São Paulo proíbe que se protejam pessoas. Abre essa igreja aí, ô!

Enquanto o Brasil inteiro está com mais de 254 mil mortos por coronavírus, ou coronavírus, ou COVID-19 ou coronga, mesmo, só o estado de São Paulo está amargando 59.493 mortes. São quase 60 pessoas a menos nas famílias, mas parece uma perda aceitável, principalmente quando sua casa, mesmo, não é aqui, mas em Miami, e sua família foi toda vacinada.

Já que vacinas já são carne de vaca e não dá pra usar politicamente, o ilustre governador de São Paulo, João Doriana, entendeu o recado e viu que quem manda no Brasil é o braço religioso. Para surpresa de ninguém, ele assinou decreto estabelecendo que cultos religiosos sejam considerados atividades essenciais. Continuar lendo “São Paulo proíbe que se protejam pessoas. Abre essa igreja aí, ô!”

São Paulo Proíbe Plástico e Político Que Pensa

Paulistas, digo paulistanos, digo… ah, paulistenses! Paulistenses conseguiram São Paulo ser conhecido pela máxima SÃO PAULO PROÍBE, dada a grande tendência de lá de proibir qualquer coisa, exceto explorar o cidadão, sendo uma prova disso a criação da Bandeira 3 do táxi, já que eles são pobrezinhos e precisam ganhar mais. Ganhar mais para não gastar com IPVA, IPI e outras benesses que taxistas ganham. Agora, a nova proibição diz respeito a utensílios de plástico de uso único, como talheres, copos e pratos, mas não exclusivamente.

Plastificando a estupidez dos políticos, esta é a sua SEXTA INSANA!

Continuar lendo “São Paulo Proíbe Plástico e Político Que Pensa”