uma das duas reações: 1) Legal! Mais um pouco sobre cientistas que são pouco divulgados ; 2) MacGyver? O da série? WTF?

Se você teve a primeira reação é um coitado que não teve infância e nunca viu os filmes do MacGyver. Sua existência miserável é desprovida de sentido e o melhor que você pode fazer a si mesmo é se matar neste exato momento; ou pode sentar e ler o que eu tenho a dizer (e depois correr atrás para ver todos os filmes). Aos que sabem quem foi MacGyver, basta pensarem direitinho e entenderão porque eu digo que ele é peça-chave da divulgação científica.

Senhoras e senhores, apresento-vos Angus “Mac” MacGyver, herói por excelência, carismático, envolvente e vindo de um tempo onde força-bruta nem sempre era garantia de bons filmes, sem também apelar para ridículos enredos mela-cueca.

Continuar lendo “Grandes Nomes da Ciência: MacGyver”