Combinação de remédios ajuda a controlar convulsões graves em crianças

Se eu perguntar para vocês quais as principais ocorrências em crianças que requerem carregar para o hospital, vocês citarão acidentes de vários tipos de natureza. Já em termos de emergência neurológica, possivelmente vocês não saberão, mas efetivamente são as crises epiléticas. As crises epilépticas podem se apresentar ou sob a forma de crise convulsiva (o que chamamos de “ataque epiléptico”) e a crise do tipo “ausência”, que é como se puxassem a tomada da criança e ela desligasse, ficando com o olhar fixo, nem sempre facilmente percebível.

No caso das convulsões, temos um problema seríssimo, pois cerca de 5% das crianças afetadas morrem ou podem escapar com vida, mas com complicações a longo prazo causadas por danos cerebrais. Não, convulsões não são brincadeira.

Continuar lendo “Combinação de remédios ajuda a controlar convulsões graves em crianças”

As causas de mortes ao longo dos 100 anos

Para vocês que ficam olhando para um passado que não viveram e suspiram murmurando “antigamente era melhor” não fazem a menor ideia do que era esse “antigamente”. No início do século XX, a expectativa de vida era menos de 50 anos, graças à média que era influenciada pela altíssima mortalidade infantil. Hoje, reduzimos muito disso. As vacinas nos deram capacidade de erradicar doenças (que estão ressurgindo graças aos miseráveis anti-vaxxers). Acabamos com muitas doenças e estamos garantindo viver mais e melhor. Continuar lendo “As causas de mortes ao longo dos 100 anos”

Dono de remédio contra AIDS diz que deveria ter aumentado mais ao invés de 5000%

O principal (e idiota) argumento dos defensores da fosfoetanolamina é que a Big Pharma, o imenso lobby das indústrias farmacêuticas, jamais deixaria um remedinho eficiente e barato chegar ao mercado, pois eles querem manter o domínio global. MUAAAAAAHAHAHA. Sim, existe um cartel de indústrias farmacêuticas, como existe cartel de planos de saúde. Mas não conheço um plano de saúde que tenha impedido alguém de montar um consultório sem a anuência deles. Sabem quem desmonta esse lance de indústrias farmacêuticas impedindo que remédios eficientes e baratos sejam produzidos? Os próprios donos das indústrias farmacêuticas, como o famoso (por motivos errados) Martin Shkreli.

Continuar lendo “Dono de remédio contra AIDS diz que deveria ter aumentado mais ao invés de 5000%”

O que é e pra que serve a levitação acústica?

Vi um vídeo muito legal esses dias. Eram gotas de água flutuando, e não, não estavam na ISS. Elas estavam aqui, na Terra, sob a ação da poderosa (e pequena) força da Gravidade. Não que alguém tenha feito magia, arriado despacho ou evocado o poder dos Valar. É Física. Pura e simples Física, onde a Acústica, uma ciência do barulho que vai animar suas tardes e fazer você se emocionar.

É a melodiosa sinfonia do Livro dos Porquês sendo tocada.

Continuar lendo “O que é e pra que serve a levitação acústica?”

Aspirina e tylenol podem reduzir a eficácia das vacinas

Se você é daqueles que corre pra farmácia ao primeiro espirro, não tenho boas notícias. Ainda mais quando levamos em conta o pérfido H1N1, o vírus que dizimará a humanidade, transformando as obras do Stephen King numa realidade assustadora. Não olhe para trás! Tem um cigano prestes a passar a mão no seu rosto e dizer “emagrecido…”

O problema foi identificado por pesquisadores da Universidade do Missouri, EUA. Segundo eles, a procura de vacinas em épocas quando resfriados e gripes passam a ser mais comuns; no entanto, medicamentos como a  aspirina e tylenol – facilmente comprados em qualquer farmácia, pois não precisam de receita médica – inibem certas enzimas, afetando com isso a eficácia das vacinas. Com essa, até o gato que eu enterrei no cemitério índio ficou assustado. Continuar lendo “Aspirina e tylenol podem reduzir a eficácia das vacinas”

Estudos mostram eficácia de remédio e dieta no aumento da expectativa de vida

Dois estudos independentes dão passos importantes rumo ao desenvolvimento de terapias que retardem o envelhecimento em seres humanos – e assim nos aproximem da tão desejada longevidade. Uma substância derivada de bactérias se mostrou eficiente no prolongamento da vida de camundongos, e o mesmo resultado foi alcançado em macacos submetidos a uma dieta de restrição calórica. Continuar lendo “Estudos mostram eficácia de remédio e dieta no aumento da expectativa de vida”