Comida vegan faz crescer peitinho em homens, diz veterinário sem noção

Se comida vegan já é o tipo de coisa tão insuportável que nem vegan atura, precisando disfarçar aquela bosta de comida de verdade (vide as lasanhas vegans, churrasco vegan, hamburguer vegan e comida-de-gente-vegan), agora tem mais um probleminha que, para algumas pessoas, será uma bênção. Um artigo de um certo dr. James Stangle disse que o Impossible Whopper, uma iguaria vegan da rede de fast food Burguer King, estava tão ultraprocessada que estaria fazendo homens criarem seios.

Ou seja, se você quer aplicar sílica nas peitcholas, basta comer uma hamburguinho vegan. O que poderia estar errado nisso?

Turbinando a comissão de frente da insanidade, esta é a sua SEXTA INSANA!

Continuar lendo “Comida vegan faz crescer peitinho em homens, diz veterinário sem noção”

Seu filho só come as tranqueiras que você compra ao invés de coisas saudáveis? Culpe o YouTube

Eu sou um cara das antigas. Algumas modernidades são alienígenas para mim. Não, sério, eu não consigo entender certas coisas. O conceito de pais e filhos de hoje é muito diferente do que eu tenho para mim. Eu sou daqueles que acham que os responsáveis pela educação de uma criança são seus responsáveis legais, sendo na maioria das vezes o pai e a mãe (mas não exclusivamente). Pelo visto, eu estou errado. Agora, a reponsabilidade sobre a criação de nossos filhos deve recair nos canais do YouTube.

Continuar lendo “Seu filho só come as tranqueiras que você compra ao invés de coisas saudáveis? Culpe o YouTube”

Açúcar é pior que tabaco, dizem cientistas

Toda vez o açúcar volta à baila. No artigo Sódio é o novo açúcar, eu contei a história de como o açúcar foi divulgado como um maníaco psicopata, envenenando qualquer coisa à sua frente, uma espécie de Lucrécia Bórgia em nível molecular. Depois, ele foi tido como extremamente benéfico, mas agora virou o principal responsável de um mal que afeta não só adultos, mas crianças também: a obesidade,

Continuar lendo “Açúcar é pior que tabaco, dizem cientistas”