Os segredos escondidos numa antiga armadura do século XVI

É muito legal ver filmes tipo capa-e-espada, com cavaleiros usando suas reluzentes armaduras, elmos, luvas, espadas, maças e cavalos (que também tinham suas próprias armaduras). Apesar desta visão romanceada, ela… bem, não direi que é falsa, pois não era, mas muito rara de acontecer. Estas armaduras eram muito caras e só nobres e ricaços poderiam pagar por elas, já que eram feitas sob medida e demorava um bocado de tempo e custava uma fortuna, e só nobres tinham as duas (mas nem todos, também). Quanto mais “rica” a armadura, com pintura, desenhos, enfeites e entalhes, mais ricaço ainda era o cavaleiro. Para guerra normal, a peãozada ia protegido com… bem, na verdade se fossem com um escudo de madeira estavam com sorte. E, claro, o nobre não ia na frente. Isso do rei em sua armadura brilhante, montado num cavalo branco, indo na frente liderando é coisa de filme, também.

Sim, cavaleiros negros existiam, porque existiam armaduras negras. Havia de todas as cores que o cliente quisesse (e pudesse) pagar. Algumas chegariam ao preço de um jatinho particular, mas hoje você pode comprar por uns 1000 dólares, que convertendo pra real, com frete e impostos, dá o valor de um jatinho particular.

Algumas dessas armaduras tinham lindos tons de azul, preto e dourado, mas isso remete a um pequeno problema: como os armeiros dos séculos entre XV e XVII conseguiam isso? Magia? Nah, algo um pouquinho mais engenhoso que isso!

Continuar lendo “Os segredos escondidos numa antiga armadura do século XVI”

Tutancâmon tinha um punhal extraterrestre?

Isto seria tarefa do E-Farsas, mas o tratante anda esnobando pobres coitados e só escolhe matéria topo-de-linha. Aí fica o maldito History Channel divulgando que o grande rei Tut tinha um punhal extraterrestre, provavelmente por goa’ulds. Será verdade? Será Farsa da Web? Seria burrice galopante de jornaleiros malditos? Seriam os reptilianos?

Não, gente. A bosta do rei-menino não tinha um punhal extraterrestre e nem o milagre veio do Espaço. O que ele tinha você saberá no LIVRO DOS PORQUÊS, mas antes, vamos ler sobre…

Continuar lendo “Tutancâmon tinha um punhal extraterrestre?”

Física Capilar: Cientistas estudam o comportamento de fios de cabelo crespo

Os cabelos crespos (cognominado "cabelo ruim", "pixaim", "cabelo duro", "bom bril" etc.) tem grandes axiomas, e um dos meus preferidos é "cabelo crespo é que nem bandido: ou tá preso ou tá armado". Claro, como você ama Ciência, você adoraria saber por que ele age assim. E é isso que alguns pesquisadores estudaram. Eles queriam entender a física da bagaça, criando o primeiro modelo detalhado em 3D de um fio de cabelo crespo. Cabeleireiros agradecem (ou não).

Continuar lendo “Física Capilar: Cientistas estudam o comportamento de fios de cabelo crespo”

Engenheiros estudam ação do fogo sobre estruturas metálicas

Sim, eu sei que tinha parado com artigos com recentes publicações científicas. Falta de tempo para ler material e selecionar o que pode ser interessante, apesar que se eu colocar Voz dos Alienados todos os dias, garantirei boa audiência; mas eu gosto de prover conteúdo, e isso consome tempo. Mais do que eu gostaria, menos do que eu deveria. Enfim, escolhi uma pesquisa de engenheiros da Universidade Purdue, que visa determinar os efeitos do fogo sobre diversas estruturas de aço, tais como edifícios e pontes. Como fogo só é legal para fazer churrasco, convém mantê-lo longe de nossas casas o máximo possível.

Continuar lendo “Engenheiros estudam ação do fogo sobre estruturas metálicas”