Tumba de Herodes pode não ser “A” tumba de Herodes

Em 2007, uma turba de crentes fanáticos ficou mais contente do que pinto no lixo. Eles pulavam, saracoteavam, estrebuchavam, falavam em línguas e escreviam com seus péssimos português que Jesus era verdadeiro. Motivo? A equipe de arqueólogos do dr. Ehud Netzer encontrou uma tumba perto do Herodium (ver Herodes: O visionário arquiteto da Terra Santa), e esta tumba foi tida como sendo de Herodes, o Grande. PRONTO! Taí a prova que Jesus existiu.  A Bíblia fala de Herodes, o Grande, não a Bíblia está certa. O problema é o cruzamento de informações, já que outros autores, como Flavio Josefo, também falaram de Herodes. Curiosamente, o mesmo não acontecia com Jesus, que só aparecia nos textos bíblicos. Então, apelaram pro que eu chamo de Falácia do King Kong. Se o túmulo de Herodes prova que Jesus existiu, então o Empire State Building prova que um macacão subiu nele.

Agora, 7 anos depois, um grupo de arqueólogos diz "peraí", não é bem assim", alegando que aquele pode não ser o verdadeiro túmulo de Herodes.

Continuar lendo “Tumba de Herodes pode não ser “A” tumba de Herodes”

Herodes: O visionário arquiteto da Terra Santa

herodium1

Quase 13 quilômetros ao sul de Jerusalém, onde as últimas oliveiras mirradas começam a se confundir com as extensões áridas do deserto da Judéia, ergue-se um morro, um cone íngreme de topo plano, parecido com um pequeno vulcão. Ali fica o Herodium, um dos grandiosos empreendimentos arquitetônicos de Herodes, o Grande, rei da Judéia que transformou uma pequena colina em um imponente monumento de cantaria alvacenta e o circundou de palácios recreativos, enormes piscinas e jardins em terraços. Governante astuto e generoso, general brilhante e um dos mais imaginativos construtores do mundo antigo, Herodes elevou seu reino a um patamar de prosperidade e poderio até então jamais visto.

Continue reading »

Herodes: O visionário arquiteto da Terra Santa

Palácio de Herodes (clique pra ampliar)Quase 13 quilômetros ao sul de Jerusalém, onde as últimas oliveiras mirradas começam a se confundir com as extensões áridas do deserto da Judéia, ergue-se um morro, um cone íngreme de topo plano, parecido com um pequeno vulcão. Ali fica o Herodium, um dos grandiosos empreendimentos arquitetônicos de Herodes, o Grande, rei da Judéia que transformou uma pequena colina em um imponente monumento de cantaria alvacenta e o circundou de palácios recreativos, enormes piscinas e jardins em terraços. Governante astuto e generoso, general brilhante e um dos mais imaginativos construtores do mundo antigo, Herodes elevou seu reino a um patamar de prosperidade e poderio até então jamais visto. Continuar lendo “Herodes: O visionário arquiteto da Terra Santa”