Privada tecnológica examina o seu cocô, o seu xixi e fica de olho no seu olho

Estamos no moderno mundo tecnológico 2.0, internet das coisas e outras bobagens modernoides, reinventando coisas que já existiam, mas de forma menos eficiente; mas aí é só colocar uns leds RGB e vender como “gamer”. Se você acha que chegamos nas maravilhas tecnológicas de uma casa hiperconectada, pense que ainda falta muito, ou, pelo menos, uma coisa: a sua privada.

Sim, amiguinho, seu querido troninho, onde muito provavelmente onde você está sentado agora, lendo o meu blog no celular. Pois saiba enquanto você está aí sentado, seu vaso está analisando suas fezes e sua urina. Capaz de saber até que sua mulher está lhe traindo, sua filha está grávida, seu cachorro tem vermes e o motor do seu carro está batido.

Continuar lendo “Privada tecnológica examina o seu cocô, o seu xixi e fica de olho no seu olho”

Rumo a um diagnóstico não invasivo

Identificada na urina molécula que pode indicar surgimento e progressão do câncer de próstata

Uma descoberta feita por pesquisadores norte-americanos poderá trazer uma alternativa ao exame de próstata, um tabu que ronda muitos homens que chegam aos 40 anos. A identificação de uma molécula presente na urina cujos níveis estão associados à progressão do câncer de próstata pode dar origem no futuro a um método simples e não invasivo para detectar a doença, prever sua agressividade e auxiliar na escolha do tratamento mais adequado.

Esta é a primeira vez que uma molécula relacionada ao câncer de próstata – o mais frequente entre os homens – é detectada na urina. Hoje a doença pode ser eficientemente diagnosticada por meio do exame de toque retal e da medição dos níveis da enzima PSA no sangue. Mas suas características variam entre os pacientes, o que dificulta a identificação daqueles com maior risco de progressão da doença. Continuar lendo “Rumo a um diagnóstico não invasivo”